InícioLazer e CulturaItália presta homenagem a Bassano Vaccarini, o “artista de dois mundos”

Itália presta homenagem a Bassano Vaccarini, o “artista de dois mundos”

- continua após a publicidade -

Um dos maiores nomes das artes plásticas do Brasil – e da Itália – na segunda metade do Século 20, Bassano Vaccarini, que se notabilizou por uma obra fortemente ligada às questões sociais e fez a diferença nas artes e na vida de cidades como São Paulo, Ribeirão Preto e Altinópolis, receberá uma homenagem especial em sua terra natal. Chamado em San Colombano al Lambro, cidade de 7.500 habitantes no norte da velha bota, há 40 minutos de Milão, de “o artista de dois mundos”, pela referência que se tornou na Europa e na América do Sul, Vaccarini dará nome ao espaço de exposições do medieval Castello Belgioioso.

A viúva Maria Ignêz Vaccarini, de 82 anos, e a única filha brasileira do artista, a terapeuta Daniela Vaccarini – que tem dois meios-irmãos italianos, Ítalo e Sílvio –, embarcaram no último sábado (16/03) para a Itália. Várias festividades programadas para o próximo domingo (24/03), em San Colombano Al Lambro, marcam o reposicionamento do castelo como ponto e da cidade como polo turístico regional.

Daniela Vaccarini é a responsável pelo legado do pai no Brasil, inclusive administrando uma galeria somente com obras de Vaccarini em Altinópolis, na avenida Pio Antunes de Figueiredo, 252, no bairro Cidade Jardim. Ela doará para o castelo a escultura “Grupo Humanístico”, que mede 25x13x13cm, em bronze, produzida por Vaccarini em 1995. Daniela e a mãe estarão acompanhadas pelos primos Solange Dias, José Diniz e a esposa Renata Diniz.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Exposição de pinturas de Bassano Vaccarini

 

         A homenagem foi uma decisão de San Colombano al Lambro, em colaboração com a Associação Artística Cultural Gioconda, presidida por Leonardo Lunghi. No dia 24, estão previstas uma missa na igreja local, uma cerimônia oficial para a família, autoridades e convidados na Câmara do Conselho do Palazzo Patigno e uma apresentação da vida e obra de Bassano Vaccarini, no Castello Belgioioso, por Marina Arensi, jornalista e curadora do trabalho dele na cidade.

No castelo será aberta uma exposição de pinturas de Vaccarini. Também haverá uma mostra com obras dos escultores Fausto Locatelli e Gianni Vigorelli, que foram colegas do artista ítalo-brasileiro na Accademia di Belle Arti di Brera.

Bassano Vaccarini

             Pintor, escultor, cenógrafo, figurinista e cineasta, Bassano Vaccarini nasceu em 9 de agosto de 1914, em San Colombano al Lambro, província de Milão, na Itália, e faleceu, aos 87 anos, em 7 de abril de 2002, em Altinópolis (SP). Em Milão, estudou no Liceu Artístico, em 1929, e, em 1932, na Accademia di Belle Arti di Brera. Continuou os estudos na Escola de Artes Aplicadas em Monza, em 1934. Especializou-se em escultura na Escola de Arte de Genebra, na Suíça, em 1943.

 

Participou da 2ª Guerra Mundial como paraquedista. Chegou no Rio de Janeiro (RJ), em 1946, à frente de uma comitiva de artistas italianos para uma exposição. Neste mesmo ano passou a morar em São Paulo e atuou como cenógrafo, figurinista e diretor técnico do TBC (Teatro Brasileiro de Comédia), da Cia de Teatro Bela Vista e da Cia de Teatro “Silveira Sampaio”. Foi colaborador de diretores como Adolfo Celi e Luciano Salce.

 

Trabalhou como cenógrafo na Companhia Cinematográfica Vera Cruz. Em 1951, foi contratado como professor na FAU-USP (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo), permanecendo no cargo até 1955. Em 1956, mudou-se para Ribeirão Preto. Em 1958, foi convidado pelo então prefeito Costábile Romano para restaurar prédios da cidade. Fundou a Escola de Artes Plásticas de Ribeirão Preto, fez mosaicos monumentais, baixos-relevos e estátuas colocadas nos espaços públicos.

 

Sua aproximação com Altinópolis, onde morou até sua morte, se deu por volta de 1980, por convite do então prefeito Pio Antunes de Figueiredo. Bassano Vaccarini se empenhou em transformar a cidade em uma “galeria a céu aberto”. Lá estão a Praça das Esculturas, com várias obras em homenagem às mulheres, sete monumentos compostos por 42 esculturas, incluindo um grupo de 20 caracteres; O Beijo, escultura em frente à Prefeitura; o Painel de Esportes, em frente ao Ginásio Municipal; e a Praça do Trabalhador.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa

Bolsonaro na ONU: discurso sóbrio e responsável

‘Estávamos à beira do socialismo’, diz Bolsonaro em discurso na ONU Na abertura da Assembleia-Geral da entidade, presidente criticou lockdown e defendeu tratamento precoce contra a covid-19 O...

Corrente de Amor fomenta doações em prol do Hospital de Amor de Barretos

Facilidade de doação através de aplicativo e em pontos espalhados pelo Brasil, faz com que a campanha seja uma importante fonte de arrecadação para a instituição que operou com déficit mensal de mais de R$ 36 milhões em 2020

Primavera 2021: previsão geral para o Brasil

Primavera começa nesta quarta-feira (22). Crise hídrica e novo La Niña à vista. Quais as expectativas do clima para primavera 2021?

Bolsonaro faz abertura da assembleia geral da ONU logo mais por volta de 10 h

Na abertura da 76ª Assembleia Geral, expectativa é de que Bolsonaro use o púlpito para passar aos demais dirigentes mundiais um panorama do Brasil diferente do que os globalistas e velha mídia fazem.
- PUBLICIDADE -