InícioLazer e CulturaPedagogia e Letras constroem acervo em áudio do Museu Casa da Memória...

Pedagogia e Letras constroem acervo em áudio do Museu Casa da Memória Italiana

Atividade faz parte do movimento mundial #pracegover foi possibilitada por estágio acadêmico em Arte e Educação de Ribeirão Preto

- continua após a publicidade -

Estudantes dos cursos de Pedagogia e Letras, do Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto (SP), participam da criação de um acervo acessível a deficientes visuais com descrições e audiodescrições de imagens do Museu Casa da Memória Italiana. A ação faz parte das comemorações da “18ª Semana Nacional de Museus”, que vai até o dia 31 de maio.

            Os alunos, por meio de uma parceria acadêmica, fazem estágio em Arte e Educação no espaço. As imagens ficarão disponíveis nas Redes Sociais do museu e poderão ser acessadas por meio da #pracegover, que representa um movimento mundial pela integração das pessoas com deficiência. A semana comemorativa tem como tema “Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão”.

Trabalho permanente de formação

            De acordo com a professora Carla Damasceno, presidente do Nuace (Núcleo de Acessibilidade do Moura Lacerda), a participação dos cursos de Letras e Pedagogia é consequência de um trabalho permanente de formação de educadores nas áreas de acessibilidade e inclusão no Centro Universitário.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

            “É importante ressaltar que todo o conhecimento adquirido por estes futuros profissionais nesta atividade pode ser aplicado em diferentes áreas do mercado de trabalho, como na Cultura, cujo objetivo final é sempre a construção de uma sociedade mais inclusiva para todos”, conta Carla Damasceno.

Antiga Fazenda Guatapará, com foco nos imigrantes italianos

Outras formas de diversão e aprendizado

            Fátima Bocalom, que está no 7º período de Pedagogia, é uma das participantes do projeto. Ela diz que é neste momento que se deve informar às pessoas que há outras formas de comunicação, interação social, diversão, cultura e aprendizado, mesmo que de forma digital, já que o momento é de distanciamento social por conta da pandemia de Covid-19.

            “Não é justo deixar as pessoas com deficiência distantes de tanta riqueza de conhecimento. É um prazer enorme apresentar aos que desejam, com muitos detalhes, as mais diversas formas de arte. Pensar na satisfação e no grande aprendizado que este ser humano possa ter é muito gratificante, principalmente, quando isto está a apenas um ‘clique’ de distância”, salienta a aluna.

arquivo

LiveConhecendo #pracegover

            O Museu Casa da Memória Italiana realizará, no dia 28 de maio, a Live “Conhecendo #pracegover”. Discutirão o tema Carla Damasceno e a professora Maria Paula Moita Pegoraro Lopes, da Rede Estadual de Ensino e da Adevirp (Associação dos Deficientes Visuais de Ribeirão Preto e Região).

            Os alunos de Pedagogia e Letras do Moura Lacerda também participarão da atividade, que acontecerá, às 16 horas, no canal do museu na plataforma digital YouTube. A Live também faz parte da “18ª Semana Nacional de Museus”, que conta com a parceria do Museu da Cana – Instituto Cultural Engenho Central, localizado na divisa das cidades de Pontal (SP) e Sertãozinho (SP).

Outras formas de diversão e aprendizado

            Alice Registro, historiadora, gestora-executiva da Casa da Memória Italiana e professora do Moura Lacerda, lembra que toda a programação está sendo desenvolvida no ambiente virtual em atenção às orientações das autoridades mundiais, estaduais e municipais de saúde, como prevenção a Covid-19, e também segue recomendações do Ibram (Instituto Brasileiro de Museus).

            “Haverá Lives temáticas e postagens com a #semanadosmuseus2020 para estimular lembranças de experiências em museus. Será uma oportunidade para as pessoas expressarem suas ligações afetivas”, afirma Alice Registro. O museu e seus parceiros, em apoio ao projeto Corações Solidários, arrecadarão alimentos para a produção e a doação de refeições para as pessoas em situação de rua.

arquivo

Confira a programação completa

“18ª Semana Nacional de Museus” – Até 31 de maio de 2020

Lives temáticas no YouTube da Casa da Memória Italiana

Data: 28 de maio – Quinta-feira – 16 horas.

Tema: “Conhecendo #pracegover”.

Participantes: Professora especialista Carla Damasceno (Centro Universitário Moura Lacerda), Maria Paula Moita Pegoraro Lopes (Rede Estadual de Ensino e Adevirp) e alunos dos cursos de Pedagogia e Letras (Centro Universitário Moura Lacerda).

Data: 30 de maio – Sábado – 14 horas.

Tema: “Conservação de acervos museológicos em tempos de pandemia”.

Participantes: Leila Heck (Museu da Cana – Instituto Cultural Engenho Central), Tânia Registro (Historiadora) e Clark dos Santos (Coordenador do Programa de Conservação do Museu da Cana – Instituto Cultural Engenho Central).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Universidade federal terá cotas para detentos, ex-presidiários e refugiados

Ser bandido virou bom negocio no Brasil, com aplauso do PSOL a decisão penaliza o cidadão de bem

A importância dos Bandeirantes para o desenvolvimento do Brasil

A historia dos Bandeirantes estão diretamente ligada ao desenvolvimento do Brasil. Não fossem estes bravos desbravadores estaríamos vivendo até hoje apenas no litoral brasileiro. Defendem genocidas e ditadores e atacam verdadeiros herois.

Contações de histórias compõem a programação do final de semana do Museu Casa de Portinari

Conheça também a faceta poética de Candido Portinari no Pela Janela (25); on-line e gratuita

Terceira via discute impeachment de Bolsonaro como única forma de derrotar Lula

Com economia e empregos em recuperação, falta de escândalos no governo e popularidade nas ruas em alta, os concorrentes enxergam no impeachment a única forma de barrar Bolsonaro em 2022

Olimpíada de Tóquio: saiba quem são os brasileiros favoritos ao ouro

Judô? Vôlei? Natação? Atletismo? Futebol? De onde virão as medalhas de ouro para o Brasil?
- PUBLICIDADE -