InícioRegiãoMocócaCriminosos arrombam caixas eletrônicos em Mococa

Criminosos arrombam caixas eletrônicos em Mococa

- continua após a publicidade -

Criminosos usam garrafa para abafar alarme e arrombam caixas eletrônicos em Mococa.

Dois caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil foram arrombados na madrugada deste sábado (11), na Rua XV de Novembro, no centro de Mococa (SP). A quantia levada ainda não foi divulgada e o caso será investigado.

De acordo com a Polícia Civil, um cliente do banco foi utilizar um dos caixas da agência, localizada no Centro, percebeu que eles estavam danificados e entrou em contato com a Polícia Militar.

Ainda segundo a polícia, os suspeitos arrombaram a porta de vidro e cortaram a parte de baixo dos caixas utilizando uma ferramenta desconhecida. Também abafaram os alarmes do banco com garrafas de plástico e desconectaram as câmeras de segurança.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O crime foi registrado e, até o momento, nenhum suspeito foi encontrado.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Oficinas e cursos gratuitos em Ribeirão Preto

Há oportunidades para atividades de música, dança, teatro, artes plásticas e circenses. Confira vagas por unidade e saiba como fazer a inscrição.

240 oportunidades de emprego em Ribeirão e Sertãozinho

Entre as vagas há opções como ajudante de produção, auxiliar administrativo, motorista, vendedor, cuidador de idosos, padeiro, cabeleireiro e manicure.

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020
- PUBLICIDADE -