InícioPolicialEnfermeira do SAMU é detida por desacato e omissão de socorro em...

Enfermeira do SAMU é detida por desacato e omissão de socorro em Ribeirão

De acordo com registro policial, a mulher teria sido grosseira e ofendido policiais militares; o caso está sendo apurado

- continua após a publicidade -

De acordo com registro policial, a mulher teria sido grosseira e ofendido policiais militares; o caso está sendo apurado

Uma enfermeira, de 56 anos, que trabalha no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), é investigada por crimes de desobediência e omissão de socorro, que teriam ocorrido durante o atendimento à uma paciente na noite de quarta-feira, 28 de julho, no bairro Vila Albertina, na zona Norte de Ribeirão Preto.

Segundo o delegado Alexander Daur, que estava de plantão na Central de Polícia Judiciária (CPJ) durante a ocorrência, a enfermeira foi encaminhada para a delegacia após supostamente desacatar um agente da Polícia Militar e se omitir a atender uma usuária de drogas que passava mal do estômago.

Em depoimento, o policial contou que a enfermeira afirmou que não levaria a paciente para o atendimento médico sem a presença de um familiar, que por sua vez, disse que não poderia ir na ambulância, pois teria que trabalhar. Devido ao impasse, a equipe acionou a Polícia Militar para auxiliar no caso. 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Ao chegar ao local, os agentes explicaram que não poderiam acompanhar a usuária, pois a PM só poderia atender casos em que o uso da força fosse necessário. Situação diferente da moça, que precisava do socorro apenas por estar passando mal.   

Após a recusa da equipe em auxiliar no caso, a enfermeira, supostamente, teria dito que foi orientada por superiores a não atender a moça sem um familiar junto. A PM, por sua vez, disse que não poderia fazer nada a respeito do caso. 

Foto Divulgação

Versões 

Ainda segundo o policial, teria sido neste momento em que uma discussão entre ele e a enfermeira começou. De acordo com o agente, a mulher e a equipe recusaram o atendimento à moça, que ficou na via, do lado de fora da ambulância no frio. Já a funcionária do SAMU, negou as acusações e afirmou que desde o primeiro momento prestou socorro à mulher, que foi colocada em uma maca dentro da ambulância. 

Após o desentendimento, a mulher foi encaminhada à CPJ de Ribeirão Preto, onde um boletim de ocorrência foi registrado como omissão de socorro e desobediência. O caso foi encaminhado para a investigação e a polícia disse que vai ouvir os superiores da funcionária do SAMU para esclarecer os fatos.

Samu de Ribeirão faz paralisação após enfermeira ser detida

Quem passou pela rua Duque de Caixias, entre as ruas São José e Marcondes Salgado, pode ver uma fileira de ambulâncias estacionadas na porta da delegacia

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Odilla Mestriner ‘volta’ ao MARP com exposição inédita

Falecida há 14 anos, artista visual ribeirão-pretana é homenageada com mostra de 40 de suas mais significativas obras; exposição pode ser visitada até 6 de maio, com entrada gratuita

Curso gratuito de Programação de Jogos 2D é excelente opção para capacitar jovens na área

Funtec está com inscrições abertas para nova turma do curso, que tem cerca de três meses de duração e garante certificado

Ribeirão Rodeo Music 2023: Maior palco da história e novidades para o público

O Ribeirão Rodeo Music 2023 promete fazer história com um palco de 60 metros quadrados de frente, o maior já montado entre todas as edições.

Michele Guizini é a nova embaixadora da Agrishow

A Agrishow, uma das maiores e mais importantes feiras de tecnologia agrícola, escolheu, a influenciadora Michele Guizini para seu time de embaixadores. Com parte...

Marketplace de revestimentos pretende ultrapassar a marca de 14 milhões em GMV em 2023

Em um setor com expectativa de crescer 15% até 2025, a Arqplace, que conecta fornecedores de produtos para a arquitetura de alto padrão a consumidores, pretende crescer 80% em 2023
- PUBLICIDADE -