InícioEsportesRibeirão-pretana busca medalha no Grand Prix de Judô

Ribeirão-pretana busca medalha no Grand Prix de Judô

- continua após a publicidade -

A judoca ribeirão-pretana e revelada pelo Associação Corpore Sano / SMERP e pelo técnico Cléber do Carmo, Sibila Faccholli, disputa neste final de semana o Grand Prix Feminino que reunirá as melhores atletas em dois dias de competições no Centro de Treinamento da Confederação Brasileira de Judô, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. Sibila busca a medalha na categoria acima de 77 kg.

“A Sibila é uma atleta muito dedicada e vai para a Bahia com chances de conquistar bons resultados. Ela evoluiu muito e desde o começo traçou o objetivo de conquistar medalhas e se colocar entre as principais judocas do país”, destaca Cléber do Carmo.

A 11ª edição do Grand Prix Feminino de Judô acontece nos dias 19 e 20 de novembro, em Lauro de Freitas, na Bahia. A competição conta com a presença da campeã olímpica Rafaela Silva, ouro nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa

Bolsonaro na ONU: discurso sóbrio e responsável

‘Estávamos à beira do socialismo’, diz Bolsonaro em discurso na ONU Na abertura da Assembleia-Geral da entidade, presidente criticou lockdown e defendeu tratamento precoce contra a covid-19 O...

Corrente de Amor fomenta doações em prol do Hospital de Amor de Barretos

Facilidade de doação através de aplicativo e em pontos espalhados pelo Brasil, faz com que a campanha seja uma importante fonte de arrecadação para a instituição que operou com déficit mensal de mais de R$ 36 milhões em 2020

Primavera 2021: previsão geral para o Brasil

Primavera começa nesta quarta-feira (22). Crise hídrica e novo La Niña à vista. Quais as expectativas do clima para primavera 2021?

Bolsonaro faz abertura da assembleia geral da ONU logo mais por volta de 10 h

Na abertura da 76ª Assembleia Geral, expectativa é de que Bolsonaro use o púlpito para passar aos demais dirigentes mundiais um panorama do Brasil diferente do que os globalistas e velha mídia fazem.
- PUBLICIDADE -