InícioEspeciaisVoluntarios do SertãoCom 17 anos de história, Voluntários do Sertão registra mais de 46...

Com 17 anos de história, Voluntários do Sertão registra mais de 46 mil atendimentos gratuitos nas áreas médica, odontológica e social em sua edição deste ano

- continua após a publicidade -

O mutirão social Voluntários do Sertão conta com 17 anos de história. Anualmente, realiza uma grande edição comunitária de atendimentos gratuitos nas áreas médica, odontológica e social. Este ano, a cidade escolhida para receber a ação foi Irecê, na Bahia. O mutirão aconteceu de 15 a 23 de abril.

Além dos moradores de Irecê, os moradores de mais 20 municípios vizinhos também foram beneficiados. Este ano, a união dos mais de 350 profissionais voluntários bateu a marca de mais de 46 mil atendimentos, exames e procedimentos realizados. Tudo de forma gratuita e possibilitada através de grande e moderna estrutura.

Os atendimentos foram oferecidos nas seguintes áreas: médica, enfermagem, odontológica, previdenciária, psicológica, social, entre outras.

“O Voluntários do Sertão só é possível graças a ajuda de parceiros e principalmente dos profissionais que atuam em prol do próximo. Se fossemos pagar para que esses profissionais atuassem desta forma seria impossível custear isso, já que contamos com os melhores profissionais de cada área”, explica Doreedson Pereira – mais conhecido como Dorinho, fundador e presidente da Organização Voluntários do Sertão.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Dorinho completa: “Todos os atendimentos e serviços oferecidos são completamente gratuitos. O mutirão oferece estrutura completa à população que procura atendimento. Desde consultas médicas, odontológicas, exames, cirurgias de média e pequena complexidades, entrega de medicamentos, óculos de grau, orientações, enfim. O Voluntários do Sertão oferece tudo isso aliado a muito amor, carinho e respeito à essas pessoas”.

“Todo ano, recebemos através do nosso site mais de mil inscrições de profissionais que querem fazer parte deste mutirão solidário. Destes, são selecionados cerca de 300. Isso faz com que nomes reconhecidos em suas áreas atuem de forma solidária em benefício da população carente deste país”, acrescenta.

Para explicar melhor como surgiu esta iniciativa é preciso entender um pouco mais da história desse empresário baiano. Dorinho nasceu em uma pequena cidade da Bahia, mais precisamente um Distrito: Alegre.

Em alegre, viveu a infância com seus sete irmãos e seus pais, Dona Liquinha e Seu Tino. Apesar da infância difícil, não faltava amor nesta família. Ainda sim, muito jovem, Dorinho seguiu os passos dos irmãos mais velhos e saiu da Bahia para tentar a sorte no mercado de trabalho do Estado de São Paulo.

Chegou em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, sempre muito esperto e comunicativo foi se virando como podia, mas sempre mostrando suas aptidões no mercado de trabalho.

Não demorou e ele se tornou empresário. Com o sucesso profissional veio a necessidade de retribuir para o seu povo um pouco de suas conquistas. O início foi modesto, era uma vontade dele voltar à Bahia e doar brinquedos e cestas básicas para algumas famílias.

Com a ajuda de alguns poucos amigos, reuniu doações e seu objetivo foi concretizado. Isto aconteceu no ano 2000, ele ainda não sabia, mas este foi o início de um sonho que se tornou o sonho de muitos. Foi a primeira ação do Voluntários do Sertão.

Ano após ano, a quantidade de amigos que queriam ajudar, que queriam ser voluntários, ia aumentando. Aí, chegavam os amigos de amigos. Até que em 2006, em sua sexta edição, um desses amigos era médico. Junto com Dorinho, pensou que poderiam fazer ainda mais do que as doações de brinquedos e cestas básicas. E, foi neste ano, que aconteceram os primeiros atendimentos gratuitos na área médica.

“Eu sempre fiquei muito feliz e satisfeito com a ajuda que conseguia oferecer, mas a partir do momento que realizamos a primeira cirurgia de catarata e percebi a felicidade daquela pessoa que não enxergava mais sua família, que não conseguia trabalhar por causa da cegueira gerada pela catarata e que através do nosso pequeno mutirão voltou a ter uma oportunidade de vida, percebi que poderia fazer mais. Aí não paramos mais, a cada ano buscamos mais parceiros e novos voluntários queriam se juntar a nós”, Dorinho conta emocionado.

Ano após ano, o Voluntários do Sertão foi crescendo, se aperfeiçoando e hoje conta com uma mega estrutura. Com o que há de melhor e mais moderno. Tudo graças a ajuda de parceiros e apoiadores. Mas nada disso sozinho seria suficiente, se não fosse a dedicação, carinho e comprometimento dos mais de 300 voluntários que atuam a cada edição.

Nestes 17 anos de mutirão Voluntários do Sertão, mais de três mil profissionais voluntários já fizeram parte desta ação. Juntos, conquistaram a marca de realização superior a 300 mil atendimentos.

 

 

 

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -