Início Tecnologia Facebook remove 790 grupos QAnon para combater a "teoria da conspiração"

Facebook remove 790 grupos QAnon para combater a “teoria da conspiração”

A rede social também disse que estava restringindo outros 1.950 grupos, 440 páginas no Facebook e mais de 10.000 contas no Instagram relacionadas ao grupo de "conspiração."

- continua após a publicidade -

O Facebook disse nesta quarta-feira que removeu 790 grupos QAnon de seu site e estava restringindo outros 1.950 grupos, 440 páginas e mais de 10.000 contas do Instagram relacionadas à teoria da conspiração de direita, na ação mais abrangente da rede social contra o movimento de crescimento rápido.

A queda do Facebook ocorreu após um crescimento recorde de grupos QAnon no site, grande parte desde o início da pandemia de coronavírus em março.

A atividade em alguns dos maiores grupos QAnon na rede social, incluindo curtidas, comentários e compartilhamentos de postagens, aumentou de 200 a 300 por cento nos últimos seis meses, de acordo com dados coletados pelo The New York Times.

“Temos visto movimentos crescentes que, embora não organizem diretamente a violência, celebram atos violentos, mostram que têm armas e sugerem que as usarão, ou têm seguidores individuais com padrões de comportamento violento”, disse o Facebook em um comunicado.

foto correiodenoticia
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

QAnon é uma teoria da conspiração de extrema direita detalhando um suposto plano secreto por um suposto “estado profundo” contra o presidente dos Estados Unidos Donald Trump e seus apoiadores.

QAnon: Você sabe do que se trata?

Mas antes da eleição de novembro, o movimento se tornou cada vez mais popular. Marjorie Taylor Greene, uma apoiadora declarada do QAnon da Geórgia, recentemente ganhou uma primária republicana e pode ser eleita para a Câmara em novembro.

O Facebook vem acompanhando o crescimento da QAnon desde o início de maio, de acordo com dois funcionários envolvidos no esforço. Mas as discussões internas sobre o que fazer com os grupos pararam porque o Facebook temia que derrubá-los alimentaria a teoria da conspiração infundada da QAnon de que as empresas de mídia social estavam tentando silenciá-los, disseram as pessoas.

As ações do Facebook na quarta-feira não se limitaram ao QAnon.

A empresa também disse que removeria 980 grupos, como aqueles relacionados ao movimento antifa de extrema esquerda, e bloquearia hashtags QAnon, como #digitalarmy e #thestorm.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

A partir desta Quinta-feira(1) Ribeirão Preto recebe obra interativa

Essa escultura foi criada com base em depoimentos de 22 mulheres com câncer de mama metastático.

Doria promete vacina chinesa a partir de 15 de Dezembro

As cobaias na primeira etapa serão para profissionais de unidades públicas e privadas de saúde

Empresa de Ribeirão Preto é vendida por R$ 18,95 milhões

Nossa equipe é formada por pessoas da região e que dificilmente teriam essas oportunidades de trabalho por aqui, talvez por isso elas abracem tanto a empresa.

Shopping Iguatemi Ribeirão Preto convida para evento “Abraços Virtuais no Pátio”, pelo dia da Não Violência

Evento gratuito e realizado pela primeira vez de forma online reúne Djamila Ribeiro, Jakson Follmann, Leandro Karnal e Ruth Manus

O que fazem e como são eleitos os vereadores?

São os vereadores que decidem sobre os impostos da cidade, o plano de educação de nível infantil e fundamental e a criação e manutenção de bairros, distritos ou ruas.