Início Tecnologia Empresas usam Pokémon Go para vender mais

Empresas usam Pokémon Go para vender mais

- continua após a publicidade -

O lançamento do jogo Pokémon Go no Brasil, na última quarta-feira (3), pôs fim a uma longa espera dos fãs brasileiros. Muitas empresas já aproveitaram a fama do game para tentar impulsionar suas vendas.

Tem anúncio de imóvel que fica perto de ginásios Pokémon (local para duelos entre os jogadores), carro para sair caçando os monstrinhos e até estadia em motel na companhia dos bichinhos.

Passagem aérea grátis
4A companhia aérea azul não usou diretamente o nome “Pokémon Go”, mas aproveitou o conceito de “capturar”. “No dia em que todos estão capturando algo, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras oferece aos seus Clientes a oportunidade de capturar assentos com tarifas a zero reais! No total, estão disponíveis 1.000 assentos”, informou a empresa. Em poucas horas, a oferta se esgotou.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

 

Carro para caçadas
2O site de compra e venda de veículos WebMotors sugeriu um carro novo para sair caçando Pokémon pela cidade.

 

 

 

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Desconto no táxi
5Mesmo antes do lançamento do game no Brasil, o aplicativo Easy Taxi aproveitou a febre que o game despertava ao redor do mundo. “Transformou” seus motoristas em Pokémon; os passageiros ganhavam desconto (chamado de Insignia Easy) de acordo com a raridade do Pokémon “capturado”, ou seja, dependendo do motorista que atendesse seu chamado.

 

 

Estádio Pokémon
6A Chapecoense, clube de Santa Catarina que disputa a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, chamou sua torcida para a partida contra o Palmeiras, na quinta-feira (4), não só para assistir ao jogo, mas também para capturar Pokémon e duelar contra outros jogadores do game.

 

 

Imóvel com “boa” localização
1O aplicativo VivaReal –que conecta clientes a imobiliárias, corretores e incorporadoras– lançou uma atualização que permite visualizar os ginásios e paradas (PokéStops) próximos ao imóvel à venda. Segundo a empresa, o número de downloads do aplicativo subiu 27% na primeira semana após o lançamento.

 

 

Diária em motel
3Usando trocadilhos, um motel de Rio Verde (GO) tenta atrair o público para capturar os monstrinhos durante a estadia no local.

 

 

 

Adotar Go
7Uma clínica veterinária de João Pessoa (PB) resolveu usar o jogo para uma causa social. Em vez de vender seus serviços, anunciou animais à espera de adoção.

 

 

 

Comer e jogar
8A sorveteria e cafeteria Sweety Ice, na capital paulista, chamou os clientes para capturarem Pokémon no local.

 

 

 

Promoção em floricultura
9A floricultura Esalflores, de Curitiba (PR), decidiu premiar com um brinde os jogadores que capturassem Pokémon do tipo planta (há bichinhos do “tipo” planta, água, fogo, ar, gelo etc..)

 

 

 

Óculos para caçar
10Para enxergar melhor os Pokémon no caminho, uma ótica de Pinheiro (MA) sugeriu a compra de óculos em sua loja.

 

 

 

Cuidado nas ruas
11Em Joinville (SC), uma autoescola fez um alerta sobre o risco de atropelamento de pedestres que atravessam a rua distraídos com o jogo.

 

 

 

Nos Estado Unidos as empresas ja aumentaram suas vendas e perceberam como lucrar mais.

bg_pikachu(Bloomberg) — Os clientes que passavam pelo L’inizio’s Pizza Bar, no Queens em Nova York, neste fim de semana, queriam fatias quentes, cerveja gelada e mais PokéBalls.

Essa pizzaria foi um dos primeiros empreendimentos a buscar deliberadamente ganhos na vida real com o Pokémon Go, um jogo de realidade aumentada extremamente popular lançado no dia 6 de julho pela Nintendo.

Vendas dispararam

As vendas de alimentos e bebidas dispararam cerca de 30% em comparação com um fim de semana comum, de acordo com o gerente da pizzaria, Sean Benedetti.

Em parte, foi sorte –o jogo escolhe a quais lugares públicos atribuir significados especiais em seu mundo virtual– mas também foi uma estratégia astuta. Benedetti, 29, investiu uns US$ 10 em “módulos de atração”, um item comprado dentro do jogo que atrai Pokémons a um lugar específico.

Os jogadores não demoraram a perceber que valia muito a pena ir a L’inizio’s. “As pessoas estão surgindo do nada por causa desse jogo”, disse ele.

Vendas de baterias portáteis aumentam em 101% graças a Pokémon Go

Screenshot_20160803-234728Qualquer pessoa que tenha jogado Pokémon Go por um tempo mínimo sabe que o game é um verdadeiro sugador de energia — e mesmo com as nossas dicas de economia, ainda assim, é difícil não ficar na mão na hora H. Tanto sucesso, inclusive, também está impulsionando outro mercado paralelo: o de carregadores portáteis para celulares.

De acordo com a empresa de consultoria The NPD Group, as vendas de baterias portáteis “feitas para carregar dispositivos móveis como smartphones e tablets” tiveram um aumento de 101 por cento nos Estados Unidos no período entre 10 e 23 de julho.
A NPD credita esse enorme impulso nas vendas à “popularidade extraordinária” de Pokémon Go.

“Nas seis semanas anteriores ao lançamento de Pokémon Go”, as vendas de baterias portáteis estavam apenas 4% maiores do que no ano anterior. Nas duas semanas seguintes ao lançamento do game, “as vendas de carregadores portáteis alcançaram a casa de 1,2 milhão de unidades”, disse o relatório da NPD.

O modo de economia de bateria, que foi removido de Pokémon Go após uma atualização da Niantic, está programado para retornar, mas ainda não há data para isso. Não que vá melhorar muita coisa: mesmo com o modo “battery saver” ligado, o aplicativo já consumia energia a uma velocidade surpreendente. Ben Arnold, analista da NPD Group, atribui o rápido consumo aos recursos de “localização, sensores de movimento e realidade aumentada” que são utilizados pelo app durante seu uso normal.

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Lives do final de semana (19 e 20 de setembro)

Os shows presenciais e casas noturnas ainda estão proibidas, então a opção e separar a bebida e os petiscos e escolher a melhor opção

Nasce o Aliança o partido de Bolsonaro

Confira os documentos de petição e despacho. Vem ai o partido de direita que a esquerda tanto teme.

Hospital de Câncer de Ribeirão Preto inicia campanha para compra de novo mamógrafo

Equipamento atual tem mais de 10 anos e precisa de constantes manutenções que tem alto custo

Quais interesses estão em jogo? Lincoln Fernandes é mais um a desistir da prefeitura

Algo estranho e forças ocultas estão agindo nos bastidores, normalmente a luta é para ser candidato, mas este ano vários abandonam o barco. A pergunta é quais interesses?

Dos 27 vereadores de Ribeirão Preto, 25 vão concorrer à reeleição

Esperamos que os próximos vereadores se preocupem mais com a cidade e seus moradores, do que em oferecer títulos e nome de ruas.