Início Região Caminhão de combustível pega fogo interdita estrada

Caminhão de combustível pega fogo interdita estrada

- continua após a publicidade -

O acidente aconteceu hoje, dia 21 Na SP 310, Rodovia Washington Luis, por volta das 19:00 h, no km 295, pista norte, entre Matão e Taquaritinga.
A pista ficou completamente interditada devido a incêndio em Caminhão que faz transporte de combustível.
Segundo informações o incêndio começou após estouro de um pneu do caminhão e com faíscas provocadas começou o incêndio no tanque.

Foram acionados todos setores de apoio como bombeiros, CETSB, Concessionária Triângulo do sol.
Desvio no local
Pista norte o transito estava sendo desviado para a Rodovia SP 326, Brigadeiro Faria Lima e pista sul, desvio pelo km 296 da rodovia SP 310, adentrando ao município de Matão, seguindo direto pelo avenida até a SP 326, Rodovia Brigadeiro Faria Lima.
A pista sul sentido interior – São Paulo foi liberada por volta das 22 horas, porém a pista norte ainda está interditada!

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Odebrecht fez pagamentos a Toffoli, denuncia Marcelo Odebrecht à PGR

Marcelo Odebrecht e os demais diretores da empresa sempre se referiam a Toffoli como “amigo de Adriano” ou “amigo de AM (Adriano Maia)”

Gol de Bolsonaro: SBT acerta transmissão da final do carioca, Flamengo e Fluminense

O SBT alcançou a sua maior audiência na história da emissora até então com a transmissão da final da Copa do Brasil, decidida por Corinthians e Grêmio

Divirta-se com os melhores tweets do MBL tratando Ayan como um guru

Com a prisão de Luciano Ayan por suspeita de lavagem de dinheiro, separamos os melhores do tweets em que mblistas idolatram o prisioneiro.

Ribeirão Preto tem leitos sobrando na rede privada e deveria contratar com urgência

Presidente da entidade diz que hospitais de campanha são um erro estratégico e que Ribeirão Preto vive o cenário já experimentado por Manaus

Preso por lavagem de dinheiro do MBL teve cargo no governo Doria

Os presos Alessander Mônaco e Carlos A. de Moraes Afonso são investigados por ocultação de patrimônio, além de lavagem de dinheiro.
- PUBLICIDADE -