InícioMundoSobe para 80 o número de mortos vítimas de novo atentado terrorista...

Sobe para 80 o número de mortos vítimas de novo atentado terrorista em Cabul

- continua após a publicidade -

Um atentado terrorista do grupo Estado Islâmico (EI) em Cabul, capital do Afeganistão, já deixou, pelo menos 80 mortos e deixou 231 feridos neste sábado (23), informou o Ministério do Interior do Afeganistão. A ação ocorreu enquanto milhares de muçulmanos xiitas protestavam contra a construção de uma central elétrica no distrito de Achin, que desalojaria milhares de pessoas da região.

Em nota, os jihadistas afirmaram que “dois combatentes do EI ativaram os explosivos no meio de uma multidão que se manifestava na área de Dehmazang, em Cabul”. Fontes de segurança afegãs afirmaram que mais um suicida estava no plano do grupo extremista – ele foi morto por policiais antes de ativar os explosivos.

O grupo terrorista Talibã, que comandava o país antes das ações militares dos norte-americanos pós-11 de setembro, condenou o ataque do EI e informou não ter participação nenhuma na ação. Apesar de ter surgido dentro da Al-Qaeda do Iraque, atualmente, EI e os talibãs se consideram inimigos.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Com apenas 13 anos atleta é a mais jovem na história a conquistar uma medalha para o país

De virada Fogão vence o Ituano e cola no G-4

Com a vitória, o Pantera chegou a 16 pontos —mesma pontuação do Ituano, quarto colocado

Olimpíadas de Tóquio: Oitavas do surfe começam neste domingo com quatro brasileiros

Medina, Italo, Silvana e Tatiana caem na água a partir das 22h

Olimpíadas de Tóquio: Rebeca Andrade dá show e se classifica para três finais

Ginasta vai brigar por medalhas no solo, individual geral e salto, Flávia Saraiva conseguiu a vaga na final na trave.

Universidade federal terá cotas para detentos, ex-presidiários e refugiados

Ser bandido virou bom negocio no Brasil, com aplauso do PSOL a decisão penaliza o cidadão de bem
- PUBLICIDADE -