InícioEsportesOlimpíadasÍtalo Ferreira conquista 1º ouro olímpico do surfe para o Brasil

Ítalo Ferreira conquista 1º ouro olímpico do surfe para o Brasil

"Eu vim com uma frase para o Japão: "diz amém que o ouro vem". Treinei muito nos últimos meses e Deus realizou o meu sonho, de me dar a oportunidade de fazer o que eu amo.

- continua após a publicidade -

É ouro! É ouro! É ouro! Na madrugada desta terça-feira (27), o surfista Ítalo Ferreira fez história na modalidade, estreante nos Jogos Olímpicos e ocupou o lugar mais alto do pódio ao desbancar o japonês Kanoa Igarashi na grande final. De quebra, o potiguar de 27 anos vingou o compatriota Gabriel Medina, eliminado horas antes pelo anfitrião nas semifinais, e que também não conseguiu bater o australiano Owen Whright na briga pelo bronze.

O filho de Baía Formosa, no Rio Grande do Norte, também foi responsável pela primeira medalha de ouro do Brasil na atual edição dos Jogos.

Com um minuto e meio de prova, o brasileiro tentou uma manobra que acabou com sua prancha sendo rachado ao meio e precisando ser trocada. Insatisfeito com a escolhida para a troca, ele fez uso de uma terceira. Enquanto se preparava, ouvia orientações do treinador.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Curiosamente, esta não foi a primeira dor de cabeça de Ferreira com seu principal instrumento de trabalho. Antes de as competições começarem, ele chegou a Tóquio com a notícia de que as pranchas haviam sido extraviadas devido a um problema de conexão no aeroporto de Paris.

Aproveitando ao máximo as boas ondas da praia de Tsurigasaki, o segundo colocado do ranking da WSL (World Surf League) abriu boa vantagem sobre o japonês e faltando 18 minutos para o fim da prova já somava 12,50 contra 5,56 de Igarashi.

Seguindo na regressiva, faltando 10 minutos para o fim do confronto, o japonês permanecia sem conseguir mudar a pontuação (3,83 + 1,73), passando longe da disputa que havia ido com Medina. Ítalo, por sua vez, aumentava o rendimento e somava 14,77 pontos (7,77 + 7,00).

Com o brasileiro sobrando no mar e o japonês sem poder de reação, o resultado final não poderia ter sido diferente. Sem sustos, Ítalo Ferreira coroou a bela campanha na competição e o placar deixou clara a superioridade: 15,14 a 6,60. No minuto final, ele já comemorava a conquista e desfilava sobre a prancha em direção à praia. Uma festa emocionante!

“Eu vim com uma frase para o Japão: “diz amém que o ouro vem”. Treinei muito nos últimos meses e Deus realizou o meu sonho, de me dar a oportunidade de fazer o que eu amo. Ajudar as pessoas e a minha família. Foi entrar na água, sem pressão, e eu consegui o que eu queria”, destacou Ítalo.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Integra da carta de uma mãe que querem calar

A notícia incomoda, não sendo divulgada na grande mídia, mas tem o apoio dos médicos pela vida. Uma vitima entre quantas escondidas?

Fábrica clandestina de cigarros é fechada

O espaço era grande e tinha total estrutura para produção irregular dos cigarros e até mesmo para venda com "Caixas, maquinários, embalagens, uma estrutura completa.

Ipem-SP detecta fraude em veículo-tanque em Ribeirão Preto

A Polícia Militar foi acionada após a constatação da fraude

SÃO TOMÉ DAS LETRAS: O QUE FAZER NA CIDADE MÍSTICA DE MINAS GERAIS

Dica de turismo para você fugir da cidade e passar um final de semana ou se programar para o próximo feriado.

Museu Casa de Portinari promove Música no Coreto, neste sábado (18)

Realizada na praça Martim Moreira, a apresentação contará com repertório de música popular; gratuita e respeitando todos os protocolos de segurança
- PUBLICIDADE -