InícioEsportesCaratê de Ribeirão Preto fatura sete medalhas no Brasileiro Universitário

Caratê de Ribeirão Preto fatura sete medalhas no Brasileiro Universitário

- continua após a publicidade -

A Equipe de Caratê de Ribeirão Preto,  conquistou sete medalhas no Campeonato Brasileiro Universitário, nesta sexta-feira, 10, em Manaus.

Foram três ouros, três pratas e um bronze. Os campeões garantiram a pré-vaga para o Mundial da categoria, que será realizado em agosto, em Portugal.

Os títulos foram de Vinícius Figueira (até 67 kg), Cristian Tavares (kata) e Tamires Souza (acima de 68 kg), que também foi prata por equipes. “Resultado muito bom para eles, de destaque nacional. Com certeza traz mais confiança para a sequência da temporada”, disse o técnico Ricardo Aguiar, que também comanda a Seleção Brasileira.

Além dessas medalhas, Ribeirão Preto foi ao pódio com Breno Matheus, bronze na até 67 kg e Stéphani Trevisan (até 61 kg), prata individual e por equipes. Eles, junto com Figueira e Thamires, se preparam para o sul-americano da modalidade, que será no fim de junho, em Cartagena, na Colômbia.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Ipem-SP detecta fraude em veículo-tanque em Ribeirão Preto

A Polícia Militar foi acionada após a constatação da fraude

SÃO TOMÉ DAS LETRAS: O QUE FAZER NA CIDADE MÍSTICA DE MINAS GERAIS

Dica de turismo para você fugir da cidade e passar um final de semana ou se programar para o próximo feriado.

Museu Casa de Portinari promove Música no Coreto, neste sábado (18)

Realizada na praça Martim Moreira, a apresentação contará com repertório de música popular; gratuita e respeitando todos os protocolos de segurança

ShoppingSantaÚrsula recebe a exposição “Arte que Fala”

Com curadoria da artista plástica e educadora Cristiane Cordeiro, mostra reúne cinco latas ilustrativas, com uma mensagem e link para palestras que fizeram parte da Feira Internacional do Livro 2021

Menor NÃO: Ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Segundo Queiroga, foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados. “A OMS não recomenda a vacinação de adolescentes
- PUBLICIDADE -