InícioSaúdeTotalmente confiável SQN: Israel se prepara para 4ª dose

Totalmente confiável SQN: Israel se prepara para 4ª dose

Pelo visto a imunização tem tem eficácia ou dura bem pouco tempo, se compararmos com outras vacinas que são reforçadas após 10 anos,

- continua após a publicidade -

No combate ao coronavírus SARS-CoV-2, as autoridades de saúde de Israel discutem a questão da vacinação contra a COVID-19, inclusive se preparam para uma possível quarta dose do imunizante. É o que afirmou o epidemiologista e encarregado da campanha de combate à doença no país, Salman Zarka, no sábado (5).  

“Dado que o vírus está aqui e continuará aqui, também precisamos nos preparar para uma quarta aplicação [da vacina contra a COVID-19]”, anunciou o epidemiologista. No entanto, não foi especificado quando a quarta dose deverá ser aplicada na população. 

Por outro lado, Zarka adiantou que, caso necessária, a próxima dose de reforço deve ser adaptada para melhor proteger contra novas variantes do coronavírus, como a Delta (B.1.671.2).  Anteriormente, o epidemiologista comentou que, no final de 2021 ou no início de 2022, os imunizantes deverão ser especialmente adaptados para proteger contra as variantes em circulação no país.

Vale lembrar que Israel é considerado o primeiro país a oferecer, oficialmente, uma terceira dose contra a COVID-19. No início de agosto, o país começou a oferecer doses de reforço para a população com mais de 60 anos. Agora, a dose extra está disponível para todos os que se imunizaram, desde que tenham completado o esquema vacinal anterior há pelo menos cinco meses.

De acordo com a plataforma de dados Our World in Data, apenas 62,7% da população israelense está completamente imunizada contra a COVID-19, ou seja, recebeu as duas doses de algum imunizante — este levantamento não considera aqueles que retornaram para a terceira dose. Além disso, 5,7% da população aguarda ainda para completar o primeiro esquema vacinal anunciado.

arquivo
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Menor NÃO: Ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Segundo Queiroga, foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados. “A OMS não recomenda a vacinação de adolescentes

Teatro Municipal lança edital de ocupação do 1° semestre de 2022

Inscrições começaram dia 15 de setembro e vão até 15 de outubro

Avenida Thomaz Alberto Whately tem nova interdição para obras

Bloqueio ocorre para obras do trecho 1 do corredor de ônibus Norte-Sul pelo programa Ribeirão Mobilidade

IMPORTANTE COMPARTILHE: Anvisa e Min. da Saúde NÃO Recomendam a vacinação para Menores de 18 Anos

Não se vê veículos de imprensa ou governantes falando sobre o assunto, muito pelo contrario continuam incentivando a vacina que não tem teste para menores de 18 anos

Vacinados já são 81,7% dos internados em SP

Do total de hospitalizados, 51,6% (325 doentes) já foram totalmente imunizados, com as duas doses, (34,6%) com Coronavac.
- PUBLICIDADE -