InícioSaúdeIII Encontro de Jovens Multiplicadores discute IST/Aids e gravidez na adolescência

III Encontro de Jovens Multiplicadores discute IST/Aids e gravidez na adolescência

Evento acontece nesta terça-feira, 5 de novembro, no auditório da Faculdade de Direito da USP e finaliza Projeto Conversação 2019

- continua após a publicidade -

A Secretaria Municipal da Saúde, por meio do Programa DST/Aids, Tuberculose e Hepatites Virais, promove nesta terça-feira (05), no auditório da Faculdade de Direito/USP, o III Encontro dos Jovens Multiplicadores, parte das atividades do   “Projeto Conversação: conversas e ação para prevenção das IST/Aids e gravidez na adolescência”. 

Durante o evento, que marca a finalização do projeto em 2019, haverá a exposição dos projetos desenvolvidos nas escolas e apresentação do espetáculo “Cobrindo a megera de olho na fera”, da Companhia das Artes de Jundiaí.

Oprojeto Conversação, desenvolvido em parceria com a Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto – USP e com suporte da Diretoria de Ensino de Ribeirão Preto, surgiu da preocupação com o crescente aumento dos casos de infecção pelo HIV entre os jovens e adolescentes em Ribeirão Preto.

Considerando ambos os sexos e todas as idades, a taxa de detecção de HIV nos últimos 10 anos aumentou 28%, enquanto entre meninos de 15 a 19 anos ultrapassou 200%.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O objetivo do projeto é promover a parceria com gestores e educadores das escolas de Ensino Fundamental (Ciclo II) e Ensino Médio, públicas e privadas, para o desenvolvimento de ações de prevenção às IST/Aids, formar adolescentes e jovens multiplicadores por meio de oficinas de educação em saúde, oportunizando espaços de diálogo e prevenção e fomentar a participação juvenil em que adolescentes e jovens possam atuar como sujeitos transformadores da realidade.

“Entre os anos de 2017 a 2019, escolas aderiram e participaram ativamente do projeto. Foram 27 escolas participantes, sendo uma SESI, 21 Escolas Estaduais e cinco escolas municipais, envolvendo mais de 400 jovens multiplicadores nas ações de prevenção nos seus espaços, na escola, na família e na comunidade”, ressalta a coordenadora do programa DST Aids e Tuberculoses Virais da Secretaria Municipal da Saúde, Lis Neves.

As ações desenvolvidas incluíram reuniões com os representantes das escolas participantes, atualização dos professores, realização de oficinas nas escolas com os alunos multiplicadores e, a partir daí, estes alunos elaboraram um plano de ação dentro das suas escolas: criação de vídeos, histórias em quadrinhos, paródias, caixinhas de dúvidas, cantinho da prevenção entre outros. 

ESCOLAS PARTICIPANTES EM 2019:

EE DEPUTADO ANTONIO CALIXTO (ANTIGA DR PAULO GOMES ROMEO)
EE PROFESSORA DJANIRA VELHO
EE PROFESSORA EUGÊNIA VILHENA DE MORAIS
EMEF PROFESSORA ELISA DUBOC GARCIA
EE JOVEM FELIPE GUI ROCHA (ANTIGA FLAMBOYANS)
EE PROFESSORA GLETE DE ALCÂNTARA
EE DR GERALDO CORREIA DE CARVALHO
EE PROFESSOR HÉLIO LOURENÇO DE OLIVEIRA
EE PROFESSORA IRENE DIAS RIBEIRO
EMEF JARBAS MASSULLO
EE PROFESSORA JENNY DE TOLEDO PIZA SCHROEDER
E E PROFESSOR JOÃO AUGUSTO MELLO
EE PROFESSOR JOSÉ LIMA PEDREIRA DE FREITAS
EMEFEM D LUIS DO AMARAL MOUSINHO
E E DR. MEIRA JÚNIOR
EE MIGUEL JORGE
EE PROFESSORA NAIR GUILHERMINA PINHEIRO NOGUEIRA
EMEF NELSON MACHADO
EE PROFESSOR OSCAR DE MOURA LACERDA
EE JARDIM ORESTES LOPES DE CAMARGO
EE PROFESSOR PAULO CESAR GIOVANNETTI (ANTIGO JARDIM PAIVA II)
EE PROFESSOR RAFAEL LEME FRANCO
CE SESI PLANALTO VERDE
EE PROFESSOR VICENTE TEODORO DE SOUZA
EE WALTER PAIVA
EE WALTER FERREIRA
EMEF WALDEMAR ROBERTO

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -