InícioSaúdeFundo Social inicia Campanha do Agasalho 2019

Fundo Social inicia Campanha do Agasalho 2019

- continua após a publicidade -

A Campanha do Agasalho 2019 do Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Preto teve início no dia 20 de maio e receberá doações durante todo o período de outono e inverno. A estimativa é de que a arrecadação seja concluída em agosto, mas enquanto houver recebimento de doações, a distribuição de agasalhos continuará.

São aceitos qualquer tipo de agasalho e para fazer a doação o munícipe pode ir até o Fundo Social da Solidariedade, na rua Cerqueira César, nº 383 – Centro, ou nos postos de coleta cadastrados na prefeitura.

Ao todo, são 18 pontos espalhados pela cidade: Habiart, Abutres, oito unidades do Supermecado Mialich, nos bairros Quintino Facci II, Parque Ribeirão Preto, Ribeirão Verde, Jardim Anhanguera, Vila Elisa, Ipiranga e Candido Portinari, e oito lojas do Savegnago, nas avenidas Maurílio Biagi, Portugal, Caramuru, Capitão Salomão, Nove de Julho, Cel Quito Junqueira e ruas Henrique Dumont e Silveira Martins.

 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cerca de 40 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19

Dados são Vigilância Epidemiológica, que conclama a população a procurar os postos de vacinação e manter o controle da doença

“Concertos Internacionais” apresenta homenagem a Astor Piazzolla

Concerto será transmitido no dia 23 de outubro, às 19h, como parte das comemorações de 91 anos do Theatro Pedro II

Nogueira quer que você receba agua do Rio Pardo nas torneiras

Hoje a agua do DAERP é do aquífero guarani, uma agua mineral será substituída por aguas do Rio Pardo. Você aprova esta mudança?

Atenção: Alerta para tentativa de golpe contra aposentados

Instituto de Previdência orienta beneficiários a não informar dados pessoais ou bancários

Ditador Moraes manda prender e extraditar Allan dos Santos

Se não estamos vivendo em uma ditadura do judiciário, o que se compara com atitudes destes loucos? Maduro, Chaves, Alexandre de Moraes...
- PUBLICIDADE -