InícioSaúdeDoria vem a Ribeirão e inicia testes clínicos da ButanVac em voluntários

Doria vem a Ribeirão e inicia testes clínicos da ButanVac em voluntários

O governador que quebrou o comercio e colocou a população na miséria participa, às 11 horas, no Hemocentro de Ribeirão Preto, nesta sexta-feira (9),

- continua após a publicidade -

O governador que quebrou o comercio e colocou a população na miséria participa, às 11 horas, no Hemocentro de Ribeirão Preto, nesta sexta-feira (9)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, na última semana, o início dos testes. No total, 418 pessoas em Ribeirão Preto irão servir como cobaias nos testes do imunizante. No total, serão 5 mil voluntários, em três fases de testes, em todo o Estado.

Nesta sexta-feira, os pesquisadores farão a triagem de um grupo de voluntários no Hemocentro, centro de pesquisa vinculado ao hospital. O procedimento antecede a aplicação do imunizante ou das doses de placebo, que deve ocorrer somente nos próximos dias.

Testes

Além da etapa que será iniciada nesta sexta-feira, a vacina do Butantan passará ainda por outras duas fases. Ao longo do processo, será medida a eficácia do imunizante e também será feita a comparação entre o desempenho da nova vacina do Butantan contra a Covid-19 e outras vacinas que estão em uso.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Segundo Dimas Covas, responsável pelo Butantan, o imunizante deve custar menos que as outras vacinas e será produzido com a logística que a instituição já tem para a fabricação de imunizantes contra a gripe.

“É uma vacina já aperfeiçoada em vários sentidos, feita em uma base tecnológica disponível no Brasil, a mesma que usa a vacina da gripe, não só disponível como também com preço muito mais acessível e capacidade de produção muito grande”, afirma Dimas Covas.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Menor NÃO: Ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Segundo Queiroga, foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados. “A OMS não recomenda a vacinação de adolescentes

Teatro Municipal lança edital de ocupação do 1° semestre de 2022

Inscrições começaram dia 15 de setembro e vão até 15 de outubro

Avenida Thomaz Alberto Whately tem nova interdição para obras

Bloqueio ocorre para obras do trecho 1 do corredor de ônibus Norte-Sul pelo programa Ribeirão Mobilidade

IMPORTANTE COMPARTILHE: Anvisa e Min. da Saúde NÃO Recomendam a vacinação para Menores de 18 Anos

Não se vê veículos de imprensa ou governantes falando sobre o assunto, muito pelo contrario continuam incentivando a vacina que não tem teste para menores de 18 anos

Vacinados já são 81,7% dos internados em SP

Do total de hospitalizados, 51,6% (325 doentes) já foram totalmente imunizados, com as duas doses, (34,6%) com Coronavac.
- PUBLICIDADE -