InícioSaúdeDezembro Vermelho começa com “Dia Mundial de Luta Contra a Aids” em...

Dezembro Vermelho começa com “Dia Mundial de Luta Contra a Aids” em Ribeirão Preto

Testagem para HIV e Sífilis será reforçada de 1º a 5 de dezembro nas unidades de saúde da rede municipal

- continua após a publicidade -

A Campanha Fique Sabendo, realizada anualmente em todo Estado de São Paulo, tem o objetivo de estimular a população a realizar os testes de Aids e de Sífilis, especialmente pessoas com vida sexual ativa que nunca realizaram esses testes e/ou que pertençam aos grupos mais atingidos por essas doenças.

As unidades de saúde da rede municipal de Ribeirão Preto intensificarão a testagem para HIV e Sífilis de 1º a 5 de dezembro e também realizarão atividades educativas e de prevenção para a população, incluindo ações dentro e fora das unidades.

Esse ano, as atividades serão mais tímidas devido à pandemia do novo coronavírus, porém, as equipes estão capacitadas e orientadas quantos às medidas sanitárias de cuidado e prevenção para não ampliarem a contaminação da COVID-19.

foto arquivo

A equipe do Programa Municipal de DST/Aids, Tuberculose e Hepatites Virais realizará Testes Rápidos para HIV nesta terça- feira, dia 1º de dezembro, das 10h às 14h, na Praça XV de Novembro, região central da cidade. Além da testagem, haverá orientação sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e HIV, sobre Profilaxia Pós-exposição ao HIV (PEP), Profilaxia Pré-exposição ao HIV (PREP) e distribuição de insumos de prevenção, como preservativos feminino, masculino e gel lubrificante.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A campanha conta com a parceria de empresas que promoverão ações educativas junto aos seus colaboradores e com outros atores, como ONGs e universidades. O Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual e Identidade de Gênero também realizará um evento on-line em parceria com o programa, intitulado “Prevenção Combinada do HIV: Cuidar de Mim e Cuidar de Todos”, nesta terça-feira (1º), às 19 h, nas redes sociais do Conselho.

O desafio do controle da epidemia do HIV
A UNAIDS estabeleceu o desafio da meta 90/90/90, de forma a controlar a Aids enquanto epidemia até 2030. O Brasil é signatário dessa meta, que consiste em:
• diagnosticar 90% de todas as pessoas que têm o vírus HIV;
• que 90% destas diagnosticadas recebam terapia antirretroviral ininterruptamente;
• que 90% de todas em tratamento com antirretrovirais tenham suprimido a carga viral, levando-a a níveis indetectáveis.

Posteriormente, a meta de alcançar zero discriminação também foi incorporada.
Em Ribeirão Preto, o acesso ao diagnóstico precoce do HIV melhorou, evidenciado pela queda de 60% na taxa de incidência de Aids nos últimos 10 anos e aumento de 28% na taxa de detecção de HIV, considerando ambos os sexos e todas as idades.

Entretanto, causa preocupação o fato de que, entre meninos jovens de 15 a 29 anos, a taxa de detecção de HIV tenha aumentado em torno de 200%, principalmente entre os que têm mais escolaridade e entre homens que fazem sexo com outros homens. Um dado a ser comemorado é que no último ano não houve nenhuma criança infectada por transmissão vertical no município, fruto de um bom trabalho em relação às ações do pré-natal e pré-natal do parceiro.

Promover o acesso ao teste e ampliar o número de pessoas que conheçam seu status sorológico é parte essencial do enfrentamento da epidemia. A testagem é a porta de entrada nesta cadeia de ações de prevenção, tratamento e cuidado. Com diagnóstico precoce e graças à evolução do tratamento, tem-se melhorado a qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV/Aids, além da diminuição da mortalidade e transmissibilidade.

O panorama da Sífilis também é preocupante e acompanha uma tendência nacional; a taxa de detecção de Sífilis Adquirida no município em 2018 foi de 185,1 casos/100.000 habitantes, e entre as gestantes, 18,8/100.000. Gestantes não tratadas adequadamente na gestação podem transmitir a infecção para o feto, podendo acarretar até 40% de aborto espontâneo, natimorto ou morte perinatal.

Assim, toda a população sexualmente ativa que nunca se testou ou que teve relacionamento sexual desprotegido deve procurar as Unidades Básicas de Saúde de Ribeirão Preto para a realização dos testes do HIV e Sífilis.

foto arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Ipem-SP detecta fraude em veículo-tanque em Ribeirão Preto

A Polícia Militar foi acionada após a constatação da fraude

SÃO TOMÉ DAS LETRAS: O QUE FAZER NA CIDADE MÍSTICA DE MINAS GERAIS

Dica de turismo para você fugir da cidade e passar um final de semana ou se programar para o próximo feriado.

Museu Casa de Portinari promove Música no Coreto, neste sábado (18)

Realizada na praça Martim Moreira, a apresentação contará com repertório de música popular; gratuita e respeitando todos os protocolos de segurança

ShoppingSantaÚrsula recebe a exposição “Arte que Fala”

Com curadoria da artista plástica e educadora Cristiane Cordeiro, mostra reúne cinco latas ilustrativas, com uma mensagem e link para palestras que fizeram parte da Feira Internacional do Livro 2021

Menor NÃO: Ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Segundo Queiroga, foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados. “A OMS não recomenda a vacinação de adolescentes
- PUBLICIDADE -