Início Saúde Casos de dengue continuam em queda em Ribeirão Preto

Casos de dengue continuam em queda em Ribeirão Preto

- continua após a publicidade -

O Boletim Epidemiológico divulgado nesta terça-feira, dia 20 de junho, pela Divisão de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde, apontou que houve uma queda de 99,85% nos casos de dengue em Ribeirão Preto, nos cinco primeiros meses do ano. Em 2016, no mesmo período, foram 34.882 casos, contra 54 neste ano.

Quando comparado com o mês de maio de 2016, a diferença é significativa. Foram registrados 522 casos da doença no ano passado, contra seis no mesmo período deste ano, queda de 98,85%.

O secretário de Saúde, Sandro Scarpelini explica que a limpeza, o trabalho dos agentes de saúde e a conscientização da população levaram a essa redução drástica dos casos de dengue. “Para alcançar esse resultado, foi reforçado o trabalho de limpeza e controle do mosquito Aedes aegypti na cidade, bloqueando o avanço das doenças que ele transmite”.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde e Planejamento da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, Luzia Márcia Romanholi Passos, esclarece que, apesar de este ano continuar apresentando queda de pessoas infectadas pela doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, é importante não facilitar. “A população deve ficar alerta e continuar exercendo a principal forma de evitar a doença, com prevenção, ou seja, não deixar água parada nos ralos, olhar os vasos, tomar cuidado com as garrafas, onde o mosquito se desenvolve”.

Já para chikungunya foram dois casos confirmados, mesmo número registrado em maio de 2016. Foram registrados e investigados também, oito casos suspeitos de zika vírus, mas nenhum confirmado.  Em maio de 2016, foram investigados 240 casos da doença.

Casos de microcefalia ou outras alterações neurológicas, possivelmente relacionadas à infecção pelo zika vírus, não foram relatados em maio de 2017. No mesmo período do ano passado, também não houve registro confirmado da doença.

De acordo com o levantamento, não foram registrados também casos de febre amarela durante os cinco primeiros meses deste ano.

Já os casos da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Gripe causada pelo vírus Influenza), em maio deste ano, não houve nenhum caso confirmado em Ribeirão Preto.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Acesse o boletim completo.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Justiça bloqueia R$ 29 milhões em bens de Doria em ação por improbidade

PSDB e sua fake: Doria gastou com propaganda pessoal o equivalente a 21% do total empregado nas obras de asfalto.

Padaria Pet abre unidade em Ribeirão Preto

Loja é a 9ª franquia da rede, que terá tratamento de aromaterapia, espaço para aniversário pet, petiscaria gourmet para cães e gatos como, pipoca, bolo de caneca, cerveja e café

TEL abre 300 vagas de emprego em São Paulo

Home Office: Processo seletivo oferece oportunidades em telemarketing para vendas; empresa já emprega 15 mil profissionais no Brasil

68% dos lojistas apontam aumento nas vendas, após seis meses de quarentena

Setor de eletrônicos foi o mais beneficiado, segundo FCDLESP; apenas 15% das micro e pequenas empresas conseguiram o PRONAMPE

AGU confirma impedimento de cultivo doméstico de Cannabis sativa

Morador acionou a Justiça para obter autorização para cultivar planta em casa, o que é vedado pela legislação