Início Região Taquaritinga Taquaritinga : Prefeito declara situação de emergência no Município

Taquaritinga : Prefeito declara situação de emergência no Município

- continua após a publicidade -

O prefeito Vanderlei Marsico considerou a gravidade e o impacto da paralisação nacional dos caminhoneiros, que se iniciou em 21 de maio passado, ocasionando o desabastecimento de bens indispensáveis à manutenção de serviços públicos, sobretudo os combustíveis, e declarou “situação de emergência no Município de Taquaritinga”. O decreto criou, também, o Comitê de Gerenciamento de Crise no Gabinete do Prefeito, que atuará até o fim da greve e a normalização da situação.

“Apoiamos o movimento dos caminhoneiros, mas é preciso que o município esteja preparado para enfrentar as dificuldades decorrentes da greve”, disse o prefeito, para explicar o Decreto n.º 4.728/2018, baixado na segunda-feira (28/5).

O Comitê de Gerenciamento de Crise tem a seguinte composição: Prefeito (a quem caberá a coordenação); secretário Municipal de Governo; secretário Municipal da Fazenda; secretário Municipal de Assuntos Jurídicos; Procurador Geral do Município; secretária Municipal da Saúde; secretária Municipal de Educação; secretaria Municipal de Administração; e diretoria de Comunicação Social.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O Comitê tem a incumbência de propor e adotar medidas preventivas e reparadoras, administrativas e judiciais, para garantir a manutenção dos serviços públicos essenciais, e, também, de monitorar a situação de abastecimento e operação dos serviços. Se for o caso, o Comitê pode requerer a decretação de estado de calamidade pública ou a revogação do estado de emergência.

Para os fins do decreto, são considerados serviços públicos essenciais a Saúde (transporte de pacientes e de material biológico, gás medicinal e diesel para geradores, distribuição de insumos, vacinas e medicamentos); Educação (transporte de alunos e distribuição de gêneros alimentícios para os estabelecimentos educacionais); transporte coletivo urbano de passageiros; coleta de lixo; serviço funerário; segurança urbana e defesa civil.

No caso de iminente perigo público, o município poderá ser requisitar propriedade particular para uso público, sendo assegurada ao proprietário uma eventual indenização, se houver dano.

As secretarias, órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta deverão implantar plano de racionalização de uso dos insumos, com o objetivo de preservar a continuidade das atividades essenciais.

O secretário Municipal da Fazenda passa a ser responsável pelo descontingenciamento de recursos orçamentários, desde que necessários ao atendimento das situações emergenciais.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Série B: Botafogo e Juventude empatam em Ribeirão Preto

Veja a classificação atualizada da Série B do Brasileiro.

Misterio, chama padre Quevedo ou bispo Macedo: Casos de dengue têm queda desde abril

Em Ribeirão Preto os casos sumiram misteriosamente dos boletins da secretaria da saúde. Em novembro, foi confirmado apenas um caso.

Rede de Posto Monte Carlo traz para as rodovias da região de Ribeirão Preto unidades do Frango Assado e Pizza Hut

Com mais de R$ 100 milhões em investimentos, negociação trará para os consumidores marcas consagradas e desejadas, gerando 700 empregos diretos

Foi inaugurado Ecoponto no Jardim Palmeiras II

Local é destinado à entrega voluntária de pequenos volumes de entulho, móveis velhos, madeiras, recicláveis e massa verde

MARP convida para o 45° Salão de Arte de Ribeirão Preto

A exposição do SARP 2020 acontecerá até 18 de dezembro e de 05 a 23 de janeiro de 2021, no MARP