InícioRegiãoTaquaritingaTaquaritinga : Prefeito declara situação de emergência no Município

Taquaritinga : Prefeito declara situação de emergência no Município

- continua após a publicidade -

O prefeito Vanderlei Marsico considerou a gravidade e o impacto da paralisação nacional dos caminhoneiros, que se iniciou em 21 de maio passado, ocasionando o desabastecimento de bens indispensáveis à manutenção de serviços públicos, sobretudo os combustíveis, e declarou “situação de emergência no Município de Taquaritinga”. O decreto criou, também, o Comitê de Gerenciamento de Crise no Gabinete do Prefeito, que atuará até o fim da greve e a normalização da situação.

“Apoiamos o movimento dos caminhoneiros, mas é preciso que o município esteja preparado para enfrentar as dificuldades decorrentes da greve”, disse o prefeito, para explicar o Decreto n.º 4.728/2018, baixado na segunda-feira (28/5).

O Comitê de Gerenciamento de Crise tem a seguinte composição: Prefeito (a quem caberá a coordenação); secretário Municipal de Governo; secretário Municipal da Fazenda; secretário Municipal de Assuntos Jurídicos; Procurador Geral do Município; secretária Municipal da Saúde; secretária Municipal de Educação; secretaria Municipal de Administração; e diretoria de Comunicação Social.

O Comitê tem a incumbência de propor e adotar medidas preventivas e reparadoras, administrativas e judiciais, para garantir a manutenção dos serviços públicos essenciais, e, também, de monitorar a situação de abastecimento e operação dos serviços. Se for o caso, o Comitê pode requerer a decretação de estado de calamidade pública ou a revogação do estado de emergência.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Para os fins do decreto, são considerados serviços públicos essenciais a Saúde (transporte de pacientes e de material biológico, gás medicinal e diesel para geradores, distribuição de insumos, vacinas e medicamentos); Educação (transporte de alunos e distribuição de gêneros alimentícios para os estabelecimentos educacionais); transporte coletivo urbano de passageiros; coleta de lixo; serviço funerário; segurança urbana e defesa civil.

No caso de iminente perigo público, o município poderá ser requisitar propriedade particular para uso público, sendo assegurada ao proprietário uma eventual indenização, se houver dano.

As secretarias, órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta deverão implantar plano de racionalização de uso dos insumos, com o objetivo de preservar a continuidade das atividades essenciais.

O secretário Municipal da Fazenda passa a ser responsável pelo descontingenciamento de recursos orçamentários, desde que necessários ao atendimento das situações emergenciais.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O nosso adeus a Miguel Liporassi

Ribeirão Preto perde Miguel Liporassi: Não era polêmico nem agressivo, era respeitado pela qualidade, voz e equilíbrio nos comentários. E pela postura com os colegas, leal, ficava longe das intrigas de bastidores.

PREVISÕES DO TAROT EM JULHO DE 2022

As previsões para Julho de 2022, trazem transformação nas finanças, amor, relação familiar

Vice de Lula tem novamente bens bloqueados pelo Ministerio Publico

Justiça Eleitoral determina bloqueio de R$ 11,3 milhões em bens de Geraldo Alckmin no caso Odebrech

Multas no corredor de onibus da Vargas começa nesta Segunda-feira (4)

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, transitar pela faixa exclusiva de ônibus é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Congresso mundial online reunirá milhões de pessoas para falar sobre “paz”

Como sentir paz e tranquilidade apesar dos desafios provocados pelo aumento do custo de vida, da violência, dos desastres naturais, do ódio e das guerras?
- PUBLICIDADE -