Início Região Araraquara Droga apreendida pela Polícia Rodoviária passa de três toneladas em Araraquara

Droga apreendida pela Polícia Rodoviária passa de três toneladas em Araraquara

- continua após a publicidade -

No final da tarde desta quinta-feira, dia 21, a Polícia Rodoviária confirmou que a carga de maconha apreendida hoje em Araraquara passou de três toneladas (3.103 quilos). Três pessoas foram presas. O motorista do caminhão baú que transportava o entorpecente e dois homens que escoltavam a carga em um veículo Celta.

O caminhão, cor amarela, com placas de Campo Grande, Mato Grosso do Sul foi abordado às 10h30 na Rua Araraquara, às margens da Rodovia Washington Luís, no bairro Quitandinha. No baú do veículo tinham algumas cadeiras de plástico e a dezenas de pacotes grandes com tijolos de maconha.

No mercado do tráfico de drogas a carga está avaliada em aproximadamente R$ 3,1 milhões, já que cada quilo do entorpecente pode ser vendido por até R$ 1.000.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A ocorrência começou quando uma equipe da Policia Rodoviária realizou uma abordagem próximo a Cedral, região de São José do Rio Preto. Diante do nervosismo do condutor e do passageiro do veículo Celta, cor vermelha, de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, os policiais desconfiaram e, ao questionarem a dupla, o condutor confessou que escoltava uma carga de drogas.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Odebrecht fez pagamentos a Toffoli, denuncia Marcelo Odebrecht à PGR

Marcelo Odebrecht e os demais diretores da empresa sempre se referiam a Toffoli como “amigo de Adriano” ou “amigo de AM (Adriano Maia)”

Gol de Bolsonaro: SBT acerta transmissão da final do carioca, Flamengo e Fluminense

O SBT alcançou a sua maior audiência na história da emissora até então com a transmissão da final da Copa do Brasil, decidida por Corinthians e Grêmio

Divirta-se com os melhores tweets do MBL tratando Ayan como um guru

Com a prisão de Luciano Ayan por suspeita de lavagem de dinheiro, separamos os melhores do tweets em que mblistas idolatram o prisioneiro.

Ribeirão Preto tem leitos sobrando na rede privada e deveria contratar com urgência

Presidente da entidade diz que hospitais de campanha são um erro estratégico e que Ribeirão Preto vive o cenário já experimentado por Manaus

Preso por lavagem de dinheiro do MBL teve cargo no governo Doria

Os presos Alessander Mônaco e Carlos A. de Moraes Afonso são investigados por ocultação de patrimônio, além de lavagem de dinheiro.
- PUBLICIDADE -