InícioPolíticaVereadores cassam direitos políticos da ex-prefeita Dárcy Vera

Vereadores cassam direitos políticos da ex-prefeita Dárcy Vera

- continua após a publicidade -

Os 27 vereadores votaram pela cassação da ex-prefeita nesta sexta-feira (17)

A Câmara de Ribeirão Preto cassou os direitos políticos da ex-prefeita Dárcy Vera.
Com a decisão, Dárcy passou a ser inelegível por oito anos.

Foram três votações:
-Por aliciamento parlamentar.
-Quebra de decoro
-Por não proteger o patrimônio.
Em todas houve unanimidade – 27 votos, os vereadores presentes – pela condenação da ex-prefeita.

Acusada de comandar o maior esquema de corrupção da história em Ribeirão, a ex-prefeita Dárcy Vera foi cassada por unanimidade pelos vereadores nesta sexta-feira (17). Com a decisão, ela perde os direitos políticos e se torna ilegível por oito anos.
Dárcy é acusada de chefiar um esquema de fraudes em licitações e desvio de verbas públicas nos oito anos de mandato. Ela responde a processo na Justiça por corrupção passiva, peculato e associação criminosa.

O vereador Renato Zucoloto classificou a cassação de Dárcy Vera como: “… Um recado taxativo de quem assume o legislativo, nesse novo mandato, com vontade de fazer diferente e não mais permitir que se instale uma quadrilha no poder público de Ribeirão Preto…”

“Essa comissão expôs as vísceras do processo podre que ocorria na nossa cidade. Nossa comissão mostrou que a compra de favores levou a nossa cidade à ruína. Parlamentares assumiram papéis de delinquentes travestidos de autoridades. Estamos dizendo a Ribeirão Preto que somos um poder. Nós combatemos a velha política que escraviza a sociedade brasileira às velhas práticas”, afirmou o relator da Comissão Especial Processante, Marcos Papa (Rede).

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A reunião começou por volta das 9h desta sexta-feira e se estendeu por todo o dia.

Darcy não enviou representantes legais para sua defesa com  isso, o advogado Alexandre Veloso Rocha, que estava presente se dispôs a defendê-la, se tornou o responsável pela argumentação.

“Aceitei esse caso porque julguei neste salão a defesa do direito e para que esse julgamento seja válido. Mas não estou aqui para endossar os atos cometidos”, afirmou ao iniciar a fala.

Em cédulas de papel, os vereadores tiveram que responder separadamente a três perguntas sobre os temas acima. Votando “sim”, os parlamentares consideravam que Dárcy havia cometido as infrações e assinalando “não”, consideravam a ex-prefeita inocente.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Organização IYF e empresas parceiras adotam como missão o desenvolvimento social e econômico do país

A essência da responsabilidade social está em adotar atitudes benéficas e proativas para a sociedade e o meio ambiente.

Cerca de 40 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19

Dados são Vigilância Epidemiológica, que conclama a população a procurar os postos de vacinação e manter o controle da doença

“Concertos Internacionais” apresenta homenagem a Astor Piazzolla

Concerto será transmitido no dia 23 de outubro, às 19h, como parte das comemorações de 91 anos do Theatro Pedro II

Nogueira quer que você receba agua do Rio Pardo nas torneiras

Hoje a agua do DAERP é do aquífero guarani, uma agua mineral será substituída por aguas do Rio Pardo. Você aprova esta mudança?

Atenção: Alerta para tentativa de golpe contra aposentados

Instituto de Previdência orienta beneficiários a não informar dados pessoais ou bancários
- PUBLICIDADE -