InícioPolíticaO socialismo sendo implantado e a população nem percebe

O socialismo sendo implantado e a população nem percebe

Novo rodízio em SP afeta motoristas de aplicativo, caminhoneiros e trabalhadores noturnos. O direito do brasileiro cada dia mais é deletado.

- continua após a publicidade -

Muitos trabalhadores foram surpreendidos com a decisão da Prefeitura de São Paulo de endurecer as regras do rodízio de veículos na cidade durante a pandemia do novo coronavírus. Motoristas de aplicativo de transporte e funcionários noturnos estão apreensivos e temem perder ainda mais a renda.

Muito que hoje vão ao trabalho com carro próprio, serão obrigados a usar o transporte publico, aumentando a aglomeração. É melhor colocar mais pessoas dentro de ônibus e metrô, ou deixar que cada um que pode se desloque com seu veiculo?

Os motoristas de aplicativos que já tiveram sua renda diminuída, agora serão obrigados a trabalhar dia sim e outro não.

Os caminhoneiros que já enfrentam problemas inclusive de alimentação, pois muitos postos de serviços estão proibidos de servir alimento, agora terão que se adequar ao rodízio e muitas vezes passar o dia parado, esperando que a placa de seu veiculo esteja liberada. Ou seja a renda cai, pois demora mais para poder fazer sua entrega.

arquivo
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Adalberto Alves trabalha 12 horas por dia nos sete dias da semana como motorista de aplicativo. Com a nova regra, ele poderá, a partir de segunda-feira (11), apenas circular dia sim dia não na capital paulista, de acordo com a placa do veículo. Ele trocou de carro recentemente e diz que já vê problemas para pagar as contas.

O decreto que institui o rodízio foi publicado nesta sexta-feira (8) com algumas alterações. Estão fora da restrição carros particulares de agentes da segurança pública, fiscais da fazenda, profissionais da imprensa, trabalhadores do serviço funerário e da assistência social, além dos profissionais de saúde. A liberação será feita mediante um cadastro feito pela empresa na Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, com informações do trabalhador e do veículo.

foto arquivo

Trabalhadores noturnos

Quem trabalha à noite está preocupado em não conseguir chegar no serviço ou voltar para casa depois de uma exaustiva jornada de trabalho, já que o rodízio vale também nas madrugadas. Márcio Mingote de Oliveira está há 15 anos na Ecourbis, empresa que faz a coleta de lixo na cidade. Ele é motorista do caminhão das 18h15 até quase 2h da manhã. Ele e os outros três colegas da equipe usam o carro particular nos deslocamentos.

Isenção do rodízio

Algumas categorias e serviços podem circular apesar do rodízio. São isentos de restrição motocicletas, viaturas da polícia e bombeiros, Forças Armadas, Defesa Civil, veículos usados em serviços essenciais como abastecimento, gás, água, energia, obras, Correios, coleta de lixo, transporte escolar e coletivo, guinchos e ambulâncias.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Contações de histórias compõem a programação do final de semana do Museu Casa de Portinari

Conheça também a faceta poética de Candido Portinari no Pela Janela (25); on-line e gratuita

Terceira via discute impeachment de Bolsonaro como única forma de derrotar Lula

Com economia e empregos em recuperação, falta de escândalos no governo e popularidade nas ruas em alta, os concorrentes enxergam no impeachment a única forma de barrar Bolsonaro em 2022

Olimpíada de Tóquio: saiba quem são os brasileiros favoritos ao ouro

Judô? Vôlei? Natação? Atletismo? Futebol? De onde virão as medalhas de ouro para o Brasil?

Ribeirão Preto já vacinou mais de 50% da população com a primeira dose

Foram 360.962 pessoas imunizadas com a primeira dose, 112.238 com a segunda e 15. 948 com dose única

120 vagas para cursos gratuitos de qualificação com bolsa-auxílio em Ribeirão Preto

São 60 vagas para o curso de Porteiro e Controlador de Acesso e 60 vagas para o curso de Recepção e Atendimento, os dois com duração de 12 dias
- PUBLICIDADE -