InícioPolíticaDescendente de família imperial brasileira lança livro sobre caos político do Brasil...

Descendente de família imperial brasileira lança livro sobre caos político do Brasil em Ribeirão Preto

- continua após a publicidade -

Aproveite evento de lançamento do livro Por que o Brasil é um país atrasado?para entrevistar o ativista, cientista político e descendente da família imperial, Luiz Philippe de Orleans e Bragança, autor do livro. Ele estará dia 06/10 na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto para uma conversa e sessão de autógrafos com o leitores e interessados em política. O evento começa às 19 horas e é aberto ao público.

Serviço:
Lançamento do livro Por que o Brasil é um país atrasado? com o autor Luiz Philippe de Orleans e Bragança
Data: 06/10
Horário: a partir das 19 horas
Local: Livraria Cultura do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto
Endereço: Av. Luiz Eduardo de Toledo Prado, 900 – Vila do Golf – Ribeirão Preto/SP
O evento é aberto ao público


Com uma abordagem didática da história política do Brasil, o ativista liberal, empresário e cientista político Luiz Philippe de Orleans e Bragança faz uma profunda análise de todos os fatos ocorridos do país desde os primeiros regimes da História, passando por movimentos europeus e americanos do milênio passado até chegar no século XXI.

Por que o Brasil é um país atrasado?, livro publicado pela Editora Novo Conceito, traz ao leitor informações e esclarecimentos sobre os movimentos de esquerda e o liberalismo, defendendo o Estado de Direito. Apesar do tema complexo, o autor discute os pontos de forma didática e clara, com o objetivo de informar o leitor sobre a atual situação política pela qual o país está passando, além de explicar também conceitos e termos usados para definir cada regime de governo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Um tema tão atual quanto polêmico, a política está sob holofotes desde o processo do impeachment de Dilma Rousseff e das diversas delações que ocorreram na investigação da Lava Jato, inclusive do empresário dono da JBS, Joesley Batista. Em ambos os casos, os brasileiros se envolveram, tanto contra quanto a favor, das ações. Este livro não é para esquerdistas ou de direita, é para todo cidadão que quer pagar menos impostos e viver em uma sociedade mais justa.

“Meu propósito é apresentar subsídios para discussões propositivas e sugerir uma linha esquematizada de raciocínio. Esses instrumentos poderão ser úteis a todos os brasileiros que, desde o começo das manifestações anticorrupção que se espalharam pelas grandes cidades brasileiras em junho de 2013, vêm se perguntando como direcionar o anseio popular por mudanças perenes e o renovado interesse do povo na política em ganhos substanciais.” (Luiz Philippe de Orleans e Bragança)

SOBRE O AUTOR  Luiz Philippe de Orleans e Bragança é Administrador de Empresas e mestre em Ciências Políticas. Em 2015 ele foi o cofundador do Movimento Liberal Acorda Brasil, que hoje possui mais de 120 mil seguidores no Facebook. Luiz Philippe é sobrinho de Luiz Gastão de Orleans e Bragança, atual chefe da Casa Imperial do Brasil, o que faria dele imperador do país, caso o regime monárquico voltasse .

Ficha Técnica
Autor:
Luiz Philippe de Orleans e Bragança
Título: 
Por que o Brasil é um país atrasado?
ISBN: 
9788581638645
Selo:
NOVO CONCEITO
Páginas:
256
Preço
: R$ 44,90

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -