InícioPolicialTestemunha afirma que Adélio tinha ligação direta com Jean Wyllys

Testemunha afirma que Adélio tinha ligação direta com Jean Wyllys

Mergulhador, que aparece ao lado de Adélio em uma foto que circulou por todo o país, afirma que Adélio era uma pessoa absolutamente normal

- continua após a publicidade -

Luciano Mergulhador”, a última testemunha viva que esteve com Adélio Bispo, autor da tentativa assassinato do então candidato eleito, Jair Bolsonaro, desmentiu durante vídeo-denuncia na noite deste domingo (27), o inquérito da Polícia Federal (PF), onde o criminoso foi absolvido por “doença mental”.

Em live do jornalista Oswaldo Eustáquio, Mergulhador, que aparece ao lado de Adélio em uma foto que circulou por todo o país, afirma que Adélio era uma pessoa absolutamente normal e não “maluco”.

De acordo com Luciano, a Polícia Federal (PF) nunca o procurou e ele ainda afirma que Adélio já esteve com o ex-deputado federal, Jean Wylly e que frequentava seu gabinete.

“Lá no Congresso Nacional, no anexo 4, tem um deputado federal que seria um bom político”, teria dito Adélio a Mergulhador. No anexo 4, ficava o gabinete do Psolista.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

No dia to atentado contra Bolsonaro, foram registradas duas entradas de Adelio Bispo no anexo 4. A intenção seria criar um álibe para o caso de Adelio conseguir fugir do local do crime. Depois como foi detido, apareceram informações que os registros, foram engano.
Mas
Engano de quem? A PF nunca procurou saber, bem como nunca procurou Luciano Mergulhador, mesmo aparecendo em foto com Adelio, apresentada em telejornais.

Na manhã desta segunda-feira (27), de acordo com Eustáquio, Mergulhador foi procurado pela Polícia Federal (PF) pela primeira vez. Desde o começo da gestão Moro, que acabou na sexta-feira (24), ele nunca tinha sido chamado para prestar depoimento.

O deputado federal Bibo Nunes comentou na tarde desta segunda-feira (27), sobre o ocorrido:

“A Polícia Federal já está investigando quem mandou matar Bolsonaro. E tem a ver com o ex-deputado Jean Wyllis, que se mandou do Brasil. E com o Moro não tinha investigação neste caso que envolve segurança nacional.”

Veja mais em:

A ultima testemunha que esteve com Adelio antes do atentado desmente Moro

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Tribunal de Justiça abre concurso para para 845 vagas de Escrevente

Certame disponibiliza oportunidades entre diversas localidades do estado; veja como participar

Dois lotes de parques municipais serão administrados por iniciativas privadas

Gestão e encerramento do contrato (até cinco anos de contrato com a possibilidade de prorrogação por mais cinco anos).

Ribeirão Preto estende abertura do comércio a partir desta sexta-feira, dia 30

Medida se antecipa ao Plano São Paulo. Veja como ficam os horários.

GCMs realizam doação de sangue em Ribeirão Preto

Ação contribuiu com o estoque de sangue do hospital São Lucas; tipos O-, O+ e A - são os mais críticos, com menos da metade das bolsas necessárias

Brasil gera 309 mil empregos formais em junho

Governo deve lançar programas para inclusão de jovens no mercado
- PUBLICIDADE -