InícioMundoPesquisadores confirmam transmissão de vírus raro entre humanos na Bolívia

Pesquisadores confirmam transmissão de vírus raro entre humanos na Bolívia

O vírus Chapare, causador de febres hemorrágicas, foi transmitido a profissionais de saúde em La Paz e resultou em três mortes

- continua após a publicidade -

Pesquisadores dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos descobriram a transmissão entre humanos de um vírus raro na Bolívia, pertencente a uma família de vírus que pode causar febres hemorrágicas, como o Ebola.

A notícia é um lembrete de que os cientistas estão trabalhando para identificar novas ameaças virais para a humanidade, mesmo enquanto países ao redor do mundo lutam contra uma nova onda de surtos de Covid-19.

Cientistas disseram que em 2019, dois pacientes transmitiram o vírus a três profissionais de saúde na capital de fato da Bolívia, La Paz. Um dos pacientes e dois funcionários médicos morreram posteriormente. Apenas um pequeno surto do vírus foi documentado anteriormente, na região de Chapare, 370 milhas a leste de La Paz, em 2004.

“Nosso trabalho confirmou que um jovem residente médico, um médico de ambulância e um gastroenterologista contraíram o vírus depois de encontrar pacientes infectados”, disse Caitlin Cossaboom, epidemiologista da divisão de patógenos e patologias de alta consequência do CDC. Dois dos profissionais de saúde morreram posteriormente. “Agora acreditamos que muitos fluidos corporais podem potencialmente transportar o vírus.”

Acredita-se que o vírus seja transmitido por ratos, que por sua vez podem tê-lo transmitido aos humanos. Em geral, os vírus que se propagam através dos fluidos corporais são mais fáceis de conter do que os vírus respiratórios como o Covid-19.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Cossaboom disse que os pacientes sofreram de febre, dor abdominal, vômito, sangramento nas gengivas, erupção na pele e dor atrás dos olhos. Como não existem medicamentos específicos para a doença, os pacientes recebem apenas cuidados de suporte, como fluidos intravenosos.

“Isolamos o vírus e esperávamos encontrar uma doença mais comum, mas os dados da sequência apontavam para o vírus Chapare”, disse Maria Morales-Betoulle, patologista do CDC. “Ficamos realmente surpresos.”

Os resultados foram apresentados na segunda-feira na reunião anual da Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene (ASTMH). Eles são vistos como importantes porque a transmissão de pessoa para pessoa pode apontar para o potencial de surtos futuros.

Os pesquisadores também disseram que é possível que o vírus tenha circulado por alguns anos sem ser detectado, porque poderia ser facilmente diagnosticado como dengue , um vírus com sintomas semelhantes. Os cientistas disseram que precisam continuar a estudar o vírus para entender sua capacidade de causar surtos.

Os cientistas foram capazes de identificar, conter e desenvolver rapidamente um teste para o vírus devido à estreita cooperação internacional entre as autoridades de saúde americanas no local, as autoridades de saúde bolivianas e cientistas da filial da Organização Pan-Americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde.

“Embora ainda haja muito que permanece desconhecido sobre o vírus Chapare, é louvável a rapidez com que esta equipe foi capaz de desenvolver um teste diagnóstico, confirmar a transmissão entre humanos e descobrir evidências preliminares do vírus em roedores”, disse o presidente da ASTMH, Dr. Joel Breman.

“É uma lição valiosa que as equipes científicas internacionais, equipadas com as ferramentas mais recentes e compartilhando livremente suas ideias, são nossa melhor defesa de linha de frente contra as ameaças de doenças infecciosas mortais.”

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Covid-19: Butantan identifica nova variante recombinante em São Paulo

Trata-se da variante XG da cepa Ômicron. Eles não desistem e vão continuar controlando o gado que segue estes "cientistas" negacionistas.

Táxis poderão utilizar corredores de ônibus em Ribeirão Preto

Veículos de urgência e emergência também podem utilizar os corredores de ônibus a partir do dia 23 de maio

Entidades Assistenciais começam a receber cobertores da Campanha do Agasalho

Confira os locais de doação no site da Campanha do Agasalho. A campanha, que segue até o dia 31 de agosto, tem como objetivo arrecadar cobertores e agasalhos, novos ou usados em bom estado de conservação

Projeto CineMaterna do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto exibe filme Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

Sessão adaptada para receber as famílias será exibida na próxima quarta-feira, dia 18

Ciclista de Ribeirão Preto é campeão Paulista de Ciclismo

Além da primeira colocação com Gabriel Brasileiro Bortolin, a equipe ribeirão-pretana também subiu ao pódio na categoria Infanto-Juvenil com o ciclista Fernando Minervino de Almeida Leite
- PUBLICIDADE -