Início Lazer e Cultura Confira a programação do MARP para março e abril

Confira a programação do MARP para março e abril

O MARP compõe o cenário cultural e histórico de Ribeirão Preto e traz programação dinâmica e contundente durante todo o ano.

- continua após a publicidade -

No do MARP :Exposições, conversas e vivências serão oferecidas aos amantes de arte

O Museu de Arte de Ribeirão Preto “Pedro Manuel-Gismondi”, equipamento cultural da Secretaria Municipal da Cultura, convida para apreciação de sua programação para os meses de março e abril de 2020, que terá vivências, exposições, bate-papos e visitas guiadas. Situado na área central da cidade, na rua Barão do Amazonas, 323, o MARP compõe o cenário cultural e histórico de Ribeirão Preto e traz programação dinâmica e contundente durante todo o ano.

foto divulgação

Dia 13/03 | Abertura de exposições às 20h30

Exposição “jogos inventam mundos”

Guilherme Teixeira (São Paulo-SP | Vive e trabalha em Piracicaba-SP)

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Curadoria institucional Nilton Campos.

A exposição “jogos inventam mundos” apresenta trabalhos recentes do artista paulistano Guilherme Teixeira, que investiga aproximações entre arte e pedagogia a partir da ideia de que o ato de brincar guarda ligações profundas com outros dois atos fundamentais para a jornada humana: fazer arte e inventar a si mesmo. Com obras que envolvem os visitantes de maneiras diversas, a mostra desafia públicos de todas as idades a participar das proposições do artista.

Guilherme Teixeira formou-se em Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado em 1999 e concluiu o mestrado em artes visuais pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo em 2010. Como artista, participou do Programa Rumos Artes Visuais no Itaú Cultural, das exposições “Daquilo Que Me Habita”, no CCBB de Brasília, “Deslize”, no Museu de Arte do Rio, “Provocar Urbanos”, no SESC Vila Mariana, e da Mostra SESC de Artes, entre outras. Recebeu prêmio aquisitivo no 26° SARP – Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo em 2001. Como educador, atua desde 1998 em diversas instituições culturais. Colaborou no educativo da Bienal São Paulo na 24ª, 27ª, 28ª e 29ª edição. Entre 2007 e 2010, dirigiu a Divisão de Ação Cultural e Educativa do Centro Cultural São Paulo e entre 2011 e 2015 foi coordenador Artístico-Pedagógico no Programa Fábricas de Cultura, da Secretaria de Estado da Cultura pela Poiesis, Organização Social de Cultura. Atualmente, é professor em Piracicaba-SP.

foto arquivo

Exposição “Pensamentos Pictóricos”

Teresa Viana (Rio de Janeiro-RJ | Vive e trabalha em São Paulo-SP)

Curadoria institucional Nilton Campos.

A exposição é parte do projeto de Teresa Viana, contemplado pelo Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça – 9ª Edição, da Fundação Nacional de Artes – Funarte, Ministério do Turismo, Governo Federal, que viabiliza a mostra e a doação de duas obras inéditas da artista para o Acervo MARP.

A mostra apresenta uma seleção de pinturas e feltragens, dentre elas, as duas obras doadas. As feltragens, exibidas pela primeira vez no Brasil, foram apresentadas nos Estados Unidos, em 2017, na A.I.R. Gallery, e em 2019, no Spring Open Studio do ISCP, quando a artista foi contemplada pela segunda vez com a bolsa da The Pollock-Krasner Foundation, para dar continuidade à sua pesquisa durante um ano e fazer uma residência artística no International Studio & Curatorial Program (ISCP), em Nova Iorque.

Exposição “Azenha”

João Paulo Racy (Rio de Janeiro-RJ | Vive e trabalha entre o Rio de Janeiro-RJ e São Paulo-SP)

O artista foi agendado para esta exposição como parte da premiação do “44° SARP – Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo”, em 2019.

Os trabalhos apresentados na exposição são desdobramentos de um projeto de longa duração, iniciado em 2019, durante um período de residência artística na Praia de Atafona, litoral norte do Rio de Janeiro, e tratam dos efeitos que o processo de erosão costeira vem causando sobre a região. Todas as imagens foram produzidas a partir de câmeras analógicas, utilizando filmes diapositivos com prazos de validade vencidos e que precisam ser revelados pelo processo E-6. Os produtos químicos necessários para esse processo são cada vez mais raros no mercado e, no Brasil, podem ser encontrados em poucos lugares.

João Paulo Racy é artista visual e pesquisador, mestrando em Artes pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Sua pesquisa trata da violência na relação entre natureza e arquitetura, investigando as formas de habitar espaços urbanos, utilizando o contexto das cidades contemporâneas como campo de fabulação.

foto arquivo

Exposição “Papila Sobremesa Tutti Frutti”

Fernanda Galvão (São Paulo-SP | Vive e trabalha em São Paulo-SP)

A artista foi agendada para esta exposição como parte da premiação do “44° SARP – Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo”, em 2019.

Papila Sobremesa Tutti Frutti é composta por quatro trabalhos que, juntos, proporcionam uma espécie de ambiente. “Anemo Cactos”, “Pink Pyton e o Gatinho de Estimação”, “Hmmmmmmm” e “Suspiro” foram pensados e construídos a partir do universo da cenografia. A maneira como os objetos ocupam o espaço propõe uma narrativa fictícia de um ambiente distópico constituído por “seres” moles.

Fernanda Galvão é bacharel em artes visuais pela FAAP (2016). Dentre as exposições que participou, destacam-se: “44º SARP” (prêmio aquisição), no MARP, Ribeirão Preto-SP; “47º Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto” (prêmio aquisição), Santo André-SP; “E nesse ano a noite preta prega a porta”, na Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo-SP; “28ª Mostra de Arte da Juventude”, no SESC, Ribeirão Preto-SP; 15ª e 16ª edições do “Programa Exposições”, do MARP, Ribeirão Preto-SP e a “47ª Anual de Arte da FAAP”, São Paulo-SP.

foto arquivo

Exposição “O possível para hoje à noite”

Silvia Jábali (Ribeirão Preto-SP | Vive e trabalha em São Paulo-SP)

Curadoria institucional Nilton Campos.

A exposição parte da multiplicidade de interpretações presente na plasticidade da instalação. O sentimento de estranhamento, a sensação de incerteza do tempo, o obscuro e o nada são ideias que transitam no imaginário da artista e que, com esse trabalho, materializa “o desejo real”.

Silvia Jábali é arquiteta e urbanista. Dirigiu o Ateliê397, espaço independente de arte contemporânea, de 2003 a 2010, participa do grupo de acompanhamento de projetos Hermes Artes Visuais, coordenado por Nino Cais, Carla Chaim e Marcelo Amorim, desde 2018 e é integrante do VÃO Espaço de Arte, todos em São Paulo-SP. Participou de várias exposições, dentre elas, “Beba Champanhe Sem Precisar Ter Motivo” (2019), ação coletiva em parceria com André Barion, no VÃO Espaço de Arte, São Paulo-SP, “No dia primeiro, no nono andar” (2019), parceria com Hermes Artes Visuais, no Lamb Arts, São Paulo-SP e “Habita-me” (2018), curadoria de Paula Borghi, no Palacete 1922, Ribeirão Preto-SP. Participou também de algumas residências artísticas.

Visitação a partir do dia 14/03, de terça a sexta, das 9h às 18h.

Nos dias 21/04 e 1º/05, o Museu não estará aberto à visitação.

Aos sábados, nos dias 14/03, 28/03, 11/04 e 25/04, a visitação acontece das 12h às 17h.

Permanência até 08/05/2020.

Informações no MARP: (16) 3635 2421 / 3941 0089.

________________________________________

foto arquivo

Dia 14/03 | às 10h

“Bate-papo no MARP” Mediação Nilton Campos.

Neste encontro, o público tem a oportunidade de conversar com os artistas Fernanda Galvão, Guilherme Teixeira, João Paulo Racy, Silvia Jábali e Teresa Viana, integrantes das mostras do MARP, recebendo informações sobre as pesquisas, os processos de trabalho e as obras em exposição no museu.

_____________________________________

Dia 14/03 | das 15h às 16h30

Conversa e vivência “Arte e brincar”

Com Guilherme Teixeira (São Paulo-SP | Vive e trabalha em Piracicaba-SP).

Recentemente, o conceito de playground vem sendo celebrado nas artes visuais como possibilidade de ocupação político-pedagógica do espaço público. Desde os anos 60, o jogo e a brincadeira são utilizados em diferentes estratégias para aproximar a arte da vida.

Os inventores da arte moderna pertencem às primeiras gerações de adultos que, quando crianças, tiveram acesso a brinquedos de construir e toda uma nova concepção pedagógica em torno do desenho e do brincar. Seria possível uma concepção de arte como invenção de si sem uma pedagogia que entende o desenvolvimento da criança como autoconstrução?

Além do contato com referências teórico/visuais, os participantes se envolverão em exercícios práticos.

Guilherme Teixeira formou-se em Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado em 1999 e concluiu o mestrado em artes visuais pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo em 2010. Como artista, participou do Programa Rumos Artes Visuais no Itaú Cultural, das exposições “Daquilo Que Me Habita” no CCBB de Brasília, “Deslize” no Museu de Arte do Rio, “Provocar Urbanos” no SESC Vila Mariana e da Mostra SESC de Artes, entre outras. Recebeu prêmio aquisitivo no 26° SARP – Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo em 2001. Como educador, atua desde 1998 em diversas instituições culturais. Colaborou no educativo da Bienal São Paulo na 24ª, 27ª, 28ª e 29ª edição. Entre 2007 e 2010, dirigiu a Divisão de Ação Cultural e Educativa do Centro Cultural São Paulo e entre 2011 e 2015 foi Coordenador Artístico-Pedagógico no Programa Fábricas de Cultura, da Secretaria de Estado da Cultura pela Poiesis, Organização Social de Cultura. Atualmente é professor em Piracicaba-SP.

Evento gratuito.

Público-alvo: Educadores, arquitetos, artistas, estudantes e interessados em geral maiores de 15 anos.

Seleção: primeiros inscritos. Vagas limitadas.

Informações e inscrições antecipadas no MARP: (16) 3635 2421 / 3941 0089, ou pelo e-mail: marp@cultura.pmrp.com.br

________________________________________

foto arquivo

Dia 17/03 | às 19h30

“Dúvidas sobre como apresentar seu projeto? Vamos conversar!”

Com Nilton Campos (Diretor do MARP).

Neste encontro, os participantes poderão tirar suas dúvidas com relação à montagem de um portfólio de arte para apresentação de projetos, inscrições em editais e outros.

Evento gratuito, aberto a todos os interessados.

Seleção: primeiros inscritos. Vagas limitadas.

Informações e inscrições antecipadas no MARP: (16) 3635 2421 / 3941 0089, ou pelo e-mail: marp@cultura.pmrp.com.br

________________________________________

foto divulgação

Até o dia 31/03/2020

Inscrições “Programa Exposições 2020” | 18ª Edição

Estão abertas até o dia 31 de março de 2020 (até as 23h59, horário de Brasília), as inscrições para o “Programa Exposições 2020”, da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto, que selecionará projetos em âmbito nacional para as exposições a serem realizadas no MARP – Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, nas datas:

– 1ª Exposição do “Programa Exposições 2020” do MARP, de 22/05 a 03/07/2020*

– 2ª Exposição do “Programa Exposições 2020” do MARP, de 02/10 a 13/11/2020*

(*) Datas sujeitas a alterações.

Edital, inscrições e informações no MARP, rua Barão do Amazonas, 323, Ribeirão Preto-SP, de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h.

(16) 3635 2421 / 3941 0089

marp@cultura.pmrp.com.br

Acesse o Edital completo do Programa Exposições 2020: aqui

________________________________________

Dia 07/04 | às 19h30

“Conversa aberta no MARP”

Mediação Nilton Campos

Encontro experimental, de falas e escutas, com o intuito de possibilitar trocas a partir da contribuição multidisciplinar dos participantes, por meio de alguns estímulos provenientes das artes visuais, da dança, da literatura (textos, poesias, citações e outros) ou mesmo de elementos banais da rotina, apontados inicialmente pelo mediador. São disparos para manifestações espontâneas e ao mesmo tempo, um convite ao exercício de acolher a manifestação do outro.

Venha experienciar essa ação no Museu!

Evento gratuito, aberto a todos os interessados.

________________________________________

foto arquivo

Dia 15/04 | às 19h30

Debate | Projeto “Diálogos Não Definidos”

Apresentação e mediação Camila Paulucci (Ribeirão Preto-SP | Vive e trabalha em Ribeirão Preto-SP) e Kaique Xavier (Ribeirão Preto-SP | Vive e trabalha em Ribeirão Preto-SP), idealizadores do projeto.

Participação dos colaboradores: Felipe Malvassore, Fernando Gobbo, Henrique Vichnewski, Isabella Moraes, Jadiel Tiago, Julia Fonseca, Larissa França, Leandro Cordeiro, Luiz Neto, Luzia Lima e Paloma Corrêa.

O projeto “Diálogos Não Definidos” iniciou-se no ano de 2017 a partir de questionamentos dos idealizadores sobre o não pertencimento do ser humano a lugares/edifícios de valores sociais, culturais e arquitetônicos, que compõem o quadrilátero central de Ribeirão Preto. Onze colaboradores foram convidados a investigarem e apresentarem seus pontos de vista sintetizados, a partir de uma pré-seleção de edificações arquitetônicas do século XX. O projeto e os resultados, serão apresentados neste encontro.

Evento gratuito, aberto a todos os interessados.

________________________________________

De 22/04 a 05/06

Inscrições para o “45° SARP – Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo”

Estarão abertas de 22/04 a 05/06/2020 (até as 23h59, horário de Brasília) as inscrições para o “45° SARP – Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo”, a realizar-se de 07/08 a 18/09/2020, no MARP – Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi.

R$ 25.500,00 em prêmios aquisitivos.

Edital, inscrições e informações, no MARP, Rua Barão do Amazonas, 323, Ribeirão Preto-SP, de terça a sexta-feira das 9h às 12h e das 14h às 18h.

(16) 3635 2421 / 3941 0089

marp@cultura.pmrp.com.br

Acesse o Edital completo do 45° SARP: aqui

________________________________________

arquivo pessoal

Dia 28/04 | às 19h30

“Visita guiada no MARP”

Com Nilton Campos (Diretor do MARP).

Neste encontro, os participantes poderão conversar sobre as exposições individuais simultâneas apresentadas no MARP: as obras, as técnicas, os processos de trabalho dos artistas, a seleção dos artistas/obras e demais assuntos que possam ser pautados.

No MARP.

Evento gratuito, aberto a todos os interessados.

________________________________________

Realização:

Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto

Secretaria Municipal da Cultura

MARP – Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi

Apoio:

AAMARP – Associação de Amigos do MARP

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Confira o calendário para saque em dinheiro do auxílio emergencial

A Caixa anunciou o novo calendário para recebimento da 3ª, 2ª e 1ª parcelas do Auxílio Emergencial. Beneficiários do Bolsa Família já podem sacar o benefício.

Canavial próximo a Jardinópolis se torna cemitério clandestino

Este é o terceiro caso nos ultimo dias.

Jogos Regionais e Abertos estão na pauta de competições para 2º semestre

As inscrições começam em agosto e serão realizados entre setembro e outubro, pois teremos mais garantias da normalidade da pandemia

Cursos online gratuitos têm mais de mil inscritos em Ribeirão Preto

Inscrições continuam abertas para aulas não presenciais; uma oportunidade para o aperfeiçoamento profissional durante o período de quarentena

Governador João Doria confisca valores de servidores aposentados e pensionistas

Considerando os impostos, o desconto a partir desta nova contribuição pode chegar a 20% do benefício.
- PUBLICIDADE -