InícioFutebolComercialO clássico COME FERRO termina tudo igual

O clássico COME FERRO termina tudo igual

- continua após a publicidade -

Em clássico disputado neste domingo, 28, no Estádio Palma Travassos num confronto equilibrado, o resultado do Come-Ferro, neste domingo, no Palma Travassos, foi justo para ambos os lados.
Com um gol em cada tempo, Comercial e Ferroviária empataram por 1 a 1 em Ribeirão Preto, pela décima rodada da Copa Paulista.

Com o resultado, as duas equipes chegaram aos 18 pontos, porém, a Ferroviária ocupa a segunda colocação do grupo 2 por ter melhor saldo de gols.

O resultado marcou o fim da invencibilidade da defesa afeana, que até então não havia sido vazada nesta Copa Paulista. O autor da proeza foi o atacante Mateus Totô, aos 32 minutos do segundo tempo. Antes, Diego Souza havia marcado para a Ferrinha, aos 43 da etapa inicial, em uma falha do goleiro João Guilherme, do Leão do Norte.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O nosso adeus a Miguel Liporassi

Ribeirão Preto perde Miguel Liporassi: Não era polêmico nem agressivo, era respeitado pela qualidade, voz e equilíbrio nos comentários. E pela postura com os colegas, leal, ficava longe das intrigas de bastidores.

PREVISÕES DO TAROT EM JULHO DE 2022

As previsões para Julho de 2022, trazem transformação nas finanças, amor, relação familiar

Vice de Lula tem novamente bens bloqueados pelo Ministerio Publico

Justiça Eleitoral determina bloqueio de R$ 11,3 milhões em bens de Geraldo Alckmin no caso Odebrech

Multas no corredor de onibus da Vargas começa nesta Segunda-feira (4)

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, transitar pela faixa exclusiva de ônibus é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Congresso mundial online reunirá milhões de pessoas para falar sobre “paz”

Como sentir paz e tranquilidade apesar dos desafios provocados pelo aumento do custo de vida, da violência, dos desastres naturais, do ódio e das guerras?
- PUBLICIDADE -