InícioDiversosCoordenadoria do Bem-estar Animal promove feira de adoção

Coordenadoria do Bem-estar Animal promove feira de adoção

Ao todo, 52 animais estarão disponíveis para adoção

- continua após a publicidade -

No próximo sábado, dia 28 de setembro, a CBEA (Coordenadoria do Bem-estar Animal) promoverá uma feira de adoção de animais abandonados. O evento acontece das 9h às 14h30, na sede da CBEA, localizada na avenida Eduardo Andrea Matarazzo, nº4255, Marincek (antigo Centro de Zoonoses).

Os animais disponíveis para adoção, no total de 50 cães e dois gatos, estão devidamente castrados, vacinados e vermifugados, além de possuírem uma espécie de microchip para controle e acompanhamento.

A coordenadora da CBEA, Carol Vilela, ressalta a importância da feira para o município. “Esses animais já sofreram muito com o abandono e é sempre bom quando eles conseguem um novo lar”, afirmou.

Aqueles que tiverem interesse em adotar algum bichinho devem levar um comprovante de residência e um documento com foto. Também é orientado que levem caixas (para ajudar no transporte dos gatos) e coleiras (para ajudar no transporte dos cães). Caso o animal adotado seja de grande porte, a CBEA oferece auxílio no transporte.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Serviço – Feira de adoção CBEA

Quando: Sábado, dia 28 de setembro, das 9h às 14h30

Onde: Avenida Eduardo Andrea Matarazzo, nº4255, Marincek (antigo Centro de Zoonoses)Entrada Gratuita

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

No Dia do Publicitário, APP Ribeirão lança calendário de atividades de 2023

Com novas datas de atividades e eventos, a Associação dos Profissionais de Propaganda de Ribeirão Preto reúne diretoria no Chopp Time

Saúde prorroga inscrições de concurso público para bolsistas do Programa de Aprimoramento

Inscrições vão até 17 de fevereiro; bolsas são para as áreas de Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Psicologia e Terapia Ocupacional

Lula promete nova regulação para trabalhadores de aplicativos

Brasil tem 1,5 milhão de trabalhadores por aplicativos que podem deixar de trabalhar e ter uma renda, caso seja levado adiante

‘lambança’ é como Haddad chama aredução de ICMS

Durante a campanha lula e Haddad já avisavam que eram contra redução de impostos, bem como a bancada do PT foi contra durante a votação da lei criada por Bolsonaro

A brilhante ideia: Correios podem substituir Uber

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, disse que não está preocupado com a possibilidade de o Uber deixar o Brasil, se a regulamentação de aplicativos...
- PUBLICIDADE -