InícioClimaFundo Social de Solidariedade recebe doação de cobertores da Unimed Ribeirão Preto

Fundo Social de Solidariedade recebe doação de cobertores da Unimed Ribeirão Preto

- continua após a publicidade -

A presidente do Fundo Social e de Solidariedade de Ribeirão Preto, Samantha Pineda, recebeu na sexta-feira, 21 de julho, 100 cobertores. A doação para a Campanha do Agasalho de 2017, realizada pelo Fundo Social de Solidariedade, foi entregue pelo Diretor-Presidente da Unimed Ribeirão Preto, Dr. Álvaro Afonso Truite, na sede da Unimed.

“Contribuir com que mais precisa neste momento é muito mais do que uma obrigação, é um grande privilégio para nós da Unimed Ribeirão Preto. Temos a consciência do nosso papel e nossa responsabilidade com a sociedade. Esta é apenas mais uma das atividades desenvolvidas pela Unimed em benefício da comunidade”, destaca o Diretor-Presidente da Unimed Ribeirão Preto, Dr. Álvaro Truite.

De acordo com informações da prefeitura de Ribeirão Preto, a Campanha do Agasalho arrecadou cerca de 8 mil peças entre roupas, calçados e cobertores em bom estado.

“Sabemos como é grande o desafio de mobilizar pessoas e a contribuição é fundamental, pois muitos asilos esperam a campanha para fazer renovar seu estoque de cobertores. Há entidades que nos solicitam um cobertor para dois idosos. E essa mobilização faz diferença para todo o ano todo. Asilos, entidades, CRAS e CREAS, que atendem pessoas em situação de rua e em situação de riscos, são algumas das mais de 60 entidades que são beneficiadas com a solidariedade de empresas como a Unimed e de todos os cidadãos”, destaca Samanta.

O Fundo Social e de Solidariedade de Ribeirão Preto foi criado em setembro de 1983 e tem por objetivo a mobilização da comunidade, visando articular recursos humanos, materiais, financeiros e institucionais, junto a organizações governamentais para atender as necessidades locais.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Menor NÃO: Ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Segundo Queiroga, foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados. “A OMS não recomenda a vacinação de adolescentes

Teatro Municipal lança edital de ocupação do 1° semestre de 2022

Inscrições começaram dia 15 de setembro e vão até 15 de outubro

Avenida Thomaz Alberto Whately tem nova interdição para obras

Bloqueio ocorre para obras do trecho 1 do corredor de ônibus Norte-Sul pelo programa Ribeirão Mobilidade

IMPORTANTE COMPARTILHE: Anvisa e Min. da Saúde NÃO Recomendam a vacinação para Menores de 18 Anos

Não se vê veículos de imprensa ou governantes falando sobre o assunto, muito pelo contrario continuam incentivando a vacina que não tem teste para menores de 18 anos

Vacinados já são 81,7% dos internados em SP

Do total de hospitalizados, 51,6% (325 doentes) já foram totalmente imunizados, com as duas doses, (34,6%) com Coronavac.
- PUBLICIDADE -