InícioSaúdeEla voltou: Ribeirão Preto registra 50 casos de dengue em abril

Ela voltou: Ribeirão Preto registra 50 casos de dengue em abril

No mesmo período em 2020, foram registrados 1.865 casos, pelo visto o novo vírus mata também o mosquito

- continua após a publicidade -

O departamento de Vigilância em Saúde, órgão da Secretaria Municipal da Saúde, divulgou nesta quarta-feira, dia 5 de abril, o Boletim Epidemiológico da dengue, com 50 casos confirmados na cidade de Ribeirão Preto no mês de abril de 2021.

Em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 1.865 casos da doença, houve uma redução de 97,32% de pessoas infectadas pelo mosquito Aedes aegypti. Desde abril do ano passado, os casos de dengue em Ribeirão Preto estão em queda.

Já o acumulado do ano registrou 168 casos em 2021, contra 16.537 entre os meses de janeiro a abril de 2020, queda de 98,98% no número de casos da doença. Os casos confirmados na cidade estão em queda desde abril do ano passado.

foto arquivo

“Oitenta por cento dos casos estão nas casas das pessoas e, por isso, a conscientização da população é fundamental. Cada morador deve cuidar do seu quintal, eliminando focos de água parada para que o mosquito não se desenvolva. Portanto, além das nossas atividades, precisamos muito da participação da população, limpando sua própria residência”, orienta o secretário da Saúde, Sandro Scarpelini.

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Luzia Márcia Romanholi Passos, conclama a população para vistoriar as residências semanalmente, eliminando qualquer foco de água parada.

“A conscientização e ajuda da população são fundamentais para o controle da doença. Portanto, solicitamos aos moradores da cidade que eliminem os criadouros do mosquito, limpando seus quintais semanalmente e eliminando água parada, ambiente ideal para o Aedes crescer. Somente assim conseguiremos vencer essa batalha na cidade”, alerta a diretora.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

 

foto arquivo

Chikungunya, zika vírus, microcefalia, gripe H1N1 e Sarampo

No caso da chikungunya, não houve nenhuma confirmação da doença em abril de 2021.


Quanto à microcefalia ou outras alterações neurológicas possivelmente relacionadas à infecção pelo zika vírus, também foi registrado um caso suspeito em abril deste ano, mas não confirmado. 


Em relação à Síndrome Respiratória Aguda Grave (gripe causada pelo vírus Influenza), não foi confirmado nenhum caso no mês. Não há também nenhum caso de sarampo registrado.


O Boletim Epidemiológico está disponível no site da Prefeitura.

foto arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Organização IYF e empresas parceiras adotam como missão o desenvolvimento social e econômico do país

A essência da responsabilidade social está em adotar atitudes benéficas e proativas para a sociedade e o meio ambiente.

Cerca de 40 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19

Dados são Vigilância Epidemiológica, que conclama a população a procurar os postos de vacinação e manter o controle da doença

“Concertos Internacionais” apresenta homenagem a Astor Piazzolla

Concerto será transmitido no dia 23 de outubro, às 19h, como parte das comemorações de 91 anos do Theatro Pedro II

Nogueira quer que você receba agua do Rio Pardo nas torneiras

Hoje a agua do DAERP é do aquífero guarani, uma agua mineral será substituída por aguas do Rio Pardo. Você aprova esta mudança?

Atenção: Alerta para tentativa de golpe contra aposentados

Instituto de Previdência orienta beneficiários a não informar dados pessoais ou bancários
- PUBLICIDADE -