Início Saúde Doação de leite materno já salvou 412 bebês internados em Ribeirão Preto

Doação de leite materno já salvou 412 bebês internados em Ribeirão Preto

Com o leite materno, a criança se desenvolve com mais saúde, tem mais chances de recuperação e fica protegida

- continua após a publicidade -

Mesmo com os estoques abastecidos, o Banco de Leite Humano Enfermeira Anália Heck, alerta para a importância das mamães que estão amamentando a doarem o seu leite. Até abril deste ano, a unidade coletou 487 litros do alimento no município de Ribeirão Preto (SP). Com as doações a unidade conseguiu ajudar na nutrição e recuperação de 412 bebês prematuros ou de baixo peso que estavam internados nas Unidades Neonatais. Ajudar a salvar essas vidas só foi possível depois da doação de 216 mães. 

Com o leite materno, a criança se desenvolve com mais saúde, tem mais chances de recuperação e fica protegida de infecções, diarreias e alergias.

Qualquer quantidade de leite materno pode ajudar essa criança. De acordo com os dados do Ministério da Saúde, 1ml já é suficiente para nutrir um recém-nascido a cada refeição, dependendo do peso e condições clínicas. Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite materno. Para doar, basta ser saudável e não tomar nenhum medicamento que interfira na amamentação. 

arquivo
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A diretora técnica de saúde do Banco de Leite Humano Enfermeira Anália Heck do Hospital das Clinicas de Ribeirão Preto, Larissa Garcia Alves, faz um chamamento a todas as mamães.

“Pedimos para as mães que estão amamentando, que tem leite materno em excesso para entrarem em contato com os Bancos de Leite Humano para receberem a orientação da equipe. Os profissionais de saúde fazem o serviço domiciliar de buscar o alimento na casa da mãe. Nós oferecemos todo o material esterilizado para a coleta. A equipe orienta sobre os cuidados e o armazenamento do leite materno e o transporte. Nós temos muitos bebês que precisam dessa doação”.

O leite materno doado é analisado, pasteurizado e submetido a um rigoroso controle de qualidade antes de ser ofertado aos bebês prematuros e/ou de baixo peso internados nas Unidades Neonatais.

Na cidade de Ribeirão Preto (SP) a mãe que deseja doar leite materno pode procurar o Banco de Leite Humano Enfermeira Anália Heck. A unidade fica na Avenida Santa Luzia, número 387, no bairro Jardim Sumaré. Lá os profissionais atendem de segunda a sexta-feira, das sete horas às seis horas da noite. O número para o contato é: (16) 3610-8686 ou 3610-2649.

arquivo

A mãe e engenheira, Luiza Freitas Vidigal, é doadora e tem dois filhos, o Henrique e o Marcelo. Ela fala um pouco da importância do gesto.

“Sempre vão ter crianças precisando. E quando a gente vê o nosso filho saudável, na maioria das vezes no nosso braço, pensamos que outras crianças nasceram prematuras e que tem mães que não estão conseguindo amamentar e que podemos ajudar.”

“Doe leite materno. Nessa corrente pela vida, cada gota faz a diferença”.

Procure o Banco de Leite Humano mais próximo ou ligue para o Disque Saúde, no número 136, para tirar qualquer dúvida. Para mais informações, acesse saude.gov.br/doacaodeleite.

foto divulgação
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Do real para o virtual: atividades do Museu Casa de Portinari encantam o público pelas redes sociais

Mesmo com a flexibilização da visita presencial, a programação continuou on-line com sucesso de público.

130 milhões podem receber vacina de Oxford em 2021

A Fiocruz deve protocolar o último bloco de documentos em janeiro do ano que vem, quando também deve começar a produzir a vacina

Professor da Cava do Bosque é preso por pedofilia em Ribeirão Preto

O homem foi preso em flagrante e prestou depoimento. Logo depois, foi encaminhado à cadeia de Serra Azul.

Prefeitura recorre de decisão judicial contra maior flexibilização em Ribeirão Preto

Mas até o julgamento do recurso, a cidade se mantém na fase amarela. Eles fazem que nos enganam e nós fazemos que acreditamos

Filho de Kátia Abreu, senador é acusado de estupro em SP

Seu Irajá é filho da Kátia Abreu. E agora militância lacradora, o que vão vão fazer com esta atitude "errática" ?