InícioSaúdeDengue: São 4.800 pessoas infectadas em Ribeirão Preto, apenas em 2020

Dengue: São 4.800 pessoas infectadas em Ribeirão Preto, apenas em 2020

É comum a preocupação com Coronavírus, mas a dengue mata e só quem já contraiu a doença sabe o quanto é debilitante. Faça sua parte.

- continua após a publicidade -

A Secretaria da Saúde de Ribeirão, divulgou nesta segunda-feira, 16, o Boltim Epidemiológico. Dados atualizados revelam que, nos primeiros 15 dias do mês de março, foram confirmados 280 casos de dengue na cidade. 

O levantamento realizado pelo Departamento de Vigilância em Saúde mostra que, em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 1.861 casos da doença, houve uma redução de 84,95% de pessoas infectadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Já no acumulado em 2020, foram confirmados 4.895 casos da doença na cidade, quando comparado ao mesmo período de 2019 com 2.971 casos da doença, o aumento foi de 158,85%.

foto arquivo

O secretário da Saúde de Ribeirão Preto, Sandro Scarpelini, afirma que o trabalho de combate e prevenção à doença na cidade está sendo feito sem trégua, com arrastões de limpeza semanais e intensificação das ações diárias, com equipes de Agentes de Combate a Endemias nas ruas em campanhas de conscientização, treinamentos de equipes e nebulização.

“Oitenta por cento dos casos estão nas casas das pessoas e a conscientização da população é fundamental. Cada morador deve cuidar do seu quintal, eliminando focos de água parada para que o mosquito não se desenvolva. Portanto, além das nossas atividades, precisamos muito da participação da população limpando sua própria casa” alerta o chefe da pasta.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Luzia Marcia Romanholi Passos, ressalta que são encontrados e recolhidos muitos criadouros do mosquito nas regiões mais preocupantes da cidade durante o trabalho de campo, que prevê, além do recolhimento do material, orientação às pessoas.

“A conscientização e ajuda da população são fundamentais para o controle da doença. Portanto, solicitamos aos moradores da cidade que limpem suas casas e seus quintais semanalmente e não deixem acumular água parada, ambiente ideal para o mosquito crescer. Somente assim conseguiremos vencer essa batalha na cidade”, alerta a diretora.

 

foto arquivo

Coronavírus, gripe H1N1 e sarampo

Estão em investigação 19 casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus (covid-19) na cidade, nenhum confirmado. Os exames foram encaminhados para análise ao Instituto Adolfo Lutz, na capital paulista.
Em 2020, trinta e dois casos foram notificados e treze com resultados negativos para a doença.

Com relação à Síndrome Respiratória Aguda Grave (gripe causada pelo vírus Influenza), não foi confirmado nenhum caso em março de 2020. 

No período, também não foi confirmado nenhum caso de sarampo em Ribeirão Preto. Três casos estão em investigação. 

O Boletim Epidemiológico está disponível na página da Prefeitura (WWW.ribeiraopreto.sp.gov.br).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação

A Anvisa informa que os Estados Unidos (EUA) relataram a ocorrência de casos de miocardite (inflamação do músculo cardíaco) e de pericardite (inflamação do tecido que envolve o coração) após a vacinação

Campeonato Esportivo movimenta mais de mil alunos das escolas municipais

Cirem será realizado até a 2a quinzena de dezembro

Assistência Social realizará “V Caminhada Mulher Maravilha” neste domingo

Evento promovido pelo NAEM acontece em referência aos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres

Projeto Guri está com inscrições abertas

Crianças e adolescentes de seis a 18 anos podem aprender a tocar um instrumento musical, sem a necessidade de conhecimento prévio

Fogos de artifício: veterinário explica como proteger os animais durante as comemorações

Especialista explica as possíveis reações dos pets e o que pode ser feito para amenizar o pânico e transtornos causados pelas explosões
- PUBLICIDADE -