InícioRegiãoPitangueirasUnidade de Atendimento Gripal de Pitangueiras já está em funcionamento

Unidade de Atendimento Gripal de Pitangueiras já está em funcionamento

No local, será feito a triagem de casos suspeitos de coronavírus, que serão encaminhados para a Santa Casa do município.

- continua após a publicidade -

Com o objetivo de aumentar a cobertura de atendimento e agilizar a identificação de casos suspeitos de coronavírus, a Prefeitura de Pitangueiras, por meio da Secretaria Municipal de Saúde criou a Unidade de Atendimento Gripal.

O local, instalado no prédio da UBS Central (rua Minas Gerais, nº 253), começou a funcionar nesta quarta-feira, dia 22 de abril. O atendimento será de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Não haverá internação na unidade e nem coleta de material para realização de exame de Covid-19.

foto divulgação

Todos os profissionais da unidade estão protegidos com uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), de acordo com as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Deverão procurar atendimento na unidade, pessoas com sintomas respiratórios ou gripais. No local, passarão por uma triagem inicial feita por uma equipe de enfermeiros.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Durante a triagem, será aplicado um questionário relacionado aos sintomas que o paciente esteja apresentando. As perguntas serão objetivas para reduzir o tempo deste primeiro contato e evitar exposição prolongada.

foto ebc

Se houver necessidade, o paciente já receberá uma máscara de proteção.

Terminada entrevista, será feita aferição de sinais vitais, com dados de antropometria, saturação de oxigênio por oximetria de pulso, pressão arterial, frequência respiratória e frequência cardíaca.

Após esses procedimentos, o paciente será encaminhado à consulta médica, na qual será realizada anamnese e exame clínico, também contando com formulário padrão, que inclui campo para marcação de fatores de risco, como idade, comorbidades e gestação.

A secretária municipal de Saúde, Ana Celeste Crotti Peixoto destaca que, de acordo com a gravidade do caso, será dada prioridade de atendimento médico ao paciente.

foto ebc

“Casos com alteração de sinais vitais ou queixa de falta de ar terão prioridade”, explica.

Após avaliação médica do quadro clínico do paciente, serão definidos os próximos protocolos de atendimento, que poderão ser medicação no local, alta com atestado médico para afastamento das atividades profissionais ou encaminhamento ao hospital de referência.

O encaminhamento ocorrerá de acordo com a avaliação médica, em casos de gravidade no quadro e necessidade de possível internação hospitalar.

Neste caso, o paciente será transportado de ambulância até a Santa Casa de Pitangueiras.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação

A Anvisa informa que os Estados Unidos (EUA) relataram a ocorrência de casos de miocardite (inflamação do músculo cardíaco) e de pericardite (inflamação do tecido que envolve o coração) após a vacinação

Campeonato Esportivo movimenta mais de mil alunos das escolas municipais

Cirem será realizado até a 2a quinzena de dezembro

Assistência Social realizará “V Caminhada Mulher Maravilha” neste domingo

Evento promovido pelo NAEM acontece em referência aos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres

Projeto Guri está com inscrições abertas

Crianças e adolescentes de seis a 18 anos podem aprender a tocar um instrumento musical, sem a necessidade de conhecimento prévio

Fogos de artifício: veterinário explica como proteger os animais durante as comemorações

Especialista explica as possíveis reações dos pets e o que pode ser feito para amenizar o pânico e transtornos causados pelas explosões
- PUBLICIDADE -