InícioPolíticaReação Passa de 1 milhão de "#ForaMaia"

Reação Passa de 1 milhão de “#ForaMaia”

Ao chileno @RodrigoMaia, sugiro parar de sabotar o Brasil e o @jairbolsonaro. Este final de semana #ForaMaia, será o assunto mais comentado

- continua após a publicidade -

A reação dos apoiadores do presidente Bolsonaro contra o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) atravessou a madrugada através das redes sociais, após a hashtag “#ForaMaia” ficar entre as três mais citadas no Twitter mundial.

Nesta sexta-feira (17), a #ForaMaia ultrapassou a incrível marca de 1 milhão de citações, atingindo até o fechamento dessa matéria 1.208 milhão de menções contra o parlamentar.

Bolsonaro falou que a forma como Maia tem conduzido a proposta é “quase que conspirar contra o governo federal”. Em sua rede social, o deputado Marco Feliciano alertou o presidente da Câmara sobre a reação nas redes sociais.

“#ForaMaia bate 1,05 MILHÕES de Tweets! Juízo deputado @RodrigoMaia! Juízo!”, escreveu Feliciano.

“Essa é a hora em que um parlamentar, que vive do voto, deve refletir! Se o Sr. pretende ser reeleito em 2022, sugiro parar de sabotar o Brasil e o PR @jairbolsonaro!”, completou.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -