Início Política Eleições Justiça Eleitoral encontra doações de pessoas mortas para candidatos

Justiça Eleitoral encontra doações de pessoas mortas para candidatos

- continua após a publicidade -

A Justiça Eleitoral encontrou os primeiros de indícios irregularidades na prestação de contas de candidatos às eleições de outubro. De acordo com levantamento feito em parceira com o Tribunal de Contas da União (TCU), foram identificados 38,9 mil doadores suspeitos, 1,4 mil despesas com indícios de irregularidades e 34% de irregularidades do total de contas analisadas. No caso de doações suspeitas, foram encontradas doações de pessoas mortas.

De acordo com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, as irregularidades podem resultar na impugnação das candidaturas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

“Nós temos que acompanhar isso com rigor. Já tivemos no passado mortos que votavam. Agora, temos mortos que doam”, disse Mendes.

Os dados fazem parte da primeira lista de indícios de irregularidades encontradas na prestação de contas dos candidatos às eleições de outubro. Neste ano, passou a vigorar nova regra, instituída pela Reforma Eleitoral aprovada no ano passado, na qual os partidos e candidatos são obrigados a enviar à Justiça Eleitoral dados sobre arrecadação e despesas de campanha a cada 72 horas. Com a nova lei, as doações de empresas foram proibidas e foram permitidas somente doações por pessoas físicas, limitadas a 10% do rendimento do ano anterior.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Antes da vigência da nova regra, os dados eram enviados somente três vezes durante a campanha, com duas prestações parciais e prestação de contas finais. Para analisar os dados, o TSE firmou um convênio com o TCU, que vai apresentar relatórios semanais ao tribunal.

De acordo com Aroldo Cedraz, presidente do TCU, os dados representam 34% de irregularidades do total de contas analisadas.

“Há indícios claros de várias irregularidades. Para vocês terem uma ideia são 34% de irregularidades que nós estamos verificando, no primeiro momento, em relação aos doadores. Em relação aos fornecedores, 2% de irregularidades. Mas, claro, isso nós iremos passar às mãos do presidente do TSE, que poderá encaminhar esses dados aos juízes eleitorais dos municípios para que possam checar melhor esses dados”, disse.

Foram analisadas 114,5 mil doadores e 60,9 mil fornecedores.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

ABCF explica a diferença entre uso da ivermectina para parasitas e para COVID-19

Testes em laboratório mostram que novo coronavírus não sobreviveu a doses altas de ivermectina. Em humanos seria o equivalente a 10 vezes a dose usada para tratar parasitas

Surto de sarampo preocupa gestores de saúde

Em 1º de janeiro deste ano, o país registrou a primeira morte por sarampo, que ocorreu na cidade de São Paulo.

Ticiane Pinheiro é a madrinha da Campanha do Agasalho 2020 da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

Este ano, a Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo tem o apoio da Iguatemi que disponibilizou espaço incluindo o Iguatemi Ribeirão Preto

ESTIMATIVA DE ANIMAIS ERRANTES NO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO

Animais errantes são aqueles que vagam pelas ruas, sem tutor definido, já que foram abandonados por quem tinha a obrigação legal de cuidar e amparar

Meditação no isolamento pode amenizar ansiedade

A doença, que afeta 18 milhões de brasileiros, pode ser minimizada com a prática da meditação e por meio de outras terapias.
- PUBLICIDADE -