InícioPolíticaEleiçõesProibiram de publicar mas aqui não tem cachorrinho: FRAUDES NAS URNAS estão...

Proibiram de publicar mas aqui não tem cachorrinho: FRAUDES NAS URNAS estão comprovadas

CIA interferiu nas eleições brasileiras, denuncia Fox News, Argentino apresenta estastistica que provam manipulação nas urnas

- continua após a publicidade -

Argentino apresenta estastistica que provam manipulação nas urnas

Live de argentino sobre urnas causa furor nas redes

https://www.youtube.com/watch?v=r4FEA-5T2qU&t=37s

Como era de se esperar TSE desmentiu informações divulgadas na transmissão, que distorce informações sobre as urnas eletrônicas brasileiras.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Uma live realizada nesta sexta-feira (4/11) por um canal argentino divulgou um relatório de informações publicas de distorções nas urnas.

AS INFORMAÇÕES FORAM DIVULGADAS NA ARGENTINA, POIS DEMOCRATICAMENTE ESTA PROIBIDO COLOCAR EM DUVIDAS AS URNAS E O DEUS ALEXANDRE DE MORAES

O dossiê citado na live foi publicado pelo canal La Derecha Diário, que pertence a Fernando Cerimedo, que recebeu o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), em 13 de outubro em Bueno Aires.

DEMOCRATICAMENTE O CANAL ESTA BLOQUEADO NO BRASIL COMO VOCÊ PODE CONFERIR AQUI.

No vídeo, Cerimedo afirma ter recebido um relatório do Brasil com dados que apontam indícios de fraude nas urnas eletrônicas utilizadas no país.

A auditoria sustenta que cinco modelos de urnas eletrônicas usadas na eleição deste ano registraram mais votos para Lula do que para o presidente Jair Bolsonaro (PL), entre outras informações como que em mesmo local de votação com mesmo publico, em determinadas urnas Bolsonaro vence, mas quando as urnas não são auditaveis Bolsonaro chega a não ter nem um voto.

CIA interferiu nas eleições brasileiras, denuncia Fox News

Segundo o jornalista norte-americano Tucker Carlson, Biden pressionou Bolsonaro a ‘aceitar o resultado’ do pleito

A Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos interferiu nas eleições brasileiras, segundo o jornalista Tucker Carlson, da Fox News. O âncora da emissora norte-americana acusa o presidente de seu país, Joe Biden, de pressionar o atual chefe do Executivo brasileiro, Jair Bolsonaro (PL), a reconhecer o resultado das eleições.

“O mesmo governo que está constantemente tagarelando sobre a santidade da democracia e das eleições livres e justas, na verdade, está interferindo nas eleições de outros países”, afirmou o jornalista, durante uma edição do programa Tucker Carlson Tonight. “Neste caso, nas eleições no Brasil, há mais de um ano.”

Carlson lembra que William Burns, diretor da CIA, pressionou Bolsonaro antes mesmo de as eleições serem concluídas. “Pense nisso por um minuto”, aconselhou. “Você não tem obrigação de aceitar o resultado de uma eleição injusta. Na verdade, se você acredita na democracia, você não deveria.”

ESTA MATERIA ESTA SENDO ATUALIZADA COM NOVAS INFORMAÇÕES

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Policiais militares de de São Paulo estão de prontidão para embarcar para a Turquia e atuar no salvamento e resgate das vítimas

Número de mortos no terremoto na Turquia e na Síria passa de 11 mil, mas entidades acreditam que numero chegará a 40 mil O número...

Após armação da esquerda e sigilo de 100 anos das imagens 8 de Janeiro segue sem respostas

Os desdobramentos do quebra-quebra de 8 de janeiro, contudo, parecem longe do fim, pois lula e a carreta furacão não querem CPI e investigação

No Dia do Publicitário, APP Ribeirão lança calendário de atividades de 2023

Com novas datas de atividades e eventos, a Associação dos Profissionais de Propaganda de Ribeirão Preto reúne diretoria no Chopp Time

Saúde prorroga inscrições de concurso público para bolsistas do Programa de Aprimoramento

Inscrições vão até 17 de fevereiro; bolsas são para as áreas de Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Psicologia e Terapia Ocupacional

Lula promete nova regulação para trabalhadores de aplicativos

Brasil tem 1,5 milhão de trabalhadores por aplicativos que podem deixar de trabalhar e ter uma renda, caso seja levado adiante
- PUBLICIDADE -