InícioPolíticaDória dobra o ICMS para diversos setores no Estado de São Paulo...

Dória dobra o ICMS para diversos setores no Estado de São Paulo para 2021

Para ajustar as contas do Estado de São Paulo em função da pandemia, o governo de João Dória já elegeu quem pagará as contas: os contribuintes e empresários.

- continua após a publicidade -

Recentemente a Secretaria da Fazenda do Estado publicou alguns ajustes que implicarão no aumento da ICMS para diversos setores.

Serão centenas de setores impactados com esse aumento do ICMS que chega a até 207% (veículos usados).

Veja alguns dos setores que serão impactados: veículos novos e usados, TVs por assinatura, refeições, móveis, saúde e construção. E, segundo o diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos, é certo que esse repasse será repassado aos consumidores.

Para entender melhor: em 16 de outubro de 2020 o Estado de São Paulo publicou diversas normas alterando a legislação do ICMS, com a finalidade de aumentar a arrecadação. São medidas de ajuste fiscal e equilíbrio das contas públicas, em face da pandemia do Covid-19.

“Os decretos 65.252/2020, 65.253/2020, 65.254/2020 e 65.255/2020 têm a finalidade de aumentar a arrecadação de impostos, para superar o rombo ocasionado pela crise.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -
internet

São medidas de ajuste fiscal para equilíbrio das contas públicas, em face da pandemia do Covid-19. Contudo, existem vários desses decretos que representarão aumentos desse tributo, complicando ainda mais as finanças das empresas”, explica o diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil.

Dentro das ações previstas pelos decretos estão prorrogação para até 31 de dezembro de 2022 do prazo final de determinados benefícios, a redução do percentual de alguns benefícios, aumento das alíquotas com mercadorias por dois anos, entre outros assuntos.

“Com a mudança, a partir de janeiro, as alíquotas do ICMS desses produtos terão consideráveis elevações, tornando ainda mais pesadas cargas tributárias. Em situação de crise isso se mostra um novo complicador. Outro ponto é que certamente em muitos casos os referidos estabelecimentos repassarão esse aumento para o consumidor, encarecendo os preços desses produtos e serviços”, analisa Richard Domingos Essa majoração está prevista para vigorar por dois anos, ou seja, até 15 de janeiro de 2023, segundo os decretos, restando saber se daqui dois anos o governo vai publicar novo decreto restabelecendo as alíquotas anteriores, fato que ainda é incerto.

divulgação

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Feijoada do Pinheiro fará homenagem às Raízes Sertanejas e ao Esporte Hípico Regional

Morada du Capiau, Liga das Corridas Hípicas Regionais e os Clubes Hípicos da região estão entre os homenageados. Evento acontece no dia 10 de agosto, em Franca

Vendas de Imóveis Usados Crescem Quase 45% em Todo o Estado de São Paulo 🏡📈

Casas e apartamentos com valores de até R$ 400 mil foram os preferidos por 63,23% dos compradores.

Educação de SP Amplia Vagas no Ensino Técnico na Região de Ribeirão Preto para 2025 📚🚀

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) anunciou uma ampliação significativa no número de vagas para o ensino técnico na região de Ribeirão Preto.

🌟 Últimos Dias para Inscrições no FestDigital 2024 da APP Ribeirão! 🚀

No site do FestDigital, você encontra todas as informações necessárias sobre o calendário, regulamento e área de inscrição. As inscrições podem ser feitas até o dia 26/07.

‘Ministro Taxadd’ e ‘Zé do Taxão’: Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, vira meme nas redes

Ministro da Fazenda vira alvo de memes na internet, associando-o ao aumento de impostos
- PUBLICIDADE -