InícioPolíticaDepois do divorcio é que se conhece a pessoa com quem dormia

Depois do divorcio é que se conhece a pessoa com quem dormia

O mundo não perdoa o desleal e traidor. Moro por nomeação de um delegado, atirou nas costas do presidente Bolsonaro.

- continua após a publicidade -

Nem mesmo no mundo do crime se admite o “talarico” ou traidor

O mundo não perdoa o desleal e traidor. Moro por motivos fúteis, a nomeação de um delegado, atirou nas costas do presidente Bolsonaro. Ele não está sozinho nessa traição, deve ter se ligado ao grupo de hienas que mordem o leão Bolsonaro. Tivesse Moro deixado o governo por razões da política de saúde atual, se compreenderia, mas deixou pela nomeação de um delegado de polícia, isso é motivo fútil.

Moro vazou conversas de Estado entre o Ministro da Justiça e o Presidente da República, o que seria deslealdade.

Foto Divulgação

Moro:

  • -Porque não investigou os mandantes do Adelio?
  • -Porque não identificou os mandantes dos Hackers?
  • -Porque não investigou quem mandou o porteiro mentir?
  • -Porque não mandou a PF, investigar os contratos dos Doria?
  • -Porque colocou como assessora uma defensora de aborto e identidade de gêneros?
  • -Porque investigar 10 candidatos do PSL, se tem maia, Renam Calheiros, e uma cambada já com delações? Só PSL tem bandido?
  • -Porque deixou toda população de Curitiba ficar sofrendo com aquele circo do #lulalivre?
  • – Porque o nome do superintendente tinha que ser de sua escolha, e não um consenso, se esta é uma atribuição do presidente?
  • -Entregar conversas sigilosas para a globo é coisa de homem honrado?
  • -Exigir cargo no STF, para abrir mão de um subordinado, não e chantagem?
  • -Guardou as conversas pois já sabia que usaria?
  • -É´correto o empregado mandar mais do que o patrão?
  • -Se o senhor é tão digno, porque não comunicou o presidente oficialmente e preferiu comunicar a imprensa sobre sua saída?
atquivo
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Muitos estão argumentando que BOLSONARO, queria impedir que seu filho fosse investigado no caso da “rachadinha” do Rio de Janeiro.
Acreditamos que todos devam ser investigados, mas porque a mídia só fala apenas do filho do presidente.
Tire suas conclusões:

Rachadinha: Relatório do Coaf cita assessores de outros 20 deputados estaduais do RJ

Fabrício Queiroz, que também atuou como motorista do filho do presidente eleito, movimentou mais de R$ 1 milhão em apenas um ano.

Porém, conforme noticiou o “R7“, o relatório do Coaf não cita só assessores do gabinete do filho do presidente eleito. Pelo contrário, o documento registra movimentações muito maiores de deputados de outros partidos.

Ceciliano é o parlamentar com maior volume de movimentações atípicas, envolvendo quatro auxiliares e somando R$ 49,3 milhões. Em seguida aparece Paulo Ramos (PDT), que teria movimentado R$ 30,3 milhões.

A lista segue com assessores de deputados do PSB, DEM, MDB, PSDB, PHS, SD PSOL e claro PT.

O gabinete de Flavio Bolsonaro aparece na lista na posição 17 em valores movimentados.

internet

Sobre atuação de Moro a frente da ministério.
Sumiram as denuncias da lava jato.
Todos seus assessores, vieram do Paraná. (Só o Paraná tem pessoas capacitadas?)

O presidente determinou pente fino com os gastos da pandemia.
Varias denuncias surgiram, através de jornalistas, deputados e vereadores, com gastos abusivos, sem licitação.
Quais foram os investigados? Alguém tem o nome de um governador ou prefeito indiciado? Ou todos os políticos ser tornaram homens honestos?

“Estou decepcionado e surpreso com seu comportamento”, diz Bolsonaro sobre Moro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) concedeu coletiva para rebater as falas do ex-ministro da Justiça Sério Moro, que se demitiu do governo. Reunido com todos os seus atuais ministros, o presidente alegou que Moro tem compromisso “com o próprio ego”, “consigo próprio” e “não com o Brasil” e disse estar “decepcionado e surpreso com seu comportamento”.

Bolsonaro começou seu pronunciamento dizendo que “sabia que não seria fácil. Uma coisa é você admirar uma pessoa. A outra é conviver com ela, trabalhar com ela”. apontando que Moro é uma pessoa muito vaidosa.

Para rebater a acusação feita por Sérgio Moro de que o presidente tenta interferir na Polícia Federal, ele disse “mais de uma vez, o senhor Sergio Moro disse para mim: ‘Você pode trocar o Valeixo (superintendente da PF) sim, mas em novembro, depois que o senhor me indicar para o STF’”, declarou o presidente.

Bolsonaro disse que pedia a Moro um relatório diário sobre atividades da Polícia Federal, a fim de poder tomar decisões. “Falava-se em interferência minha na PF. Oras bolas, se posso trocar ministro, por que não posso, de acordo com a lei, trocar o diretor da PF? Não tenho que pedir autorização para ninguém para trocar diretor ou qualquer outro que esteja na pirâmide hierárquica do Poder Executivo”, declarou.

foto arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Seleção feminina de futebol bate a Zâmbia e pega o Canadá nas quartas

Invictas na competição, com vitória contra a China na estreia por 5 a 0 e empate com a Holanda por 3 a 3

FMI melhora previsão de crescimento do Brasil, para 5,3% em 2021

Previsão impulsionou estimativa de alta para América Latina e Caribe

Agressor terá que pagar gastos com tratamento a animal vítima de maus-tratos

Lei que responsabiliza autor de agressões a arcar com o custeio de cuidados é sancionada

Vacina: Profissionais de saúde entre 35 e 59 anos segunda dose

Serão disponibilizadas 4 mil vagas para vacinação que acontecerá na terça-feira, dia 3 de agosto

Homem completamente vacinado, voltou da China, ficou no hotel de quarentena e quando saiu descobriram que tinha Covid

Caso ocorreu na Austrália. A diretora de saúde, Jeannette Young, disse que ele teve três testes negativos antes de sair da quarentena.
- PUBLICIDADE -