InícioLazer e CulturaPrefeitura assina contrato para revitalização do Teatro de Arena “Jaime Zeiger”

Prefeitura assina contrato para revitalização do Teatro de Arena “Jaime Zeiger”

- continua após a publicidade -

O governo Federal, através do Ministério do Turismo, vai repassar R$ 768.199,23 a Ribeirão Preto para uma contrapartida de R$ 7.759,60 da Prefeitura – totalizando investimento de R$ 775.985,83 -, para reforma do Teatro de Arena “Jaime Zeiger”. O contrato com a Caixa Econômica Federal para viabilizar o repasse foi assinado na manhã desta quarta-feira, dia 4, pelo prefeito de Duarte Nogueira.

“Faremos o necessário para colocar o Teatro de Arena novamente em funcionamento, como palco de atividades artísticas e culturais. Além da revitalização do Arena e do recapeamento asfáltico iniciado hoje, para contribuir com a revitalização do Morro do São Bento, recebemos recursos na ordem de R$ 369.248,00 para compra de equipamentos para o Teatro Municipal de Ribeirão Preto”, explicou o chefe do Executivo.

O projeto de reforma do Teatro de Arena, previsto para ser licitado em 2019, contempla aquisição de elevadores para transporte de pessoas com deficiência e para transporte de carga, serviços de instalação desses elevadores, sistema de câmera de circuito fechado para monitoramento e segurança, revitalização e modernização do espaço.

Projeto de reforma – Após quatro meses de inscrição da Prefeitura, por intermédio da Coordenadoria de Projetos, com o plano de reforma do Teatro de Arena junto ao Ministério do Turismo, Ribeirão Preto foi contemplada. A reforma garantirá que o espaço volte a receber espetáculos e shows e, assim, atrair o público de volta para o circuito cultural do Arena.  Em 2017, ao assumir a administração, o teatro foi encontrado em péssimas condições e, para resgatar um dos mais importantes cartões postais da cidade e garantir que os artistas locais pudessem contar com o espaço, o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, reuniu-se com a equipe da Coordenadoria de Projetos para encontrar soluções para a reforma.

“É de extrema importância devolver à população os espaços públicos revitalizados, especialmente locais como o Teatro de Arena, onde os artistas locais e convidados de outras cidades podem expressar sua arte”, disse Nogueira.

Sobre o Arena – Inaugurado em 1969, o Teatro de Arena foi idealizado e construído por Jaime Zeiger.  Construído numa meia-encosta, em uma área de aproximadamente seis mil metros quadrados, Jaime Zeiger realizou pesquisas em vários países da Europa e Oriente Médio para a escolha do local ideal: topografia que favoreceria a qualidade acústica do teatro. Este teatro foi o primeiro teatro de arena construído no interior do Estado de São Paulo. A peça Antígona (de Sófocles) foi o primeiro espetáculo teatral apresentado no Teatro de Arena. Durante o ano de 1986 o teatro sofreu algumas reformas e foi reinaugurado em 1987. Entre 2012 e 2013, recebeu investimentos na ordem de R$ 1,3 milhão.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

 

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa

Bolsonaro na ONU: discurso sóbrio e responsável

‘Estávamos à beira do socialismo’, diz Bolsonaro em discurso na ONU Na abertura da Assembleia-Geral da entidade, presidente criticou lockdown e defendeu tratamento precoce contra a covid-19 O...

Corrente de Amor fomenta doações em prol do Hospital de Amor de Barretos

Facilidade de doação através de aplicativo e em pontos espalhados pelo Brasil, faz com que a campanha seja uma importante fonte de arrecadação para a instituição que operou com déficit mensal de mais de R$ 36 milhões em 2020

Primavera 2021: previsão geral para o Brasil

Primavera começa nesta quarta-feira (22). Crise hídrica e novo La Niña à vista. Quais as expectativas do clima para primavera 2021?

Bolsonaro faz abertura da assembleia geral da ONU logo mais por volta de 10 h

Na abertura da 76ª Assembleia Geral, expectativa é de que Bolsonaro use o púlpito para passar aos demais dirigentes mundiais um panorama do Brasil diferente do que os globalistas e velha mídia fazem.
- PUBLICIDADE -