InícioLazer e CulturaAlunos se encantam com a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e o...

Alunos se encantam com a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e o Theatro Pedro II

- continua após a publicidade -

Na manhã desta sexta-feira, dia 11 de agosto, centenas de crianças e jovens da rede de ensino de Ribeirão Preto ficaram encantados com o ensaio da Orquestra Sinfônica da cidade, além de conhecerem o Theatro Pedro II.

A solenidade de abertura contou com a participação do prefeito Duarte Nogueira, da presidente da Fundação Dom Pedro II, Mariana Jábali, da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Samanta Pineda, das secretárias da Educação, Suely Vilela, e da Cultura, Isabella Pessotti, e do maestro da Orquestra, Reginaldo Nascimento, além do presidente da Sinfônica, Sílvio Trajano, e do diretor Administrativo e Financeiro da Fundação Dom Pedro, José Arthur.

O projeto Ensaio Aberto de Orquestra é uma parceria do Theatro Pedro II com a Secretaria Municipal da Educação e a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. Uma vez por mês, sempre às sextas-feiras, os alunos da rede de ensino de Ribeirão Preto poderão acompanhar o ensaio da Orquestra, que também é aberto ao público que quiser prestigiar o ensaio no Theatro Pedro II.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Durante 1h, cerca de 560 crianças e jovens puderam entender como é o ensaio de uma Orquestra, conhecer seus instrumentos, interagir com o maestro e os músicos da Orquestra mais antiga em atividade ininterrupta no Brasil, além de conhecer a grandiosidade do terceiro maior teatro de ópera do Brasil, o Pedro II.

Mariana Jábali ressaltou a importância de essas crianças e jovens conhecerem o Theatro e a Orquestra para que eles possam cuidar bem desses dois patrimônios de Ribeirão Preto. “Proporcionar a eles o acesso ao Theatro Pedro II, um palco fantástico, um lugar belíssimo e, o melhor, com a nossa Orquestra Sinfônica. Unir tudo isso é muito importante para nós”, afirmou Mariana.

“O Ensaio Aberto da Orquestra Sinfônica possibilitou um contato mais íntimo dessas crianças com os músicos, tornando a arte um agente transformador de uma sociedade, mais acessível para todos que abriu as portas da imaginação dos jovens alunos, possibilitando a eles uma melhor oportunidade de desenvolvimento de sua cidadania”, disse Reginaldo Nascimento.

A secretária municipal da Educação, Suely Vilela, falou da importância do fortalecimento da cidadania nos processos de ensino e aprendizagem. “Além do ritual que compõem o ensaio de uma orquestra, da música e de viver plenamente este momento, os professores devem utilizar este momento como um processo pedagógico, de aprendizagem”, afirmou Suely

O prefeito, ao encerrar a solenidade de abertura, falou da felicidade de encontrar tantos jovens no Theatro e sobre o aprendizado. “Temos duas coisas que precisam fazer durante toda a nossa vida, e não só quando estamos na escola. A primeira é tudo o que aprendermos, devemos compartilhar com as outras pessoas. E uma segunda, tão importante quanto a primeira, sempre exerçam e pratiquem aquilo que vocês aprenderem de bom na vida de vocês, como estão aprendendo aqui hoje”, apontou Nogueira.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -