Início Esportes Olimpíadas Ágatha e Bárbara param em alemãs mas ficam com a prata na...

Ágatha e Bárbara param em alemãs mas ficam com a prata na final

- continua após a publicidade -

Ágatha e Bárbara fizeram o “impossível” ao eliminarem a tricampeã olímpica Kerri Walsh na semifinal do vôlei de praia. Na decisão, porém, não puderam repetir a façanha. Contra um vento muito forte e uma dupla alemã inspirada, as brasileiras não repetiram a atuação do dia anterior e caíram por 2 sets a 0, parciais de 21/18 e 21/14, diante de Ludwig e Walkenhorst, terminando o torneio com a prata.

O segundo lugar é, por si só, um feito para Ágatha e Bárbara, que chegaram como a segunda dupla mais cotada do Brasil e se superaram para chegar na decisão. Aos 33 e 29 anos, respectivamente, as duas fizeram no Rio sua estreia em Olimpíadas e logo de cara levaram uma prata, melhor resultado do Brasil em 12 anos no vôlei de praia feminino.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Agosto virtual: Museu Casa de Portinari traz agenda repleta de ações nas redes sociais

Para brindar esse novo período, o equipamento preparou diversas atividades educativas que promovem a cultura, o entretenimento e o conhecimento

PF faz operação contra quadrilha que atuava nos Correios

Parte foi recuperada com o bloqueio de bens dos investigados, como carros de luxo, um iate, um avião, imóveis de alto padrão e contas bancárias

Não é fácil entender o mundo. Como sobreviver o novo normal?

Seguimos desenfreadamente pela busca da justiça, do bem comum, de um mundo melhor e com maiores oportunidades a todos

Número de remoções e despejos dobram em SP na pandemia

Número de remoções e despejos dobram em SP na pandemia. A pesquisa compara os meses de abril, maio e junho, após o início da pandemia

Flagra: Nogueira tomando um chopp tranquilamente sem máscara

Foto neste domingo (01) em Campinas onde prefeito tranquilamente usa o celular, toma um chopp e tudo sem mascara. Seria normal se não fosse defensor do #fiqueemcasa
- PUBLICIDADE -