InícioFutebolBotafogoTricolor leva virada do Guarani, mas segue no G4 da Série C

Tricolor leva virada do Guarani, mas segue no G4 da Série C

- continua após a publicidade -

No duelo dos times de melhor campanha na Série C, o Guarani levou a melhor. Na noite desta segunda-feira (5), o Tricolor chegou a sair na frente com gol de Isac, mas levou a virada, por 2 a 1, e caiu duas posições na classificação do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro.

Apesar do resultado adverso, o Pantera se manteve dentro do G4 na chave e ocupa agora a 4ª colocação, com 27 pontos.
Já o Guarani chegou aos 34 pontos e garantiu a classificação antecipada à segunda fase.
Boa Esporte-MG, com 29 pontos, e Ypiranga-RS, com 27, completam o grupo dos quatro primeiros colocados.

O Tricolor volta a atuar no Estádio Santa Cruz, neste sábado (10), às 19h00, no duelo contra o Tombense-MG, pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Para este jogo, o técnico Márcio Fernandes poderá contar com os retornos do lateral Daniel Borges e do meia Zotti, que cumpriram suspensão na partida contra o Guarani. Por outro lado, Tiago Marques será desfalque certo por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

O JOGO
O Botafogo começou a partida com a proposta de afunilar o adversário em seu campo de defesa e em menos de 10 minutos chegou com perigo em dois lances. O chute de Tiago Marques saiu ao lado, mas Isac foi quem desperdiçou a melhor oportunidade. Serginho deixou o camisa 7 botafoguense na cara do gol, mas ele errou o alvo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Na segunda tentativa, Isac não decepcionou. Após cobrança de escanteio, a zaga do Guarani não conseguiu afastar, Derli ajeitou de cabeça e Isac apareceu bem colocado para encher o pé direito e estufar a rede dos campineiros.

O Guarani se viu obrigado a abrir mais as jogadas e buscar mais espaços no campo ofensivo. Pipico apareceu livre de marcação na pequena área e mandou para as redes. Para a sorte do Botafogo, o lance foi impugnado pela arbitragem que assinalou impedimento do atacante do Guarani.

Quem apareceu depois foi o jovem Sousa. O atleta formado nas categorias de base avançou com a bola dominada e deu um lindo passe longo preciso, nos pés de Tiago Marques. O atacante saltou, pegou de primeira na bola e só não ampliou o marcador por que Leandro Santos fez grande defesa.

O jogo mudou de figura no início da etapa complementar.
Neneca tentou salvar lance na grande área, mas não conseguiu afastar o perigo.
A bola chegou até Marcinho, que encheu o pé e conseguiu deixar tudo igual no placar do Estádio Santa Cruz.

O Tricolor tentou reagir rápido ao duro golpe que levou e teve duas boas oportunidades com Tiago Marques, que arrematou para defesa segura de Leandro Santos, e Serginho, que cobrou falta perigosa que passou raspando na rede pelo lado de fora.

O Botafogo pressionava o Guarani em busca do gol da vitória, quando levou a virada.
O atacante do time de Campinas foi lançado na área, Leleco se precipitou e cometeu pênalti.
Pipico foi para a cobrança a cobrança, deslocou Neneca e marcou o segundo gol do adversário.

O time botafoguense pressionou até o final, mas não conseguiu evitar a primeira derrota em casa dentro da competição nacional.

FICHA TÉCNICA:
Botafogo 1 x 2 Guarani-SP
Brasileiro Série C 2016 – 16ª Rodada
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 05/09/2016 – Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Fábio Filipus – PR (CBF-1)
Assistente 1: Victor Hugo Imazu dos Santos – PR (CBF-1)
Assistente 2: Pedro Martinelli Christino – PR (CBF-1)
Quarto Árbitro: Leonardo Ferreira Lima – SP (CBF-3)

Cartões amarelos: Tiago Marques e Serginho (Botafogo); Auremir, Régis, Ferreira e Zé Antônio (Guarani);
Gols: Isac, aos 13’/1ºT (Botafogo); Marcinho, aos 4’/2ºT e Pipico, aos 30’/2ºT (Guarani);

Público: 6.998 pagantes
Renda: R$ 96.770,00

Botafogo: Neneca; Sousa (Cléo Silva), Filipe, Matheus Mancini e Diego Pituca; Rodrigo Thiesen (Helton Luiz), Derli e Ramires; Serginho, Isac e Tiago Marques (Leleco). Técnico: Márcio Fernandes.

Guarani: Leandro Santos; Lenon, Ferreira, Maurício e Gilton; Auremir, Zé Antônio, Marcinho (Deivid) e Edinho (Renatinho); Pipico e Régis (Alex). Técnico: Marcelo Chamusca.

fonte – Agência Botafogo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação

A Anvisa informa que os Estados Unidos (EUA) relataram a ocorrência de casos de miocardite (inflamação do músculo cardíaco) e de pericardite (inflamação do tecido que envolve o coração) após a vacinação

Campeonato Esportivo movimenta mais de mil alunos das escolas municipais

Cirem será realizado até a 2a quinzena de dezembro

Assistência Social realizará “V Caminhada Mulher Maravilha” neste domingo

Evento promovido pelo NAEM acontece em referência aos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres

Projeto Guri está com inscrições abertas

Crianças e adolescentes de seis a 18 anos podem aprender a tocar um instrumento musical, sem a necessidade de conhecimento prévio

Fogos de artifício: veterinário explica como proteger os animais durante as comemorações

Especialista explica as possíveis reações dos pets e o que pode ser feito para amenizar o pânico e transtornos causados pelas explosões
- PUBLICIDADE -