InícioFutebolBotafogoNa estreia da 3ª camisa, Botafogo vence o Paraná e entra no...

Na estreia da 3ª camisa, Botafogo vence o Paraná e entra no G-4

Com a vitória, o Tricolor assumiu a quarta colocação com 19 pontos –dois a mais do que o Criciúma, quinto colocado, que ainda entra em campo na segunda-feira

- continua após a publicidade -

Na estreia da 3ª camisa, Botafogo vence o Paraná e entra no G-4

Na estreia da terceira camisa, o Botafogo venceu o Paraná Clube por 1 a 0, neste sábado (7), no Estádio Santa Cruz, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

O único gol do jogo foi marcado pelo lateral direito Rodrigo em cobrança de falta, aos 25 minutos do segundo tempo. Foi o segundo gol do jogador na competição.

Com a vitória, o Tricolor assumiu a quarta colocação com 19 pontos –dois a mais do que o Criciúma, quinto colocado, que ainda entra em campo na segunda-feira (9), quando enfrenta o São José-RS em casa. O líder do Grupo B é o Ypiranga, que soma 23 pontos. Novorizontino e Ituano têm 20 pontos e estão em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Agora, o Pantera volta a campo no próximo sábado (14), quando encara o Mirassol, às 11h, no Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

O JOGO

Após repetir a formação em quatro jogos consecutivos, Argel Fuchs montou o Botafogo para o duelo contra o Paraná com quatro alterações. No sistema defensivo, Fabão substituiu Yan Victor. No meio de campo, Emerson ocupou a vaga de John Everson. Já o setor ofensivo teve Ariel, Rafael Marques e o prata da casa Bruno Santos, que fez sua primeira partida como titular. Rafael Marques substituiu Walter, lesionado, enquanto Bruno Santos atuou no lugar de Neto Pessôa, suspenso.

Mesmo com os desfalques, o Tricolor começou pressionando o Paraná. Em 20 minutos, criou quatro boas chances de abrir o placar. O primeiro lance de perigo ocorreu aos 5 minutos, quando Gustavo Xuxa cobrou escanteio e Rafael Marques desviou de cabeça. A bola passou raspando a trave. No minuto seguinte, Ariel invadiu a área e concluiu para fora.

O Pantera continuou atacando. Aos 9 minutos, Caetano virou o jogo, Pará ajeitou no peito e Bruno Santos recebeu e encheu o pé. A bola explodiu no travessão. Na sequência, após boa troca de passes, Rodrigo cruzou forte rasteiro, Bruno Grassi espalmou e a bola sobrou para Emerson que, finalizou da pequena área, mas a zaga desviou e colocou para escanteio.

Aos 14, Caetano fez lindo lançamento para Ariel, que invadiu a área e chutou para boa defesa do goleiro adversário.

Após os 20 minutos, o Paraná equilibrou o jogo e ameaçou em chutes de Reis e Gustavo França, mas Igor Bohn estava bem colocado e defendeu.

No segundo tempo, o Botafogo voltou pressionando e teve boas chances para abrir o placar. Aos 6 minutos, a bola foi enfiada para Bruno Santos, que dominou no peito, driblou o zagueiro e tentou colocar, no entanto, Bruno Grassi fez excelente defesa. Dois minutos depois, Rafael Marques saiu na cara do gol e finalizou para outra excelente defesa do goleiro paranaense.

O Tricolor continuou pressionando e chegou ao gol num lance de bola parada. Aos 25 minutos, Rodrigo cobrou falta, a bola desviou e enganou o goleiro: 1 a 0.

Após o gol, o Paraná se lançou ao ataque e insistiu nas bolas cruzadas. O time ameaçou em duas oportunidades, mas o Pantera conseguiu segurar o placar.

Nos acréscimos, Gustavo Xuxa e Edgar perderam chances de ampliar o marcador.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X PARANÁ
LOCAL: Estádio Santa Cruz
DATA: 7 de agosto, sábado
HORÁRIO: 19h (de Brasília)
ÁRBITRO: Eduardo Tomaz de Aquino
ASSISTENTES: Tiago Gomes da Silva e Tiego Henrique dos Santos
GOLS: Rodrigo, aos 25 minutos do segundo tempo (Botafogo)
CARTÕES AMARELOS: Xuxa, Pará, Edgar, Victor Bolt e Emerson (Botafogo); Sillas, Rômulo Costa e Moisés Gaúcho (Paraná)
BOTAFOGO: Igor Bohn; Rodrigo, Diego Guerra, Fabão (Yan Victor) e Pará; Caetano, Emerson (Victor Bolt) e Gustavo Xuxa; Ariel (Bruno Michel), Rafael Marques (Edgar) e Bruno Santos (Luketa). Técnico: Argel Fuchs.
PARANÁ: Bruno Grassi; Alex Murici, Jonathan Costa, Rômulo Costa e Danilo (Brayan); Moisés Gaúcho, Gustavo França (Ebere), Vinícius Moura (Erivan) e Sillas; Janderson e Reis (Ruan). Técnico: Silvio Criciúma

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cientista chinês deserta para os EUA com segredos de armas hipersônicas

Ele estava disposto a fornecer informações detalhadas sobre o veículo hipersônico em troca de asilo para ele, sua esposa e seu filho.

Brasil já tem mais casos de covid-19 do que no periodo antes da vacina

A pergunta é: Fecha tudo e #fiqueemcasa? As picadas funcionam ou é apenas interesse financeiro?

Aulas da Rede Municipal retornam na próxima semana

Retorno será 100% presencial e obrigatório para os estudantes; todos os protocolos sanitários que dispõem sobre a Covid-19 serão cumpridos. Não é obrigatório apresentar passaporte sanitário.

Morre a cantora e pastora Ludmila Ferber aos 56 anos

"Quando tudo parece estranho ao redor ,Buscar tua face é preciso, Deus Quando a gente não sabe o que está ocorrendo Buscar tua face é preciso, Deus"

Prefeitura obriga funcionalismo apresentar passaporte sanitário

Seu corpo minhas regras: Funcionários que não apresentarem documento serão impedidos de trabalhar e terão descontada do salário.
- PUBLICIDADE -