Início Educação Procon-RP vai levar estudantes municipais ao cinema para educar o consumidor do...

Procon-RP vai levar estudantes municipais ao cinema para educar o consumidor do futuro

- continua após a publicidade -

Os alunos da rede municipal de ensino irão ao cinema, no Cineclube Cauim, para assistir filmes que têm por objetivo educar as crianças para que se tornem consumidoras conscientes. Essa forma lúdica e artística, que ensina dentro de uma atividade de entretenimento, que proporciona prazer e divertimento, é inédita no país.

Ela se tornou possível depois que a Câmara Municipal aprovou, na última terça-feira, dia 24 de maio, por unanimidade, o projeto de lei do Executivo, apoiado pela Promotoria de Justiça do Consumidor, que autoriza a Secretaria Municipal de Assistência Social a repassar ao Cauim a quantia de R$ 400.000,00 do Fundo Municipal de Defesa dos Direitos Difusos (FMDD), constituído pela arrecadação de multas aplicadas pelo Procon de Ribeirão Preto. Os recursos viabilizarão o projeto “Educação para o Consumo”.

Seiscentas crianças participarão do projeto todos os dias.
A estratégia e a logística de levar os estudantes das escolas municipais até o cinema e do cinema até as escolas, estão sendo traçadas pelo Cauim, Procon e as secretarias municipais envolvidas.
O que já está definido, no entanto, é que serão duas sessões diárias, uma pela manhã e outra à tarde.

No cinema, elas vão assistir quatro filmes de curta metragem que ensinam a criança a consumir e até a poupar recursos financeiros. De quebra, os estudantes vão assistir também um filme longa metragem atual que está, ou esteve recentemente, em cartaz nas outras salas da cidade.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Em cada sessão, a criançada terá direito e um suco natural de laranja e uma pipoca para consumir durante as apresentações.

Uma cartilha do Procon será distribuída para cada aluno na saída do cinema ou depois de cada palestra realizada por conta do mesmo projeto.

Projeto é inédito no Brasil

É um projeto piloto de educação em massa para o consumo de estudantes que dá uma utilização racional ao Fundo dos Direitos Difusos do Consumidor”.

Segundo Garde, mais uma vez, o Procon de Ribeirão Preto sai na frente com essa experiência que promete ser ampliada em curto espaço de tempo, “Esse projeto não para por aí”, reforçou.

O Promotor de Justiça do Consumidor, Carlos Cezar Barbosa, corrobora com as palavras de Garde, acrescentando que o projeto reflete uma maneira importante de utilizar os recursos do Fundo.

É com educação que vamos formar os consumidores do futuro mais atentos aos seus direitos”,

completou.

Já para o presidente do Cineclube Cauim, Fernando Kaxassa, o projeto além de provocar reflexões pelas crianças “vai capacitar os jovens de hoje a se tornarem consumidores conscientes amanhã”.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Prefeito Greca sofre derrame mas não tem nada com a coronavac

Este é o que criou projeto de lei para multar quem distribuir comida a sem-teto sem autorização em Curitiba. Esperamos que ele esteja se alimentando no Hopital.

Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

estes medicamentos apresentaram uma redução de 70,4% na hospitalização e mortes.

Feriado de Tiradentes: veja o que abre e o que fecha em Ribeirão Preto

Serviços essenciais estão mantidos, assim como a vacinação contra a Covid-19 seguirá normalmente.

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em julho

Trabalhadores informais nascidos em julho começam a receber hoje (20) a nova rodada do auxílio emergencial.

Com verba da Covid prefeitura antecipa 13º salário de aposentados e servidores

No total, a remuneração mensal dessas pessoas atinge a casa dos R$ 120 milhões mensais.
- PUBLICIDADE -