Início Clima Baixada Santista tem Chuvas que deixam nove mortos e seis desaparecidos

Baixada Santista tem Chuvas que deixam nove mortos e seis desaparecidos

Fortes chuvas nesta madrugada provocaram ao menos nove mortes nas cidades de Guarujá, Santos e São Vicente e 6 pessoas continuam desaparecidas

- continua após a publicidade -

As fortes chuvas que caíram sobre a região da Baixada Santista na madrugada desta terça-feira (3) provocaram ao menos nove mortes nas cidades de Guarujá, Santos e São Vicente, de acordo com a Defesa Civil do Estado de São Paulo. Ao menos seis pessoas continuam desaparecidas.

Segundo o governo, o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Walter Nyakas Junior, está na região e vai se reunir com prefeitos para avaliar a situação e definir quais são as primeiras necessidades.

De acordo com dados do Núcleo de Gerenciamento de Emergência da Defesa Civil do Estado, o acumulado nas últimas 12 horas de chuvas no Guarujá foi de 282 milímetros, em Santos de 218 mm, em Praia Grande 170 mm, São Vicente 169 mm e Mongaguá 160 mm, Cubatão 132 mm e Itanhaém e Bertioga o acumulado foi de 110 mm.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Vítimas do temporal

Um bombeiro morreu na cidade de Guarujá em decorrência das fortes chuvas que atingiram a Baixada Santista nesta segunda-feira (2). A Defesa Civil informou que a morte aconteceu no Morro do Macaco Molhado quando o bombeiro trabalhava no resgate de moradores que ficaram soterrados após deslizamento de terra. Outro bombeiro está desaparecido.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

ABCF explica a diferença entre uso da ivermectina para parasitas e para COVID-19

Testes em laboratório mostram que novo coronavírus não sobreviveu a doses altas de ivermectina. Em humanos seria o equivalente a 10 vezes a dose usada para tratar parasitas

Surto de sarampo preocupa gestores de saúde

Em 1º de janeiro deste ano, o país registrou a primeira morte por sarampo, que ocorreu na cidade de São Paulo.

Ticiane Pinheiro é a madrinha da Campanha do Agasalho 2020 da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

Este ano, a Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo tem o apoio da Iguatemi que disponibilizou espaço incluindo o Iguatemi Ribeirão Preto

ESTIMATIVA DE ANIMAIS ERRANTES NO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO

Animais errantes são aqueles que vagam pelas ruas, sem tutor definido, já que foram abandonados por quem tinha a obrigação legal de cuidar e amparar

Meditação no isolamento pode amenizar ansiedade

A doença, que afeta 18 milhões de brasileiros, pode ser minimizada com a prática da meditação e por meio de outras terapias.
- PUBLICIDADE -