Início Cidades Em fase de drenagem, corredores de ônibus das avenidas Dom Pedro I...

Em fase de drenagem, corredores de ônibus das avenidas Dom Pedro I e Saudade começam a tomar forma

Cerca de dois milhões e meio de usuários do transporte coletivo serão beneficiados com a implantação dos corredores de ônibus

- continua após a publicidade -

Com 5,53 e 5,28 quilômetros de extensão, respectivamente, obras irão beneficiar em torno de 2,5 milhões de usuários do transporte coletivo

Cerca de dois milhões e meio de usuários do transporte coletivo urbano gerido pela TRANSERP, serão beneficiados com a implantação dos corredores de ônibus das avenidas Dom Pedro I e Saudade. Com 5,53 e 5,28 quilômetros de extensão, respectivamente, estes serão os maiores corredores da cidade. As obras também contemplam a implantação de ciclovias nas avenidas Luiz Galvão Cezar, Octávio Golfeto e Francisco Maggioni, totalizando 2,92 quilômetros de extensão. O prazo de execução é de 12 meses.

Os corredores, iniciados em janeiro, estão em fase de drenagem pluvial com limpeza das bocas de lobo existentes, substituição dos tampões de concreto, implantação de bocas de lobo simples e duplas, além da ampliação das galerias de águas pluviais.

“Estamos aumentando o diâmetro das redes de águas pluviais visto que as atuais não suportam o fluxo em dias de chuvas intensas. Com isso, pretendemos melhorar o escoamento da água e diminuir os pontos de alagamento nessas vias”, afirmou o prefeito Duarte Nogueira.

A Coesa Engenharia, empresa licitada por R$ 39.740.679,60, conta com três frentes de trabalho, uma na avenida Dom Pedro I, outra na avenida Galvão César e a terceira na avenida Brasil com a Guiana Francesa. Concluídos os serviços de drenagem, a próxima etapa será substituir a pavimentação existente.

foto divulgação
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Nesta terça-feira (3), a Transerp, empresa que gerencia o trânsito em Ribeirão Preto, interditou a avenida Dom Pedro I na pista sentido Centro/Bairro, no trecho entre a rua Rio Grande do Sul e a rua Pará, devido à execução da etapa. Os condutores que vêm da Capitão Salomão e desejam acessar a região do Ipiranga deverão entrar à direita na rua Rio Grande do Sul, à esquerda na rua André Rebouças, novamente à esquerda na rua Pará para depois retornar à avenida Dom Pedro I.

“Esse é mais um corredor, de um total de 56 quilômetros previstos no Programa Ribeirão Mobilidade, que cortarão a cidade nos eixos Norte e Sul, Leste e Oeste. Temos o intuito básico de aumentar a fluidez, diminuir o tempo das pessoas dentro do transporte público ou no trânsito de maneira geral, para poder se deslocar dentro da cidade e levar o menor tempo possível até chegar a seu destino. Estamos trabalhando para que o deslocamento médio seja em torno de meia hora, no máximo”, afirmou o chefe do Executivo durante seu pronunciamento.

Estrutura
O corredor de ônibus da avenida Dom Pedro I será implantado da Av. Fábio Barreto até a praça Amin Calil, Av. Mal Costa e Silva, Av. Capitão Salomão, Av. Dom Pedro I, Av. Luiz Galvão Cezar até a Rotatória Alceu Paiva Arantes.

foto arquivo

Já o da avenida Saudade será da Av. Mogiana com a Av. Brasil (Praça Antônio Lopes Balau), Av. Brasil, Av. Saudade até a Avenida Francisco Junqueira, pegando um trecho da rua Fernão Sales entre a avenida Saudade e a rua São Paulo, além da rua São Paulo entre a rua Fernão Sales e a avenida Francisco Junqueira.

“A implantação contará com uma faixa exclusiva para ônibus por toda a extensão de cada eixo. Por todo o local será instalada semaforização inteligente, que abre com a proximidade do ônibus, para garantir fluidez e menor tempo de percurso, além de sinalização com botoeiras para pedestres e onda verde”, explicou o secretário de Obras Públicas, Pedro Luiz Pegoraro.

Acessibilidade

O projeto também contempla a revitalização de todo o passeio nos quarteirões em que houver ponto de ônibus para garantir acessibilidade aos pedestres, principalmente àqueles com dificuldades de mobilidade. Todas as esquinas da avenida contarão com rampas de acesso para cadeirantes com piso tátil direcional e de alerta, indicando os pontos de espera e de travessia para deficientes visuais.

foto arquivo
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Por fim, será feito um recapeamento reforçado nas faixas preferenciais de todos os corredores para garantir maior tempo de uso e menor risco de danos devido ao peso do veículo, além do piso de concreto nas paradas de ônibus.

“Essa obra irá facilitar e trazer melhorias para as comunidades da Dom Pedro I e do Ipiranga, que tanto merecem, assim como a avenida Saudade e rua São Paulo, que são importantes artérias da nossa cidade. Esses trechos receberão toda uma infraestrutura de pavimento, galerias, acessibilidade e, também, uma modificação completa na questão de sinalizações, tanto horizontais e verticais quanto semafóricas”, ressaltou Pegoraro.

Ribeirão Mobilidade


Os corredores Dom Pedro I e Saudade fazem parte dos 11 corredores de ônibus que serão implantados em Ribeirão Preto, totalizando 56 quilômetros, e das mais de 30 obras viárias previstas no Programa Ribeirão Mobilidade. Já foram iniciados os corredores das avenidas do Café, Dom Pedro I e Saudade.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Comércio de Ribeirão e região ganha Marketplace para atrair mais clientes, aumentar vendas e estimular a economia local

Trata-se da expansão do projeto Varejo+, iniciativa da CDL e do SINCOVARP. As duas entidades confirmam o lançamento do Shopping Center Online voltado especialmente à MEIs, micros, pequenas e médias empresas.

“Uber do ônibus” acusa Dória de tentar inviabilizar atividade e protesta em frente à sede do governo

Entre as participantes da manifestação está a Buser, maior plataforma do segmento no Brasil, cotada para se tornar, ainda neste ano, um unicórnio (nome dado às startups cujo valor alcança US$ 1 bilhão).

Nogueira, Suely e Chiarelli lideram pesquisa eleitoral em Ribeirão Preto

Brancos e nulos ocupam o segundo lugar na pesquisa. Pelo visto a população apoia João Doria e todas empresas fechadas e falta de tratamento precoce.

Pais de Wesley oferecem R$ 5 mil para quem oferecer informações reais

Wesley Filho, de 13 anos, está desaparecido há 60 dias, e pai afirma que recebe trote diariamente de pessoas pedindo dinheiro para “libertar” o filho de “sequestro”

Presidente do TSE defende maior participação feminina na política

Na ocasião, o presidente do TSE defendeu o aumento da participação das mulheres na política. Segundo ele, o Brasil tem “irrisórios” 15% de participação feminina no Congresso Nacional