InícioCidadesArteris reduz em 51% as fatalidades em suas rodovias

Arteris reduz em 51% as fatalidades em suas rodovias

Empresa alcança a meta da ONU para um trânsito mais seguro e promove ações para um trânsito menos violento na última década

- continua após a publicidade -

A Arteris reduziu em 51% as fatalidades das ocorrências em suas rodovias concedidas, entre 2010 e 2020. Com isso, alcançou a meta da ONU para um trânsito mais seguro, que previa a redução mínima de 50% das fatalidades no trânsito ao longo da década. 

Entre as rodovias federais administradas pela Arteris, destacam-se: Planalto Sul (BR-116 entre Curitiba e Santa Catarina, na divisa com o Rio Grande do Sul), que reduziu em 66,3% as fatalidades; Régis Bittencourt (BR-116 entre São Paulo e Curitiba); e Arteris Fluminense (BR-101 RJ/Norte), ambas com redução de 56% nas fatalidades das ocorrências.

O resultado foi conquistado com um intenso trabalho de ampliação, modernização e recuperação das rodovias, e por campanhas de conscientização para prevenção de acidentes. Nos últimos anos, a Arteris investiu cerca de R$ 20 bilhões em suas rodovias. 

foto divulgação

“Além dos investimentos, aderimos ao Pacto Global e renovamos o compromisso com a Década de Ação para Segurança no Trânsito até 2030. Acreditamos que consolidar nossa estratégia com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável propostos pela ONU possui um reflexo direto na prestação de serviço”, explica Ricardo Gerab, superintendente de operações da Arteris.

arquivo

Década de investimentos e iniciativas

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Em 2011, a ONU decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito, que previa a redução pela metade dos óbitos decorrentes de acidentes de trânsito, entre 2011 e 2020. A Arteris aderiu voluntariamente ao pacto desde sua criação, e agora o fez novamente até 2030.

Na última década, a Arteris promoveu uma série de investimentos nas rodovias administradas, estudos para o aprimoramento da gestão de suas rodovias, além de intensificar treinamentos e simulações de resgate, incêndio e desvio de tráfego, a fim de ter equipes preparadas para garantir, em situações reais, o atendimento rápido aos usuários, a fluidez do tráfego e a segurança de todos que transitam na rodovia, motoristas, colaboradores ou moradores do entorno. 

A Arteris promove ainda campanhas de educação e fiscalização no trânsito em parceria com a Polícia Rodoviária Federal e com a Polícia Militar Rodoviária do Estado de SP. Fazem parte das ações de conscientização os projetos Escola Arteris, Passarela Viva, Viva Pedestre, Viva Ciclista, Viva Motociclista, Serra Segura, Acorda Motorista, Saúde na Boleia, entre outros, que atuam com comunidades do entorno e motoristas profissionais. 

Foto divulgação

Sobre a Arteris – A Arteris, uma das principais empresas de concessões de rodovias do Brasil, administra cerca de 3.200 km de vias nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná, ligando importantes eixos econômicos do País. É responsável pela operação de cinco concessões federais: Fernão Dias, Régis Bittencourt, Litoral Sul, Planalto Sul e Fluminense. Também detém as concessionárias estaduais Intervias e ViaPaulista, no interior de São Paulo. O compromisso da empresa, que é controlada pela espanhola Abertis e pela canadense Brookfield, é com a valorização do ser humano, seja na segurança da rodovia, seja nos impactos socioeconômicos positivos na sociedade e na conservação ambiental. A Arteris também desenvolve projetos educacionais em comunidades próximas às suas áreas de atuação, que já beneficiaram mais de 300 mil alunos e formaram mais de 18 mil educadores, em mais de 660 escolas da rede pública de ensino municipal e estadual. Saiba mais em: www.arteris.com.br.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Dois lotes de parques municipais serão administrados por iniciativas privadas

Gestão e encerramento do contrato (até cinco anos de contrato com a possibilidade de prorrogação por mais cinco anos).

Ribeirão Preto estende abertura do comércio a partir desta sexta-feira, dia 30

Medida se antecipa ao Plano São Paulo. Veja como ficam os horários.

GCMs realizam doação de sangue em Ribeirão Preto

Ação contribuiu com o estoque de sangue do hospital São Lucas; tipos O-, O+ e A - são os mais críticos, com menos da metade das bolsas necessárias

Brasil gera 309 mil empregos formais em junho

Governo deve lançar programas para inclusão de jovens no mercado

Anvisa alerta sobre casos de Guillain-Barré após vacinação

A Anvisa explica que a SGB é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas.
- PUBLICIDADE -