InícioTrânsitoAumentam as fatalidades de trânsito na região de Ribeirão Preto

Aumentam as fatalidades de trânsito na região de Ribeirão Preto

Novos dados do Infosiga SP apontam crescimento de 7% nos óbitos em julho, mesmo com a diminuição do movimento de veículos ocorreu acréscimo, Qual seria o motivo?

- continua após a publicidade -

O programa Respeito à Vida, do Governo de São Paulo, publica os novos dados do Infosiga SP sobre acidentes e fatalidades de trânsito no Estado. Em julho, as fatalidades subiram 7% na região administrativa de Ribeirão Preto, que, no entanto, acumula redução de 4% desde janeiro.

No Estado, foram registrados 402 óbitos em vias urbanas e rodovias, o que representa uma queda de 16,6% na comparação o mesmo período de 2019 (482 ocorrências). No ano, a redução é de 11,4% nas fatalidades (2.726 contra 3.078 nos primeiros sete meses de 2019). Acidentes com vítimas tiveram redução de 6% em julho (14,1 mil ocorrências contra 15,1 mil).

“Em função da pandemia da Covid-19, a mobilidade passa por uma intensa transformação. Com um menor número de pessoas transitando por ruas e estradas, os acidentes caíram na mesma proporção. Esse cenário beneficiou principalmente os pedestres, os mais expostos em caso de acidentes. Hoje, esse grupo registra o menor número de mortes dos últimos 5 anos”, destaca Ernesto Mascellani Neto, presidente do Detran.SP.

Fatalidades em Julho
Todos os modais – Estado de SP

Histórico – Fatalidades por mês
Todos os modais – Estado de SP (Janeiro a Julho)

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Estatísticas regionais

No Estado, 12 das 16 regiões administrativas obtiveram reduções nas fatalidades. Marília registrou a maior queda, passando de 28 mortes em julho de 2019 para 8 neste ano (-71%). Já a região de Franca saltou de 8 ocorrências para 24 no mesmo período (+200%). Na região metropolitana de São Paulo, a redução foi de 20%, sendo que a Capital teve queda de 32% (48 fatalidades contra 71 em 2019).

Acidentes fatais em vias municipais registraram redução de 10,9% em julho. Já nas rodovias que cortam o Estado, a queda foi ainda mais expressiva (-22,1%). As ocorrências concentram-se no período noturno (55,5%) e nos finais de semana (45,8%). A maior parte das vítimas é homem (87,3%) e condutor do veículo (61,7%), enquanto as colisões entre veículos foram o principal tipo de acidente (38,6%).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Camping e Restaurante Vale dos Sonhos

Uma opção para passar os feriados ou então dar aquela fugidinha de final de semana, a uma hora de Ribeirão Preto, o local oferece diversão e descanso para toda família

Agendamento: 1ª DOSE em crianças de 9 a 11 anos aberto nesta segunda-feira (24)

Serão disponibilizadas seis mil vagas e vacinação acontecerá na terça-feira, dia 25 de janeiro

Oportunidades: Comece a semana buscando seus objetivos

Há oportunidades para diversas áreas em Ribeirão Preto, Sertãozinho, Serrana. Veja como se candidatar e boa sorte. Compartilhe com amigos que estão precisando.

Colégio Metodista suspende atividades em Ribeirão Preto

Instituição contava com 122 anos de atuação na cidade encerra atividades por conta da situação financeira da instituição de ensino. A economia vemos depois.

O fundo do posso sem fundo: Fiocruz indica atenção com dengue

Períodos chuvosos atrelados ao calor são favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, que é também transmissor do vírus da zika e chikungunya.
- PUBLICIDADE -