Início Trânsito Aumentam as fatalidades de trânsito na região de Ribeirão Preto

Aumentam as fatalidades de trânsito na região de Ribeirão Preto

Novos dados do Infosiga SP apontam crescimento de 7% nos óbitos em julho, mesmo com a diminuição do movimento de veículos ocorreu acréscimo, Qual seria o motivo?

- continua após a publicidade -

O programa Respeito à Vida, do Governo de São Paulo, publica os novos dados do Infosiga SP sobre acidentes e fatalidades de trânsito no Estado. Em julho, as fatalidades subiram 7% na região administrativa de Ribeirão Preto, que, no entanto, acumula redução de 4% desde janeiro.

No Estado, foram registrados 402 óbitos em vias urbanas e rodovias, o que representa uma queda de 16,6% na comparação o mesmo período de 2019 (482 ocorrências). No ano, a redução é de 11,4% nas fatalidades (2.726 contra 3.078 nos primeiros sete meses de 2019). Acidentes com vítimas tiveram redução de 6% em julho (14,1 mil ocorrências contra 15,1 mil).

“Em função da pandemia da Covid-19, a mobilidade passa por uma intensa transformação. Com um menor número de pessoas transitando por ruas e estradas, os acidentes caíram na mesma proporção. Esse cenário beneficiou principalmente os pedestres, os mais expostos em caso de acidentes. Hoje, esse grupo registra o menor número de mortes dos últimos 5 anos”, destaca Ernesto Mascellani Neto, presidente do Detran.SP.

Fatalidades em Julho
Todos os modais – Estado de SP

Histórico – Fatalidades por mês
Todos os modais – Estado de SP (Janeiro a Julho)

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Estatísticas regionais

No Estado, 12 das 16 regiões administrativas obtiveram reduções nas fatalidades. Marília registrou a maior queda, passando de 28 mortes em julho de 2019 para 8 neste ano (-71%). Já a região de Franca saltou de 8 ocorrências para 24 no mesmo período (+200%). Na região metropolitana de São Paulo, a redução foi de 20%, sendo que a Capital teve queda de 32% (48 fatalidades contra 71 em 2019).

Acidentes fatais em vias municipais registraram redução de 10,9% em julho. Já nas rodovias que cortam o Estado, a queda foi ainda mais expressiva (-22,1%). As ocorrências concentram-se no período noturno (55,5%) e nos finais de semana (45,8%). A maior parte das vítimas é homem (87,3%) e condutor do veículo (61,7%), enquanto as colisões entre veículos foram o principal tipo de acidente (38,6%).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Aposentados do INSS começam a receber benefícios com reajuste

Calendário de pagamentos segue número final de cartão do beneficiário, confira a tabela dos próximos 12 meses

Trecho da avenida Independência será interditado nesta terça-feira, dia 26

Rotas alternativas poderão ser utilizadas nas avenidas Anhanguera e João Fiúsa

Rede municipal volta às aulas presenciais dia 8 de fevereiro

O calendário começará pelo ensino fundamental, e no dia 1 de março, as aulas voltam para a educação infantil; O retorno dos alunos é opcional

Ribeirãopretana é Sensação nas redes sociais, Rafaella Tuma trabalha com ilustrações lúdicas de cultura pop

Além de ilustradora, Rafa ministra curso online sobre gestão da carreira artística

Após 32 anos Fausto Silva deixa a Globolixo

Do jeito que a globo tá indo, reduzindo salários, artistas saindo da emissora, cortando lanche da madrugada, em breve, estarão contratando novamente Alexandre Frota.
- PUBLICIDADE -