InícioTrânsitoAumentam as fatalidades de trânsito na região de Ribeirão Preto

Aumentam as fatalidades de trânsito na região de Ribeirão Preto

Novos dados do Infosiga SP apontam crescimento de 7% nos óbitos em julho, mesmo com a diminuição do movimento de veículos ocorreu acréscimo, Qual seria o motivo?

- continua após a publicidade -

O programa Respeito à Vida, do Governo de São Paulo, publica os novos dados do Infosiga SP sobre acidentes e fatalidades de trânsito no Estado. Em julho, as fatalidades subiram 7% na região administrativa de Ribeirão Preto, que, no entanto, acumula redução de 4% desde janeiro.

No Estado, foram registrados 402 óbitos em vias urbanas e rodovias, o que representa uma queda de 16,6% na comparação o mesmo período de 2019 (482 ocorrências). No ano, a redução é de 11,4% nas fatalidades (2.726 contra 3.078 nos primeiros sete meses de 2019). Acidentes com vítimas tiveram redução de 6% em julho (14,1 mil ocorrências contra 15,1 mil).

“Em função da pandemia da Covid-19, a mobilidade passa por uma intensa transformação. Com um menor número de pessoas transitando por ruas e estradas, os acidentes caíram na mesma proporção. Esse cenário beneficiou principalmente os pedestres, os mais expostos em caso de acidentes. Hoje, esse grupo registra o menor número de mortes dos últimos 5 anos”, destaca Ernesto Mascellani Neto, presidente do Detran.SP.

Fatalidades em Julho
Todos os modais – Estado de SP

Histórico – Fatalidades por mês
Todos os modais – Estado de SP (Janeiro a Julho)

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Estatísticas regionais

No Estado, 12 das 16 regiões administrativas obtiveram reduções nas fatalidades. Marília registrou a maior queda, passando de 28 mortes em julho de 2019 para 8 neste ano (-71%). Já a região de Franca saltou de 8 ocorrências para 24 no mesmo período (+200%). Na região metropolitana de São Paulo, a redução foi de 20%, sendo que a Capital teve queda de 32% (48 fatalidades contra 71 em 2019).

Acidentes fatais em vias municipais registraram redução de 10,9% em julho. Já nas rodovias que cortam o Estado, a queda foi ainda mais expressiva (-22,1%). As ocorrências concentram-se no período noturno (55,5%) e nos finais de semana (45,8%). A maior parte das vítimas é homem (87,3%) e condutor do veículo (61,7%), enquanto as colisões entre veículos foram o principal tipo de acidente (38,6%).

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

A população insistem em votar errado e Ramon Faustino (Psol) continua sendo processado

Nova audiência foi marcada para o dia 06 de outubro, para ouvir o depoimento das ex-assessoras

Centro de Qualificação prorroga inscrições para cursos gratuitos

São 278 vagas disponíveis com inscrições online até 29 de setembro com barbearia, informática básica, excel, word básico, jardinagem e paisagismo e muitos outros

Circuito SP promove atração gratuita no Teatro Municipal

Peça mostra o encontro da Rainha Elizabeth I com o dramaturgo William Shakespeare

Cruzamento em Ribeirão Preto recebe obra da artista Elisa Bracher

Obra está sendo instalada no cruzamento das avenidas João Fiusa e Independência; escultura deve ser inaugurada na quarta-feira, 28

Giorgia Meloni deve liderar Itália após vitória eleitoral da direita

Giorgia Meloni se tornará a primeira mulher premiê da Itália
- PUBLICIDADE -