Home » Esportes » Futebol » Botafogo » Na estreia de Vica, Fogão domina jogo, mas acaba cedendo o empate

Na estreia de Vica, Fogão domina jogo, mas acaba cedendo o empate

Na estreia do técnico Vica no comando do Botafogo, o time voltou a jogar bem, controlou todo o jogo contra o Tupi-MG, mas foi castigado com o gol de empate já na parte final da etapa complementar. Na tarde deste sábado (26), o duelo terminou empatado, em 1 a 1, no Estádio Santa Cruz.

Assim, o Botafogo soma agora 22 pontos e subiu para a quarta colocação do Grupo B. O Tricolor volta atuar pelo Campeonato Brasileiro da Série C neste sábado (2), às 15h30, contra o Tombense-MG, em partida agendada para o Estádio Antônio Guimarães de Almeida, Tombos-MG. Este duelo será válido pela penúltima rodada da primeira fase do Nacional.

O JOGO
O time botafoguense iniciou a partida disposto a mostrar uma postura mais agressiva e buscando o gol a todo o momento. As primeiras chances vieram em chutes de longa distância dados por Gerley e Francis, mas que não acertaram o alvo.

Na sequência, o grito de gol do torcedor quase saiu da garganta. Morais recebeu passe de Vitinho e, com liberdade, conseguiu arrumar ótimo um cruzamento. Edno ganhou a disputa no alto e cabeceou no cantinho. A bola passou tirando tinta do poste direito.

A pressão do Botafogo foi grande, mas maior mesmo foi a bronca da torcida no lance em que Wesley saiu em velocidade, foi derrubado na área pelo goleiro Paulo Henrique e o árbitro Felipe Gomes da Silva não marcou a penalidade máxima.

O Pantera foi dono da partida e jogou o time visitante contra o seu campo de defesa. O Tupi-MG não chegou a ameaçar o gol de Neneca em nenhum instante. Já Francis recebeu passe de Morais, ajeitou para a perna esquerda e bateu colocado no canto. A bola passou muito perto do ângulo.

O panorama da partida não mudou na etapa complementar. O Tupi-MG ficou com o time todo atrás no campo de defesa e o Tricolor jogando em cima. Wesley apareceu com liberdade, carregou a bola até a entrada da área e mandou uma bomba. Paulo Henrique se esticou todo para espalmar a bola e afastar o perigo.

O trio ofensivo infernizou a zaga adversária e quase conquistou a abertura do placar aos 18 minutos. Francis fez o lançamento na área, Wesley ajeitou para Edno e o camisa 9 mandou um chute forte, de primeira. O goleiro mineiro acompanhou a jogada e fez um milagre no tiro para salvar os visitantes.

De tanto insistir, o Botafogo foi coroado com o gol, aos 22 minutos. Gerley roubou a bola na intermediária e acionou Wesley, que saiu em disparada em direção ao ataque. O atacante invadiu a área e fez assistência para Francis, que só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes.

O jogo pareceu que ficaria controlado, mas logo na primeira oportunidade que o Tupi-MG teve no ataque conseguiu chegarão empate. Após cobrança de escanteio, Patrick ganhou a disputa no alto e cabeceou a bola no canto, sem dar chances de defesa a Neneca.

O Botafogo tentou até os minutos finais, mas não conseguiu evitar o empate em casa diante do time mineiro.

FICHA TÉCNICA:
Botafogo 1 x 1 Tupi-MG
Brasileiro Série C 2017 – 16ª Rodada
Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP
Data: 26/08/2017 – Horário: 15h00 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva – PR (CBF)
Assistente 1: Rafael Trombeta – PR (CBF)
Assistente 2: Pedro Martinelli Christino – PR (CBF)
Quarto Árbitro: Márcio Henrique de Gois – SP (CBF)

Gols: Francis, aos 22’/2ºT (Botafogo); Patrick, aos 34’/2ºT (Tupi-MG);
Cartões amarelos: Morais (Botafogo); Bruno Santos e Leandro Brasília (Tupi-MG);

Público: 2.708 pagantes / 2.993 total
Renda: R$ 46.060,00

Botafogo – Neneca; Samuel Santos, Caio Ruan, Gladstone e Gerley; Carlos Henrique, Vitinho (Ronaldo) e Morais (Rondinelly); Francis (Alex Gonçalves), Edno e Wesley. Técnico: Vica.

Tupi-MG – Paulo Henrique; Lucas (Johnathan), Fernando, Edmário e Bruno Santos; Marcel, Leandro Brasília, Diego Luis e Andrey; Ítalo (Rafael) e Marcinho (Patrick). Técnico: Aílton Ferraz.

 

 

 

Agência Botafogo

Comente

Deixe uma resposta