InícioTurismoPesquisa releva o que os ribeirão-pretanos pensam sobre turismo na cidade

Pesquisa releva o que os ribeirão-pretanos pensam sobre turismo na cidade

Moradores de dezessete municípios da região administrativa de Ribeirão Preto participaram a pesquisa, totalizando 1687 respostas.

- continua após a publicidade -

Mais de 14 mil moradores de 287 cidades avaliaram o impacto dos visitantes, os pontos positivos, negativos e a expectativa para os próximos anos; Barrinha, da região de Ribeirão Preto, liderou com o maior número de respostas 

A Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo (Setur-SP) concluiu uma pesquisa para saber o que os moradores pensam sobre o turismo local. Foram 14.366 respostas vindas de 287 cidades de todo o Estado – 15 da região de Araçatuba. O objetivo da “Pesquisa de Percepção do Turismo”, é avaliar se as iniciativas para o desenvolvimento do setor estão alinhadas com o que esperam os moradores.  

Estância Fazendinha – Barrinha – SP

Principais resultados 

  • 93,8% consideram total ou parcialmente que o turismo é bom para a cidade 
  • 96,4% reconhecem total ou parcialmente a importância para a economia local 
  • 92,3,3% concordam total ou parcialmente com a importância para os empregos 
  • 69,9% esperam receber mais turistas em qualquer época do ano 

Pontos de atenção 

  • 59% concordam total ou parcialmente e o turismo aumenta a geração de lixo 
  • 46% concordam total ou parcialmente que o turismo gera trânsito 
  • 35% concordam total ou parcialmente que o turismo aumenta a violência 
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

De modo geral, os moradores do interior são mais receptivos: índices elevados de aprovação, menor impacto negativo e maior expectativa de crescimento. Os moradores das cidades litorâneas, que recebem grandes volumes de visitantes no verão e concentrados nos feriados, são mais críticos sobre os reflexos negativos, mesmo reconhecendo que os resultados econômicos e sociais (emprego) são importantes.  

Região de Ribeirão Preto – Moradores de dezessete municípios da região administrativa de Ribeirão Preto participaram a pesquisa, totalizando 1687 respostas. Os destaques foram Barrinha, cidade que mais contribuiu com a pesquisa em todo o estado, com 783 participantes, Monte Alto, com 376, e Brodowski, 217.  

Os moradores da região entendem que o turismo beneficia suas cidades, 82,3%, que impacta positivamente a economia local, 89,1%, e a geração de empregos, 81,2%. Para os próximos anos, 82,5% esperam receber mais visitantes em qualquer época.  Entre os pontos negativos, 30,8% concordam parcialmente que a presença de visitantes gera acúmulo de lixo – ponto de maior crítica.  

Além dos três destaques regionais, a pesquisa recebeu respostas de Jaboticabal, Pontal, Pitangueiras, Guariba, Cravinhos, Santa Rosa do Viterbo, Cassia dos Coqueiros, Pradápolis, Dumont, Sertãozinho, Santa Rita do Passa Quatro, Luiz Antonio, São Simão e Ribeirão Preto.  

Para ver os resultados, online, por cidade, região administrativa ou turística clique aqui 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cai quem quer: Rio de Janeiro confirma quinto caso de varíola dos macacos

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro confirmou hoje (29) o quinto caso de varíola dos macacos (monkeypox) no estado. Segundo nota divulgada pela...

Bolsonaro confirma general Braga Netto como candidato a vice-presidente

O reservista Braga Netto atuou como chefe da administração civil de Jair Bolsonaro de fevereiro de 2020 a março de 2021

Cursos pré-vestibular e ENEM da USP estão com inscrições abertas

Os cursos populares relacionados à Universidade de São Paulo (USP) estão abertos para turmas no segundo semestre.

As UPAs continuam lotadas mesmo com varias doses, mas quem quer tem mais agendamento aberto

E a festa continua com a picada que não protege nada, mas pode ser motivo de muitos problemas que estão por ai.

6º Festival Nacional de Teatro de Ribeirão Preto tem inscrições abertas

Podem se inscrever grupos e companhias teatrais de todo o país, até o dia 17 de julho, no Portal da Prefeitura
- PUBLICIDADE -